A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Projecto para a ponte pedonal suspensa sobre o rio Douro
© Município de Torre de MoncorvoProjecto para a ponte pedonal suspensa

Ponte suspensa sobre o Douro vai ser “a maior do mundo”

Torre de Moncorvo tem um projecto para construir "a maior ponte pedonal suspensa do mundo", sobre o rio Douro, que ligará o Museu do Côa ao Alto da Barca.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

Depois de Arouca prometer a maior ponte pedonal suspensa do mundo, é a vez de Torre de Moncorvo. O município apresentou esta semana um projecto que pretende ligar as duas margens do rio Douro entre o Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa, e o Alto da Barca, no Peredo dos Castelhanos, em Torre de Moncorvo, através da "maior ponte pedonal suspensa do mundo".

O projecto, elaborado pela empresa Afaplan, prevê a construção de uma ponte suspensa com "o maior vão do mundo", com 750 metros. Terá um investimento de três milhões de euros e será apresentado a várias entidades nacionais e regionais para que sejam parceiras.

Será também construída uma nova ponte rodoviária sobre a ribeira do Arroio e uma rede de passadiços e caminhos pedonais que interliguem os principais pontos de interesse. A pavimentação de caminhos públicos de acesso à ponte e miradouros está também incluída no projecto.

“Estamos no coração de algo que é privilegiado, o Douro, o Côa, estamos dentro do Parque Arqueológico do Côa e no Alto Douro Vinhateiro", refere Nuno Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, em nota de imprensa. "O turismo que chega ao Porto tem que vir por esse rio, cá para cima. (...) Mas, para isso, temos de lhe criar condições e dar algo para eles verem e que sintam a oferta, não só os produtos endógenos, não só a gastronomia que é por demais conhecida, mas também de um turismo activo.”

Projecto para a ponte pedonal suspensa
© Município de Torre de MoncorvoProjecto para a ponte pedonal suspensa

+ O Douro vai ter uma rota de 275 km para conhecer a região de bicicleta

Leia aqui a edição online e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade