Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right “La Casa de Papel” regressa em Julho e a caça ao homem também
Notícias / Filme

“La Casa de Papel” regressa em Julho e a caça ao homem também

La Casa de Papel
Tamara Arranz Ramos

Teaser antecipa encontro entre os assaltantes (agora fugitivos) e a polícia. Para ver a 19 de Julho.

“As férias acabaram”, lê-se no cartaz que anuncia a data da terceira temporada de La Casa de Papel. A série espanhola tornou-se num pequeno fenómeno universal – de tal forma que a Netflix não perdeu tempo a anunciar novos episódios quando a história nem os previa. A nova aventura do grupo que levou a cabo um assalto épico à Fábrica Nacional de Moneda y Timbre regressa a 19 de Julho.

No teaser revelado nesta segunda-feira, Tóquio (Úrsula Corberó), Rio (Miguel Herrán), Denver (Jaime Lorente), Mónica Gaztambide (Esther Acebo), Nairobi (Alba Flores), Helsínquia (Darko Peric), Professor (Álvaro Morte) e Raquel Murillo (Itziar Ituño) vivem a vida que se espera que vivam: à grande nos sítios mais paradisíacos.

Mas o sossego parece estar prestes a acabar com a polícia a chegar aos seus calcanhares. Será que vão voltar os macacões vermelhos e as máscaras de Salvador Dalí?

Pouco se sabe ainda sobre estes novos episódios, apesar de a Netflix ter revelado há uns meses um vídeo do encontro dos actores no regresso ao trabalho, até mesmo Berlim (Pedro Alonso).

Há ainda novas caras: Hovik Keuchkerian (Bogotá), Najwa Nimri (Alicia), Fernando Cayo (Tamayo) e Rodrigo de la Serna (O Engenheiro).

La Casa de Papel, criada por Álex Pina, com quem a Netflix assinou um contrato de exclusividade, começou por ser uma produção para o canal espanhol privado Antena 3. Em Espanha passou na televisão entre Maio e Novembro de 2017. À Netflix, que comprou os direitos de distribuição internacional, chegou meses depois e foi um sucesso imediato. A Netflix não revela números de audiência, mas sabe-se que a série espanhola é o título estrangeiro (língua não inglesa) mais vistos no serviço de streaming.

+ Cinco séries a não perder em Abril

Publicidade
Publicidade