A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Royale Pão Paixão
©MMPRoyale Pão Paixão

Royale Pão Paixão: a nova padaria de fermentação lenta da Boavista vai falar-lhe ao coração

Usam massa mãe, fermentações longas e naturais e, sempre que possível, farinhas de moleiro moídas em mós de pedra. Além de pães e doces, também têm menus de almoço e muitas opções de brunch.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

As vitrinas da Royale Pão Paixão, a mais recente padaria de fermentação natural na Boavista, brilham polidas, mas nem sabemos bem como. “Quero este aqui”, diz uma criança de dedo espetado no vidro, apontando com insistência para um brilhante croissant brioche (1,70€). “São quatro destes para levar”, pede um senhor de meia-idade, batendo ao de leve com o indicador sobre o mostruário, assinalando a sua preferência pelos pães de água (6€/kg). “Embrulhe-me um pão de mistura [3,60€] e dois cinnamon rolls [2€]”, atira uma jovem, enquanto fala apressadamente ao telefone. Sem contar, claro, com todos os outros que, num vaivém constante, arrastam as mãos gulosas pelas vitrinas, namorando apetitosas fatias de focaccia com presunto, rúcula e tomate (7,50€), covilhetes bem recheados, cinnamon rolls com um toque de cardamomo, brownies, bolos de arroz, pastéis de nata, bolas de Berlim (entre 1,50€ e 2€), húngaros e areias (entre 16€/kg e 20€/kg).

“Já pensava neste projecto há três anos”, conta Joana Sousa, a dona, que baptizou a padaria numa alusão ao mundo das padarias francesas que assentam os seus pilares na fermentação lenta e natural. “Depois de ser mãe (eu era gestora em empresas de grande consumo), senti necessidade de pensar num projecto para mim. Não sei fazer pão, não sei cozinhar, mas gosto imenso de comer”, ri. Foi através do Olx que encontrou José Botelho, o padeiro da Régua que a ajudou a pôr a Royale de pé. “Ele tem uma postura de valorização do produto com a qual me identifico muito. O José faz pão de forma tradicional. Só o pão de mistura é que é encestado, todos os outros são enformados à mão. E a baguete [2,20€], por exemplo, é moldada com a ajuda de panos”, acrescenta Joana. 

Royale Pão Paixão
©MMPRoyale Pão Paixão

Usam massa mãe, fermentações longas e naturais, com 16 ou 18 horas, “e, sempre que possível, farinhas de moleiro, moídas em mós de pedra”, explica o padeiro, que já passou pelas cozinhas do Six Senses Douro Valley e começou a carreira ligado à enologia. “Por vezes também trabalhamos o trigo Barbela, mas nem sempre, porque não há grande produção e porque não é tão fácil de panificar, requer outros cuidados durante a fermentação”, diz. 

Todos os dias têm pães de água, de mistura, trigueiros, baguetes e de sementes à venda. Às quintas, sextas e sábados aparecem outras variedades para serem apreciadas com calma ao fim-de-semana, como o tal de Barbela, o pão 100% de centeio, a fogaça de azeitonas ou o pão de alfarroba com passas e nozes. Além da grande oferta de padaria e pastelaria, os almoços também são concorridos por aqui, uma vez que pelas redondezas não faltam empresas. “Eu vivo aqui e sentia falta de um sítio cosmopolita onde pudesse ir, não só para comprar pão ou almoçar, mas também onde trabalhar ou estar com os amigos”, explica Joana.

Royale Pão Paixão
©MMPRoyale Pão Paixão

A carta de almoços muda todas as semanas e está cheia de “comida boa, de conforto e despretensiosa, feita pelo chef André Cabrita”. Creme de cogumelos com castanhas (2,80€), saladas de brócolos assados com bulgur, queijo azul, avelã e laranja (7€), quiche Loraine com salada (5,50€), bochecha de porco cozinhada durante seis horas (9,50€), lasanha de abóbora (8,50€), ragu napolitano (9€), frango fricassé (9,50€), moamba angolana de vegetais com mandioca frita (8,50€) ou pataniscas de bacalhau com arroz de tomate e aioli (9€) são alguns dos pratos que pode encontrar por aqui.

De referir também o generoso brunch servido ao sábado. Shakshukas, taças de granola com iogurte grego, tostas de abacate com bacon fumado a lenha, ovos Benedict, panquecas com os mais variados toppings, banana bread com mel e amendoim, croissants com cogumelos e ovo estrelado e french toasts com compota de ameixa compõem o menu. Para beber, há bellinis, mimosas, espumantes, sangrias e sumos de laranja natural, entre muitas outras bebidas quentes de cafetaria, claro. Se não quiser pensar no assunto, há dois menus. O de 10€ dá direito a uma taça de granola, panquecas simples e um cappuccino; já o de 15€ é composto por sumo de laranja, ovos Benedict, french toast e café. 

Royale Pão Paixão
©MMPRoyale Pão Paixão

Rua de Guerra Junqueiro, 634. 22 245 5583. Seg-Sex 08.00-19.00. Sáb 08.30-19.30

+ O melhor pão de fermentação lenta no Porto

+ As melhores padarias no Porto 

Últimas notícias

    Publicidade