Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Os piores hotéis do Porto segundo os comentários que os turistas deixam online

Os piores hotéis do Porto segundo os comentários que os turistas deixam online

Publicidade

O Porto atrai cada vez mais turistas e a maior parte volta para o seu país (ou cidade) satisfeito, mas há sempre quem não tenha uma estadia muito agradável. As plataformas online, como o TripAdvisor e o Booking, são o lugar onde muita gente partilha as suas experiências. Decidimos, então, saber o que andam os turistas a dizer sobre os hotéis da Invicta. Se for uma pessoa sensível, o melhor é deixar este artigo para outra ocasião.  

Um dos maiores entraves quando se visita um país estrangeiro é a língua. Este foi um dos aspectos que Sigríður E. descreveu no seu comentário do TripAdvisor. A islandesa teve de lidar com este problema quando ficou hospedada no GuestHouse813, em Santo Ildefonso. “A pessoa que estava no balcão só falava português, então, deu-nos um papel onde estava explicado o processo para pedir a chave do quarto em inglês.” Quando Sigríður lá chegou, percebeu que este não tinha as melhores condições. “Tinha um cheiro desagradável e muita humidade”. A melhor parte da estadia, diz, foi o reembolso que recebeu, que lhe permitiu procurar outro hotel ali perto.

Na Residencial Lunar, na Sé, ficou a Cláudia, que deixou um comentário no Booking a expressar o seu desagrado com a estadia. Os funcionários estavam numa discussão acesa e "o facto de termos chegado não mudou nada porque a gritaria continuou". Quando conseguiu finalmente ir para o seu quarto, a achar que ia ter alguma paz e sossego, percebeu que o quarto ficava exactamente ao lado da sala onde a discussão estava a acontecer.

O utilizador do TripAdvisor, Wkdvickie, ficou no Republica Prime, na Baixa, que, tal como muitos, gostou do wifi grátis, da localização, da simpatia do atendimento e da disponibilidade dos funcionários. Mas, infelizmente, nem tudo foi um mar de rosas e os quartos não eram muito confortáveis, “cheiravam a mofo e eram húmidos”. A coisa que mais o deixou intrigado foi a meia que encontrou debaixo da cama sem saber a quem pertencia.

No Bonfim fica a Residencial D. Duarte I e apesar de ter um nome que evoca a realeza, nem tudo é feito com elegância por estes lados. "Deram-nos o quarto dos fundos, logo atrás da recepção, com as paredes em pladur, pelo que passámos a noite a ouvir o funcionário a ressonar no sofá ao lado do quarto", conta Paula no Booking. Na mesma plataforma, Elisabete refere que teve de mudar de quarto três vezes e mesmo assim não ficou satisfeita. "A limpeza deixa muito a desejar: pontas de cigarros debaixo da cama, teias de aranha, manchas de humidade, e respiradores completamente cobertos de pó..."  

Já Paulina P. ficou no Mystery Hostel, na Baixa, e partilhou a sua experiência, que também não correu lá muito bem, no TripAdvisor. “A recepção fica em outro edifício, a uma caminhada de cerca de cinco minutos”. Sarah C., que também ficou hospedada no mesmo hostel, não gostou do ambiente, nem do facto de não haver "nenhum lavatório na casa de banho que era partilhada pelo piso inteiro". Os funcionários, segundo Amelia M., foram muito simpáticos e atenciosos, mas deixou de os ver depois de fazer check-in. Algo que considera ser a razão pela qual as “pessoas fumam no chuveiro e deixam as beatas na banheira”.

A história mais caricata que encontrámos talvez seja a de Noy E., um utilizador do TripAdvisor. O hotel escolhido foi o The Porto Concierge - Concrete Paradise, em Matosinhos, mas quando lá chegou ninguém lhe abriu a porta. “Esperamos três horas, ele não atendia as nossas chamadas e, sim, nós sabíamos que ele estava em casa.” Acabaram por desistir e ficaram hospedados em outro hotel. Mas mais tarde repararam que o dinheiro da primeira reserva lhes tinha sido cobrado e o responsável alegou que eles não tinham aparecido.

Ratnarajah, um utilizador do Booking, escolheu a Hospedaria do Bonfim, mas quando lá chegou foi informado que o seu quarto tinha sido dado a outra pessoa e que, além disso, o hotel estava cheio e não havia quarto para ele. "Acabei a lutar para ter o meu quarto de volta". Se chegou a vias de facto ou não, não sabemos.

O pequeno-almoço incluído é algo que muita gente quer quando está à procura de um sítio onde ficar. Por isso, Juliana S., achou que tinha feito a escolha certa quando optou pelo Charm Garden Suites, na Baixa. No entanto, num dos dias da sua estadia, “no lugar do café, veio apenas água quente no copo térmico”. Além disto, a utilizadora do TripAdvisortinha reservado um quarto com vista para o jardim que não cumpriu as suas expectativas. "Aquilo não é um jardim! É um fundo de lote com árvores e alguns gatos feios, sujos e mal cuidados”.

+ Os melhores hotéis no Porto

+ Os sete melhores hotéis românticos no Porto

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade