Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Porto/Post/Doc: exibição de documentário sobre Leonard Cohen assinala o arranque da iniciativa
Notícias / Eventos e festivais

Porto/Post/Doc: exibição de documentário sobre Leonard Cohen assinala o arranque da iniciativa

Marianne & Leonard: Words Of Love, de Nick Broomfield
© Babis Mores Marianne & Leonard: Words Of Love, de Nick Broomfield

A estreia de Marianne & Leonard: Words Of Love, documentário de Nick Broomfield que aborda a relação entre Leonard Cohen e uma das suas musas (dia 23, às 21.30, no Rivoli), marca o arranque da nova edição do Porto/Post/Doc, a decorrer entre 23 de Novembro e 1 de Dezembro, em diferentes espaços da cidade.

A sessão integra o programa Transmission, dedicado a exibir documentários que giram em torno da música e da cultura populares. Deste, fazem parte Haut Les Filles!, de François Armanet, que se desenrola em redor das figuras femininas da música rock francesa, e Berlin Bouncer, de David Dietl, “que propõe uma viagem pela cultura clubbing da cidade”. Na língua de Camões será exibido, por exemplo, Batida de Lisboa, obra de Rita Maia e Vasco Viana. O documentário dá a conhecer músicos e produtores, de diferentes origens, que se encontram nos subúrbios da capital portuguesa.

Este ano, o festival aponta também o foco para o debate das questões identitárias na sociedade contemporânea. Para isso, preparou o Fórum do Real, um ciclo de conferências de entrada gratuita que decorre entre os dias 27 e 29 de Novembro, no Cinema Passos Manuel. Enquanto o painel Da Terra problematiza “a relação entre a construção identitária e o território”, o Do Pensamento procura “uma aproximação de teor filosófico ao próprio conceito de identidade e de identidades, no plural”. Já o Das Imagens, por sua vez, “pretende reflectir sobre o cinema contemporâneo e o seu entretecimento com os mais diversos fluxos identitários, individuais e colectivos”.

Paralelamente, será ainda apresentada uma selecção de curtas e longas-metragens que colocam em diálogo clássicos da história do cinema – entre eles Persona, de Ingmar Bergman, Rua da Vergonha, de Kenji Mizoguchi, e La Salamandre, de Alain Tanner –, com algumas descobertas e produções contemporâneas, às quais se juntam três curtas-metragens da activista e realizadora suíça Carole Roussopoulos. Estas, “de carácter eminentemente político e militante”, foram rodadas na década de 70, com algumas das principais lutas sociais francesas da altura como cenário, como foi o caso da F.H.A.R. (Front Homosexuel d’Action Révolutionnaire).

Vale ainda a pena destacar a exibição de Ghost Strata e Now, At Last!, filmes de Ben Rivers que serão apresentados pelo próprio, bem como a sessão especial de Off Frame AKA Revolution Until Victory, de Mohanad Yaqubi, realizado a partir de imagens de arquivo da luta palestiniana, produzidas entre os anos 60 e 80.

Uma retrospectiva do realizador lituano Audrius Stonys, apresentada por ele mesmo, é outro dos destaques desta edição do Porto/Post/Doc. Open The Doors To Him Who Comes, The Baltic Way, Earth of the Blind, Antigravitation e Uku Kai são cinco dos setes filmes, do premiado autor de obras documentais de carácter híbrido ou ensaístico, que vão ser exibidos ao longo do evento. O programa completo da iniciativa pode ser consultado aqui. Cada sessão tem um custo de 5€.

+ Três filmes a não perder este mês

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Publicidade
Publicidade

Latest news