A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Mariana Cardoso e Ryan Opaz, fundadores da Portuguese Condiment Company
©DRMariana Cardoso e Ryan Opaz, fundadores da Portuguese Condiment Company

Portuguese Condiment Company: o laboratório de condimentos no Porto que quer apimentar a sua comida

Deste laboratório na Rua do Bonjardim saem condimentos inusitados, xaropes para refrescos e cocktails, e molhos picantes que dão ainda mais sabor aos pratos.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Houve quem desse voltas ao mundo em busca das tão desejadas especiarias do Oriente, que não só conservavam a comida, como também lhe davam sabores exóticos, até então desconhecidos de muitos. Depois de uma longa empreitada marítima, cheia de variadas tormentas, a canela, o gengibre, a pimenta, o cravo e o açafrão, até então raros por estas bandas, chegavam a solo português em quantidades consideráveis. Felizmente, mais de 500 anos depois, para Mariana e Ryan a tarefa está facilitada. Muitos dos produtos com os quais trabalham chegam pelo correio em poucos dias, sem correrem grandes riscos de naufragar.

Mariana Cardoso, que tem uma empresa chamada Lazy Flavours, com tours para descobrir Portugal através dos sabores e dos locais, e Ryan Opaz, um americano do Minnesota, fundador da Catavino, especializada em tours ligados à temática do vinho, são as personagens desta história, ambas apaixonadas por temperos e condimentos, que começou durante o primeiro confinamento e com muitos quilómetros de distância.

Portuguese Condiment Company
©DRPortuguese Condiment Company

“Nós éramos parceiros de negócios na área do turismo e, ao longo dos anos, fomos falando e conhecendo os projectos de cada um. Depois, veio a amizade e com a pandemia e os confinamentos a vontade de pensar e fazer outras coisas. Nessa altura, o Ryan começou também a fazer muitas experiências em casa”, conta Mariana, de gargalhada fácil, que se mudou de Lisboa para o Porto em Janeiro de 2021 para lançar a Portuguese Condiment Company, cujo laboratório de experiências mora hoje no número 1206 da Rua do Bonjardim. 

“Sempre gostei muito de brincar com sabores, com fermentações, de experimentar receitas, fazer pickles, molhos picantes e xaropes com vinagre, açúcar, especiarias e ervas aromáticas... Adoro a ideia de sabor de qualquer forma. Os condimentos, por exemplo, são pós mágicos”, diz Ryan, entusiasmado, que também já foi cozinheiro e talhante e hoje soma aos ofícios a fotografia e a autoria do livro Foot Trodden—Portugal and the Wines that Time Forgot, sobre vinhos portugueses esquecidos, ainda sem tradução. 

Portuguese Condiment Company
©DROs molhos

Em Outubro de 2020, durante um novo confinamento, decidiram meter mãos à obra e os primeiros produtos a surgir foram os molhos picantes. “Queríamos sabores diferentes dos que estão à venda no mercado”, relembra Mariana, “sabores que pudessem ser usados quer na cozinha tradicional, quer em pratos do dia-a-dia, potenciando o seu paladar”. E, para isso, a tarefa foi hercúlea: experimentaram mais de três mil produtos. "Encomendámos de dentro e de fora de Portugal. E fomos a tooooodos os supermercados e comprámos e experimentámos toooodos os molhos e condimentos”.    

Desta odisseia gastronómica resultaram seis single spices, ou pozinhos mágicos, como gostam de lhes chamar, que ajudam a intensificar os pratos. São feitos a partir de ingredientes como couve, alho, limão ou cogumelos que, por sua vez, são fermentados ou desidratados. “Fazes uns grelos salteados e deitas um bocadinho por cima e fica incrível”, sugere Ryan. O Purple Power, o Umami Bomb, o Mexican Chilli Powder, o Lemon Pepper, o Funky Funghi e o Herbal Lemon já estão à venda e custam entre 4,50€ e 7,90€.

Portuguese Condiment Company
©DROs condimentos

Os shrubs, ou xaropes de fruta, que servem de base para preparar bebidas, como refrescos e cocktails, são outra das apostas da Portuguese Condiment Company. O de melancia e menta e o de maçã, açúcar de coco e especiarias existem todo o ano, já o de morango e alecrim é sazonal, feito com o fruto na sua época (custam 4,90€/250 ml). E como os últimos são os primeiros (e neste caso isso é bem verdade), os molhos completam este trio maravilha. Para já têm o Mango Scorpio, o Piripiri com Menta e Limão e o Habanero com Hibiscos, Mel e Vinagre de Cidra (7,90€/200ml).

Portuguese Condiment Company
©DROs xaropes

E o que é que se segue? “Agora, o plano é lançar mais produtos sazonais, porque o nosso foco é a sustentabilidade e os produtos de origem biológica. Os nossos produtos são vegan, sem qualquer origem animal”, salienta Mariana, acrescentando que fizeram uma parceria com uma quinta na zona de Amarante. “É certificada e biológica e trabalhamos com eles em duas vertentes. Encomendamos parte da produção deles para integrar os nossos produtos como ingredientes e eles plantam e cuidam por nós de algumas sementes biológicas de pimentos que importamos. Esta é a primeira colheita”, conta orgulhosa, apontando para cima a mesa onde reluzem lustrosos vários tipos de pimentos verdes e vermelhos.

Além de venderem vinhos, méis, azeites, especiarias e ervas aromáticas de outros produtores, vão ter em breve um azeite biológico produzido em parceria com um pequeno produtor do Douro, vinagres e sais gastronómicos, conseguidos com a ajuda da algarvia Salmarin. Também em fase de desenvolvimento está a Flavour tripping, uma espécie de prova cega que estimula os participantes a identificar os sabores que estão a provar. Se quer testar o seu sentido retronasal, desafie-se. A prova é divertida, mas esta simpática dupla não facilita.

Rua do Bonjardim, 1206 (Porto). 91 369 6997. Seg-Sex 13.00-19.00. 

+ As melhores coisas para fazer no Porto este mês

Leia aqui a edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade