A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Leituras no Mosteiro
© TunaLeituras no Mosteiro

Leituras no Mosteiro de São Bento da Vitória estão de volta com entrada livre

Na primeira sessão do ano, as Leituras no Mosteiro dão voz à dramaturgia contemporânea em língua portuguesa, com textos de três jovens dramaturgas.

Escrito por
Ana Patrícia Silva
Publicidade

No arranque do ano, as Leituras no Mosteiro continuam a dar voz à dramaturgia contemporânea em língua portuguesa. Três textos autobiográficos, de três jovens dramaturgas – Gênera, de Keli Freitas, Sempre que Acordo, de Lara Mesquita, e Et cetera, et cetera, de Mariana Ferreira –, estarão em destaque, com a presença das autoras. A iniciativa está marcada para esta terça-feira, 18 de Janeiro, às 19.00, no Mosteiro de São Bento da Vitória. A entrada é gratuita, mediante inscrição prévia.

Em Gênera, Keli Freitas parte do estudo do género gramatical no português (do Brasil) para reflectir sobre “o binarismo do mundo”. A estreia de Lara Mesquita, Sempre que Acordo (vencedora do Prémio Nova Dramaturgia de Autoria Feminina 2021), questiona o processo de construção da identidade da mulher negra e o “racismo invisível” em Portugal. Por último, em Et cetera, et cetera, de Mariana Ferreira, uma personagem confronta-se com os seus vários desdobramentos, em busca de uma dinâmica de mudança e de uma consciência de si.

As Leituras no Mosteiro contam com coordenação de Nuno M. Cardoso e Paula Braga. Para os próximos meses, há sessões marcadas para o dia 15 de Fevereiro, com textos de Eduardo Molina, Ivo Saraiva e Silva e Mário Coelho, e 15 de Março, com leituras de Alex Cassal e Patrícia Portela.

Rua de São Bento da Vitória, 45 (Porto). 18 Janeiro (Ter) 19.00. Grátis

+ Rivoli celebra 90 anos durante seis dias com programação gratuita

Leia aqui a edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade