A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Chama
© Marco DuarteEste é o novo espaço de Cedofeita

Quer comer bem como se estivesse na casa da avó? Vá ao Chama

Por Carla Alves
Publicidade

Lembra-se do cheirinho dos serões passados em casa da avó com o fogão a lenha a crepitar? É o mesmo que vai sentir quando entrar no Chama, o novo restaurante em Cedofeita que nasceu de um sonho comum dos amigos José Pedro Moreno, João Cabral e Nuno Dias.

Foram os próprios que decoraram o espaço com peças antigos que foram reaproveitadas. Aliás, a sustentabilidade é a palavra de ordem no restaurante: os plásticos não entram, o carvão é proveniente do aproveitamento de cascas de coco, a comida é servida em pratos feitos com farelo de trigo ou bambu e os restos são levados para a compostagem. 

Leite creme de aveia é uma das sobremesas disponíveis
© Marco Duarte

Na carta brilham pratos de cozedura lenta, como as bochechas de vitela (8,90€) ou o peixe na chapa (8,50€). Mas o menu de degustação, com confecções que mudam consoante a sazonalidade e a disponibilidade dos ingredientes, é a grande estrela. À mesa podem chegar-lhe spring rolls de legumes fritos ou a salada de couve roxa, couve branca, cebola caramelizada, cebola confitada e tomate. Conte com várias entradas, um prato principal e uma tábua de sobremesas (19,50€) onde a criatividade do chef José Pedro Moreno ganha asas. À semana, ao almoço, há sempre uma sugestão do dia com bebida (7,50€) e ao sábado só se serve o arroz de cabidela do Zé (15€). E como acabadinho de sair da panela é que ele é bom, é servido religiosamente às 13.30 e a reserva é obrigatória. 

+ Os melhores sítios para comer e beber na Rua de Cedofeita

+ Os 12 melhores restaurantes vegetarianos no Porto

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Últimas notícias

    Publicidade