A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ramal da Alfândega
© Ismael QueirozLinha do Ramal da Alfândega

Ramal da Alfândega poderá conciliar transporte público e lazer

Está a ser estudada a hipótese de a antiga Linha do Ramal da Alfândega ser usada para transporte público de segunda a sexta-feira e para lazer ao fim-de-semana.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

A Câmara do Porto quer recuperar a Linha do Ramal da Alfândega, que liga Campanhã à Alfândega através da antiga ferrovia na encosta urbana do rio Douro, desactivada desde 1989. Em cima da mesa está a possibilidade de conciliar o transporte colectivo, durante a semana, e o uso de lazer, aos fins-de-semana. Após a conclusão de um estudo sobre esta possibilidade, a discussão pública sobre a utilização a dar ao Ramal da Alfândega deverá ter início entre o final deste mês e o início de Fevereiro.

O presidente Rui Moreira, citado pelo site do município, diz que a utilização deste espaço por parte dos cidadãos "tem um enorme potencial, parecido com outros modelos que existem, nomeadamente em Nova Iorque". Após ouvir vários cidadãos sobre as soluções para a utilização do ramal, foi sugerida uma forma de harmonizar vários usos naquela infraestrutura.

"Se nós pudermos configurar o canal da Alfândega de tal maneira que lá possa circular um veículo com rodado que não precise de trilhos, poderíamos imaginar uma situação em que, durante os dias da semana, aquele canal era utilizado para transporte público, sendo que ao fim-de-semana poderia ser para a outra alternativa, ou seja, para um espaço de lazer”, explicou.

Desta forma, de segunda a sexta-feira o canal funcionaria com veículos com rodado pneumático, que seriam arrumados durante o fim-de-semana, altura em que poderia ser um espaço de lazer. A viabilidade deste conceito está a ser estudada, devendo-se a isso o atraso no início da discussão pública sobre a solução a adoptar no Ramal da Alfândega, que estava prevista para Dezembro.

O estudo está a ser feito com a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), conduzido pelo professor Paulo Pinho, que fez os estudos relativamente à procura das novas linhas da Metro do Porto.

+ Câmara do Porto quer ecopista no Ramal da Alfândega

+ Leia aqui a edição gratuita da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade