A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Há petiscos portugueses e várias opções para brunch
© DRHá petiscos portugueses e várias opções para brunch

Vai-me à loja: gastronomia para comprar e comer na Baixa

Por Teresa Castro Viana
Publicidade

O Ilegal, um dos restaurantes de Marta Almendra, também dona do Cruel, na porta ao lado, e do Boteco Mexicano, reabriu este mês com uma nova identidade.

Chama-se Vai-me à Loja e funciona como loja gastronómica, com produtos comestíveis e não só, e como restaurante. No menu, desenvolvido por Alexandra Mergulhão, sócia e amiga de Marta, há aquilo que gostam de comer.

Por isso, não estranhe se não houver um conceito definido ou encontrar, lado a lado, ervilhas com ovo escalfado (5€) e ovos Benedict com salmão Hardy (10€), periquito (uma versão mais pequena do pica-pau, a 3€) e linguini nero com burrata e molho de tomate (12€), ou polvo com molho verde (8€) e panquecas com mousse de requeijão e doce de abóbora (6,50€).

A ideia é trabalharem com os produtos que estão à venda, muitos de "pequenos produtores", como as conservas, os azeites, os vinhos, os sais e os originais cordiais produzidos pelo chef João Pupo Lameiras (o de folha de figueira é imperdível). Mas também têm objectos como facas, tábuas e cadernos de receitas.

Ervilhas com ovo escalfado
Ervilhas com ovo escalfado© DR

+ Os melhores sítios para comer e beber na Rua da Picaria

Leia aqui a nova edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade