Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Startup do Porto cria casaco tecnológico para aumentar a segurança dos peões
Notícias / Estranho e maravilhoso

Startup do Porto cria casaco tecnológico para aumentar a segurança dos peões

O casaco está equipado com fibra ótica para emitir sinais luminosos
© DR O casaco está equipado com fibra ótica para emitir sinais luminosos

Musgo, um casaco tecnológico com um sistema de iluminação inteligente que emite sinais aos condutores. Esta é a nova criação da startup VIME sediada no Porto, feita em parceria com a SCOOP, uma empresa especializada na produção de vestuário e têxtil, e a LAPA, uma empresa portuguesa de tecnologia. O objectivo? Aumentar a segurança dos peões. 

Fibra óptica distribuída ao longo do casaco, uma ligação ao telemóvel via Bluetooth, utilização de um acelerómetro e de sensores de localização. Assim se faz a análise dos movimentos da pessoa que tem o casaco vestido e, a partir daí, surge a emissão de sinais luminosos para os condutores, visíveis a cerca de 100 metros.

“Se a pessoa for a andar de bicicleta e travar, o telemóvel detecta a travagem e envia uma mensagem de comando para o casaco, que pode piscar ou mudar de cor e, assim, transmitir essa mensagem aos condutores”, explicou Filipe Magalhães, director científico e tecnológico da VIME, em declarações à Lusa.

Entre as características do casaco destaca-se também a sua composição. Com partículas de carvão activado, feitas a partir de cascas de coco recicláveis, o casaco protege contra as radiações ultravioleta, reduz a emissão de odores e permite uma secagem muito mais rápida quando comparado com outras fibras técnicas. Além disto, tem um bolso que isola a radiação emitida pelo telefone e outros que permitem a entrada de ar e ajudam a regular a temperatura do corpo.

Para já, o casaco está à venda por 250€, enquanto decorre uma campanha de crowdfunding na plataforma Indiegogo. O objectivo é conseguir um financiamento de cerca de 70 mil euros para avançar com a produção e venda ao público. Depois, o valor final dependerá dos resultados da campanha. Segundo as declarações da startup à Lusa, estima-se que deverá subir para os 520€.

+ Investigadores do Porto descobrem "gene da juventude" que pode reverter o envelhecimento celular

+ Investigadores do Porto desenvolvem projecto pioneiro no tratamento da insuficiência cardíaca

Publicidade
Publicidade