A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
A futura Praça da Corujeira
© Miguel Melo ArquitecturaA futura Praça da Corujeira

Praça da Corujeira, em Campanhã, vai ser renovada

A proposta vencedora da requalificação da Praça da Corujeira, do gabinete de arquitectura de Miguel Melo, privilegia os frondosos plátanos e prevê a construção de um “edifício bar”, caminhos, ciclovias e um percurso ao nível da copa das árvores.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

Os imponentes plátanos vão continuar a ser os protagonistas da nova Praça da Corujeira, em Campanhã. O projecto de requalificação prevê a construção de um “edifício bar” e de um percurso ao nível da copa das árvores. Em harmonia com as qualidades arbóreas da praça, serão criados caminhos e ciclovias.

O novo “edifício bar” vai ser construído em madeira, em diálogo com os plátanos, o elemento primordial da praça. Erguido numa cota superior, vai funcionar como bar, café, quiosque e como ponto de observação da natureza envolvente. 

A Praça da Corujeira vai ter um “edifício bar”
© Miguel Melo ArquitecturaA Praça da Corujeira vai ter um “edifício bar”

A Câmara do Porto lançou, em Janeiro, o concurso de concepção para a elaboração do projecto de requalificação da Praça da Corujeira e da sua envolvente. A proposta do gabinete de arquitectura de Miguel Melo, com sede em Guimarães, foi a vencedora. A área total de intervenção ascende a 49.450 metros quadrados, com um investimento estimado de 4,4 milhões de euros.

Ali ao lado vai nascer um novo projecto no Antigo Matadouro Industrial, cuja reconversão com base no projecto do arquitecto japonês Kengo Kuma será uma obra estruturante para a cidade. A renovada Praça da Corujeira vai assim permitir uma ligação mais eficaz com o Matadouro, através de ciclovias e caminhos pedonais.

+ Projecto do Matadouro de Campanhã vai finalmente avançar

Leia aqui a edição online e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade