A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Projecto do futuro Parque da Alameda de Cartes
© DRProjecto do futuro Parque da Alameda de Cartes

Vai nascer um novo parque na zona oriental do Porto

O futuro Parque da Alameda de Cartes vai criar um contínuo urbano arborizado e uma rede de caminhos pedonais, apta para pessoas com mobilidade reduzida.

Escrito por
Ana Patrícia Silva
Publicidade

A área de intervenção do futuro Parque da Alameda de Cartes é constituída por terrenos localizados entre o Bairro do Falcão, o Bairro do Cerco do Porto, o Bairro do Lagarteiro e a área de expansão do Parque Oriental. Este espaço verde que nascerá na zona oriental da cidade vai apostar na consolidação das necessidades das pessoas, tanto ao nível da mobilidade pedonal, como de intervenção na infra-estrutura verde, preparando o território para os desafios climáticos.

“Estamos a falar do território-chave da fragmentação urbana. É neste território que temos as grandes infra-estruturas viárias, como a VCI, a A43, a linha ferroviária, que fazem com que para muitos dos portuenses este território não pertencesse sequer ao Porto. Estas são as muralhas do século XX que acabam por gerar esta distância física, mas também esta distância psicológica”, disse o arquitecto José Miguel Lameiras na apresentação do projecto, citado no portal municipal.

Projecto do futuro Parque da Alameda de Cartes
© DRProjecto do futuro Parque da Alameda de Cartes

A população colaborou em todo o processo. “A proposta da criação de um parque tem como característica diferenciadora a rede de caminhos ser consequência directa de todo este trabalho. Para além de ser um espaço onde as pessoas podem recrear-se, tem esta característica de coser, ligar a malha urbana. Cose grande parte destas unidades que foram surgindo de forma desconexa. É um novo tipo de espaço público da cidade do Porto, um parque de proximidade, que vai ser utilizado diariamente pelas pessoas nos seus trajectos. Isso é qualidade de vida.”

Em termos ambientais, a aposta será em soluções de base natural, através da plantação das árvores em núcleos de vegetação de espécies autóctones, o que ajudará a mitigar as temperaturas no Verão e tornará o território mais resiliente às alterações climáticas. O projecto prevê ainda a criação de um jardim de entrada que funcionará também como elemento de recepção à Escola do Falcão, para as crianças poderem estar em segurança.

Projecto do futuro Parque da Alameda de Cartes
© DRProjecto do futuro Parque da Alameda de Cartes

O projecto do Parque da Alameda de Cartes está a ser desenvolvido por uma equipa interdisciplinar que conta com a Câmara, as empresas municipais Domus Social e GO Porto Gestão e Obras do Porto, o Centro de Investigação de Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade Porto, o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e o atelier de design GUDA.

+ Porto vai aumentar e reabilitar seis áreas verdes

+ O novo pulmão verde do Porto vai nascer em 2022

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade