Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Dicas das melhores barbearias do Porto para esta quarentena
Le Beard
© Pedro Mendes Barbearia Le Beard

Dicas das melhores barbearias do Porto para esta quarentena

As barbearias fecharam, mas as barbas e os cabelos continuam a precisar de carinho. Siga estas dicas para saber o que pode fazer em casa.

Por Bebiana Rocha
Publicidade

O estado de emergência obrigou as barbearias e outros serviços não essenciais a fechar as portas, mas a verdade é que os homens continuam a precisar de tratar das suas barbas e cabelos. A pensar nessa necessidade, falámos com alguns dos melhores barbeiros da Invicta e reunimos algumas dicas que podem ajudar nas próximas semanas. Sabia que pode usar sabão azul e óleo de amêndoas para higienizar e hidratar a barba? Conheça estes e outros truques e fique a saber como é que os barbeiros da cidade estão a lidar com este tempo de quarentena.

 

Higienização da barba

higienização diária é ponto assente para todos os barbeiros. Marcos Maia, responsável pela Barbearia 26 de Junho, afirma que “a higienização deve ser mantida com um champô próprio para a barba”. Caso não tenha, aconselha um champô para crianças, “tipo Johnson's, porque hidrata muito bem e não tem qualquer tipo de produto que possa prejudicar o pêlo ou mesmo a pele”, justifica.

Ricardo Monteiro, da Barbas Shop, acrescenta que a barba deve ser lavada “duas vezes por dia, principalmente se sairmos à rua, tal como acontece com lavar as mãos, porque o vírus pode ficar agarrado e permanecer lá”. Dá também a sugestão de lavar com sabão azul, porque “é um sabão 100% natural, não tem químicos” e afirma até ser mais indicado do que “um sabão das mãos ou gel de banho”. Um pormenor a ter em conta é o facto de secar a pele – para quem tem acne pode ajudar a reduzir, mas no geral vai precisar de uma hidratação extra.

Hidratação da barba

Marcos Maia, da Barbearia 26 de Junho, afirma que aplicar “um óleo é essencial, desde que seja colocado uniformemente pela barba e massajado também junto ao rosto”. Os movimentos devem ser circulares, o que vai ajudar a “activar a circulação sanguínea”. Se não souber que óleo pode usar, Marco Baltazar sugere óleo de amêndoas doces, “duas gotas todos os dias”. A Barbearia Orlando acrescenta ainda a necessidade de “um creme hidratante específico para cada tipo de pele”.

Pode encontrar estes produtos em farmácias ou online. A barbearia Le Beard, por exemplo, tem uma loja repleta de produtos para o efeito, como bálsamo para barba (20€), óleo (19€), máscara facial (18€) e muito mais. Neste momento estão com várias promoções e vão chegar produtos novos na próxima semana, como “máscaras, champô para brilho e máquinas de corte”, exemplifica o proprietário. A missão da Le Beard é “hidratar, limpar e domar as barbas e bigodes de todas as formas e feitios”. Os portes são grátis a partir de 35€ e as encomendas chegam a sua casa em praticamente um dia.

Se for cliente da Barbearia 26 de Junho, já deve conhecer o site 26pomade, onde encontra também várias opções. Em breve, terá desconto na compra da segunda unidade.

Há que não descurar também o papel dos esfoliantes, que até podem ser feitos de forma caseira, com produtos que toda a gente tem em casa. Marco Baltazar sugere “juntar açúcar com gel de banho e esfregar bem no rosto”.

Publicidade

Fazer a barba

Caso prefira ver-se sem barba, está com sorte. Segundo a Barbearia Orlando, “a redução da barba vai tornar mais fácil hidratar a pele”.

O gerente da Barbearia 26 de Junho partilha alguns momentos engraçados com os seus clientes por telefone: “Muitos fazem aquelas fotografias com vários tipos de bigode, por exemplo à Hitler, e perguntam-me o que acho, mas a realidade é que dois dias depois arrependem-se”.

Para evitar arrependimentos ou asneiras, principalmente a aparar a barba, Ricardo Monteiro, da Barbas Shop, sugere usar sempre uma tesoura, para ter “muito mais precisão do que queremos cortar”. Mas, tal como diz Marco Baltazar, “nem todos temos o mesmo jeito – há uns que se safam a desenhar com Gillette, outros não”.  

Ricardo Monteiro refere outra questão importante – os profissionais de saúde e pessoas infectadas com Covid-19 devem dar preferência a barbas curtas. Alguns já se adiantaram e pediram esse corte quando a barbearia ainda estava aberta, “porque já estavam a prever o que ia acontecer”.

Cabelo

Para ajudar os clientes à distância, a Barbearia 26 de Junho vai começar a gravar vídeos a explicar como podemos dar um jeito ao cabelo. A esse propósito, e para esta altura, Ricardo Monteiro considera que a melhor solução é rapar. “Dentro do rapado, podem brincar um bocadinho e optar por um look Navy Seal”, o típico corte militar, usando na máquina o “pente 4 em cima e o pente 1 dos lados”, sugere.

Em tom de brincadeira, a Barbearia Orlando diz que “é uma boa altura para finalmente deixarem a esposa ou namorada fazer aquele corte que sempre acharam que conseguiam fazer” e relembra que cá estarão para compor “quando tudo voltar à normalidade”. Na outra ponta está Marco Baltazar, que diz mesmo para não mexer. “Às vezes aparecem com uns cortes estranhos, de brincadeiras que fizeram, e fica difícil compor”, confessa.

Há também algumas dicas dos barbeiros Captain James e Nora Grassmann, da Le Beard. Por exemplo, aproveitar para lavar menos vezes o cabelo – “quem lava todos os dias, tentar lavar dia sim, dia não”, uma vez que “a lavagem diária enfraquece o cabelo”. De resto, não se esqueça de pentear, escovar e hidratar bem, com um “condicionador próprio para homem”. Marco Baltazar é da mesma opinião de que os condicionadores da esposa só devem ser usados em situações extremas de desenrasque, porque “vão entrar em contacto com o couro cabeludo e podem agredi-lo por serem ácidos”.

Se mesmo com estas dicas acha que não se vai safar, não se preocupe. Não vai haver festas nem ocasiões especiais, é só para estar em casa. Tal como diz Ricardo Monteiro, da Barbas Shop, “não precisamos de andar sempre a parecer o Brad Pitt”.

Como estão as barbearias a lidar com a quarentena?

A pandemia chegou ao Porto uma semana depois de a Barbearia 26 de Junho instalar o seu novo espaço no centro da cidade, mais concretamente na Praça da República. Marcos Maia, que conta com 18 colaboradores nas suas lojas, está a tentar gerir da melhor forma a situação, mas espera um “impacto financeiro entre os 30% e 50%”. Para já, “só passaram 15 dias, são apenas umas férias”, mas preocupa-o a incerteza de quando poderá reabrir.

Apesar de receber pedidos dos clientes, optou por não fazer serviços ao domicílio. Diz que é importante termos “consciência moral”. Para que não se esqueçam dele, tem publicado conteúdos diariamente nas redes sociais.

Ricardo Monteiro, da Barbas Shop, lembra o reforço das normas de higiene que adoptou nos últimos dias em que esteve aberto. Desde o espaçamento entre clientes à desinfecção de tudo, “cadeiras, rampa de lavagem e equipamentos”. Como está numa situação relativamente confortável, graças às poupanças que fez a pensar “nos dias de chuva”, não prevê recorrer às ajudas do Estado. A Marco Baltazar Barber Shop está também a “evitar recorrer a linhas de crédito, porque depois vai ser complicado pagar”.

Quando a Barbas Shop reabrir, Ricardo Monteiro vai “criar um desconto para as pessoas que ficaram desempregadas ou que sofreram com isto”. “Os clientes ficaram comigo e ajudaram-me nos tempos bons, não vai ser nos tempos maus que os vou abandonar”, refere. 

Mais sobre barba e cabelo:

Le Beard
© Pedro Mendes

As melhores barbearias no Porto

Compras Estilo de vida

Bem sabemos que a barba comprida e bem cuidada está na moda. E que dá muito trabalhinho mantê-la bonita e viçosa. Prova disso são estas barbearias cheias de pinta, que juntam o clássico e o moderno, e tratam a sua barba e cabelo com carinho. Fomos conhecer os especialistas da tesoura e da navalha e fizemos-lhe esta lista com as melhores barbearias no Porto. Em algumas, além de cortar o cabelo e a barba, também pode beber um copo ou jogar videojogos. Quando acabar, faça uma pausa num bar de cerveja ou vá às compras numa das melhores lojas da cidade.  Recomendado: Cinco lojas de tatuagens no Porto que tem de conhecer

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade