A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
O Dia da matança na história de Hamlet
© DRO Dia da matança na história de Hamlet

Já arrancou a 44.ª edição do FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica

O festival decorre até 16 de Maio em modo híbrido, com espectáculos presenciais e online.

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

FITEI - Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica, o mais antigo festival de teatro do país, está de volta para a sua 44.ª edição. Até 16 de Maio, vão ser apresentados espectáculos presencialmente e online, alguns em estreia absoluta e outros em cena pela primeira vez em Portugal. 

O evento vai chegar a diferentes cidades além do Porto, como Matosinhos, Vila Nova de Gaia e, pela primeira vez, Viana do Castelo, mas esta não é a única novidade. Para esta edição do festival, foi lançada uma nova plataforma, em parceria com a empresa municipal Ágora – a FITEI DIGITAL, onde vão estar disponíveis os espectáculos que integram a programação online e outros conteúdos complementares. 

As principais ideias do FITEI deste ano são a sustentabilidade, não apenas ambiental, como política, individual, afectiva, sexual e mental, temas que são reflectidos nos espectáculos em cena. É o caso de Amarillo, uma criação da companhia mexicana Línea de Sombra, que, segundo o portal Porto. é "uma abordagem às fronteiras físicas e mentais que separam o México dos Estados Unidos". 

Também estão em destaque espectáculos como Artaud, do argentino Sergio Boris, uma obra construída "a partir das cartas do escritor francês Antonin Artaud ao seu psiquiatra", ou O Dia da matança na história de Hamlet, de Bernard-Marie Koltés, encenado por António Júlio para o Teatro Experimental do Porto.

O Porto vai receber produções nacionais e estreias, em diferentes salas de espectáculos  Rivoli, Teatro Campo Alegre, Teatro Nacional São João, Mosteiro São Bento da Vitória, Teatro Carlos Alberto, Bonjóia, Mala Voadora, Teatro Helena Sá e Costa, CACE Cultural, Escola Superior Artística do Porto, e Armazém 22. Tal como em Matosinhos, no Teatro Municipal Constantino Nery, e em Vila Nova de Gaia, no Auditório Municipal de Gaia e Zé da Micha. 

Maiakovski - Regresso do Futuro
© DRMaiakovski - Regresso do Futuro

Essas salas vão receber estreias como a de Mappa Mundi, de Eduardo Breda e Joana de Verona, com contributo de “pessoas em trânsito num mundo cada vez mais incompreensível”, Maiakovski - Regresso do Futuro, de Igor Gandra, uma co-produção entre o Teatro do Ferro e o Teatro de Marionetas do Porto, e InFausto, de Jorge de Andrade, da Mala Voadora.

Graças à nova parceria com Viseu, vão ser transmitidos online projectos como Noite Fora, um trabalho do Teatro Viriato e de Sónia Barbosa que, com a ajuda de Janaína Leite, fará uma série de leituras e conversas sobre teatro com actores participantes; e A minha História da Dança, uma conferência com Sónia Baptista, promovida pelo Fórum Dança e O Rumo do Fumo. 

Paralelamente à agenda cultural, o festival também aposta em diferentes masterclasses e workshops, presenciais e online, inseridos na rubrica Isto não é uma escola FITEI.

Além de tudo isto, existe ainda a iniciativa FITEI Aberto, que propõe lançamentos de livros, conversas (presenciais e online) e ainda concertos, tudo de forma gratuita. Toda a programação está online e os bilhetes estão à venda na BOL, com preços desde 2

+ Festival Entre Cidades leva 81 espectáculos a Matosinhos, Peso da Régua e Braga

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Participe no Time Out Index e conte-nos o que sente pela sua cidade

Últimas notícias

    Publicidade