A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
A dupla TxC faz parte do cartaz do festival Trace Made in Africa
© DRA dupla TxC faz parte do cartaz do festival Trace Made in Africa

Porto vai ter um novo festival para celebrar a cultura africana

Em Junho, o Porto recebe um novo festival. O Trace Made in Africa vai celebrar a cultura africana através da música, dança, arte e gastronomia.

Escrito por
Ana Patrícia Silva
Publicidade

Trace Made in Africa é o nome do novo festival que deverá acontecer no Porto entre os dias 24 a 26 de Junho de 2022, em vários palcos da cidade. Além de concertos de géneros como o afrobeat, dancehall, kizomba e hip-hop, o evento promete espectáculos de dança, comédia, concursos, festas, conversas e experiências gastronómicas.

O programa completo ainda não foi anunciado, mas o cartaz de actuações já conta com nomes como a rainha do dancehall jamaicano Spice, o músico ganês Stonebwoy, a poeta e cantautora sul-africana Busiswa, a dupla de DJs sul-africanas TxC, a actriz, activista e cantora de afro-pop nigeriana Yemi Alade, os cabo-verdianos Kriol Kings (Nelson Freitas & Djodje), o cantor de reggae-dancehall Admiral T e o cantor nigeriano Mr Eazi.

.
.

"Mais do que um festival, nós somos a celebração da cultura, da música, da moda, da dança, de lifestyle e da arte", lê-se no site oficial do evento. "Tornamos sonhos e paixões em experiências reais, e este é o verdadeiro poder da nossa cultura. É a influência que temos no mundo. Enaltecemos a cultura africana e queremos que faças parte deste momento."

O preço dos bilhetes ainda não foi revelado, mas a pré-reserva pode ser feita no site oficial.

+ As melhores coisas para fazer no Porto esta semana

Leia aqui a nova edição gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade