Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Cinco ideias para começar o mês com muita arte

Cinco ideias para começar o mês com muita arte

Verão não é só praia e esplanada. Também é uma agenda preenchida com feiras, exposições e oficinas. Aqui tem cinco ideias para começar o mês com muita arte

© DR
Por Maria Monteiro |
Publicidade

Agosto é mês de cultivar a arte do dolce fare niente, seja ao pôr o pé no areal ou a fazer fotossíntese numa esplanada com vista sobre o mar. Mas desengane-se quem pensa que este mês não se passa nada na nossa cidade. Nem a chegada da silly season esvazia a agenda cultural e artística do Porto e há obras para ver (e levar para casa) nos quatro cantos da cidade - muitas delas em eventos com entrada livre. De feiras em jardins resguardados do sol a exposições de artistas nacionais e internacionais mais e menos consagrados, seleccionámos cinco ideias para começar o mês com muita arte. Não há desculpa para não se aculturar.

Recomendado: 16 obras de arte para ver no Porto

Cinco ideias para começar o mês com muita arte

© DR
Compras, Arte, artesanato e passatempos

Ver e comprar arte no Abelha VI - Mercado de Arte

icon-location-pin Baixa

É ponto de passagem obrigatória para quem faz e aprecia arte e está de regresso ao Centro Comercial Cedofeita, no sábado, entre as 14.00 e as 20.00. A sexta edição do Abelha, mercado organizado pelo Hive Art Studio, traz ilustração, pintura, cerâmica, fotografia e outros trabalhos da autoria de mais de 40 artistas. É passar por lá, conhecê-los e, quem sabe, ainda acaba a levar uma obra de arte para casa.

ó galeria
©Cláudia Paiva
Arte, Galerias

Arte solidária na exposição To Bee or Not To Bee na Ó! Galeria

icon-location-pin Cedofeita

Como é habitual, a galeria de ilustração dedica o mês de Agosto a uma exposição colectiva temática com obras de mais de 30 artistas portugueses e estrangeiros. Desta vez, as abelhas são protagonistas, já que se pretende “despertar consciências para a ameaça em que esta espécie, fundamental no equilíbrio do ecossistema, se mantém”. Pode visitar a exposição a partir das 16.30 de sábado e dentro do horário da Ó! Galeria até ao final do mês. E, ao comprar uma obra, também está a ajudar, pois 5% do valor reverte a favor da organização internacional Bee Life.

Publicidade
Instalação de Olafur Eliasson no jardim de Versalhes
© DR
Coisas para fazer, Centros culturais

Instalações de Olafur Eliasson no museu e parque de Serralves

icon-location-pin Porto

O Vosso/Nosso Futuro É Agora marca a estreia do artista dinamarquês em Portugal. Olafur Eliasson, conhecido pelas obras de grande escala compostas por materiais como luz, água, humidade e temperatura do ar, construiu um conjunto de novas esculturas e instalações para o Porto. As obras, que irão ocupar o museu e o parque da Fundação de Serralves, foram pensadas para dialogar de forma harmoniosa com a arquitectura do edifício e o espaço verde envolvente. Os preços dos bilhetes, que dão acesso parcial ou total aos espaços de Serralves, estão entre os 10€ e os 18€.

jardim Selina Porto
© João Saramago
Hotéis, Albergues

Desenho e ilustração para dar e vender no Selina Porto

icon-location-pin Cedofeita

A Salamandra - Illustration Market já tem lugar cativo na programação mensal do Selina Porto e regressa com trabalhos de ilustração, cerâmica e fotografia realizados por artistas nacionais ou artistas  internacionais que desenvolvam a sua actividade por cá. Entre as 16.00 e as 21.00 de sábado, poderá encontrar obras de Sara Silva, Pipa de Vinho, Oh Misco, Francisco Fonseca, Elsa Poderosa e Carolina Celas. A feira tem organização da Galeria Oitavo e acontece sempre no amplo jardim do Selina.

Publicidade
© DR
Compras, Livrarias

Oficina de arte urbana em ponto-cruz com Aheneah

icon-location-pin Baixa

Entrelaçar fios não é coisa do passado e Aheneah é prova disso. A artista, que trabalha o ponto-cruz em grande escala e desconstrói a técnica antiga, transpondo-a para a rua, está de volta ao Porto para mais um workshop, sábado, das 10.00 às 17.00, na Luz Natural. Além de aprender as bases do ponto-cruz tradicional, poderá descobrir os métodos para transformar o bordado feito com cruzes de dois milímetros em peças de grande escala, com cruzes 20 vezes maiores. O workshop custa 60€ e inclui todos os materiais.

As galerias de arte que tem de descobrir

Show Me - Design & Art Gallery
©DR
Arte, Design

Show Me – Design & Art Gallery

icon-location-pin Grande Porto

No meio do nada brotam algumas das mais singulares peças de design contemporâneo. A Show Me nasceu em 2009 no centro urbano de Braga e mudou-se para o verde rural de Barcelos em 2012. Numa adega onde antes se guardavam pipas de vinho verde estão hoje peças que mostram novas formas de entender a arte e
 o design. A Show Me é uma das raras galerias nacionais dedicadas ao design contemporâneo. Com peças e instalações únicas, edições limitadas e protótipos, as exposições cruzam a funcionalidade do design industrial com a liberdade criativa da arte, apostando em sangue novo e franjas mais experimentais.

Visitas através de marcação: 916 216 121

Galeria Mario Sequeira
©DR
Arte, Galerias

Galeria Mário Sequeira

icon-location-pin Grande Porto

A própria galeria é uma obra de arte 
– arquitectónica e paisagística. A seis quilómetros do centro de Braga, foi fundada pelo médico Mário Sequeira em 1994 e cedo se tornou um espaço de referência da arte contemporânea em território nacional. No ano 2000 foi o palco da primeira exposição em Portugal dedicada a Andy Warhol e tem acolhido artistas como Richard Long, Gerhard Richter, Julian Opie e Rachel Whiteread. É uma galeria viva, rodeada de tapetes de verde onde pode visitar um parque de esculturas. E continua em expansão – este ano foi erguido um novo edifício para acervo e showroom.

Publicidade
Ala da Frente
©DR
Arte, Galerias

Ala da Frente

icon-location-pin Grande Porto

Na ala da frente do edifício do Museu Bernardino Machado abriu em 2015 
a galeria municipal de Famalicão.
 Um passo de gigante para incentivar
a descentralização cultural, que tem levado ao interior do Minho um balão de oxigénio de arte contemporânea. Por aqui já se mostraram exposições de Alberto Carneiro, Pedro Cabrita Reis, José Pedro Croft, João Queiroz, Rui Chafes e Jorge Molder, cada uma delas acompanhada da edição de um livro. Com curadoria de António Gonçalves, a galeria Ala da Frente continua a mostrar valores de referência da criação artística nacional.

Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães
©DR
Arte, Centros de artes

Centro Internacional das Artes José de Guimarães

icon-location-pin Grande Porto

Está integrado na premiada Plataforma das Artes, a maior e mais dispendiosa obra (17 milhões de euros) da Capital Europeia da Cultura 2012, desdobrada em laboratórios criativos, salas de espectáculos e um centro de arte baptizado com o nome do artista José de Guimarães, que aqui depositou as suas colecções e acervo. As 13 salas de exposição do CIAJG acolhem mostras dedicadas à arte contemporânea em diálogo com artes e culturas de outras épocas, com a curadoria de Nuno Faria.


Publicidade
Shairart
©Wapa
Arte, Galerias

Galeria Shairart

icon-location-pin Grande Porto

É o melhor sítio para descobrir os talentos emergentes da arte contemporânea. Desde 2014 que a Shairart anda a democratizar o acesso à arte através da articulação entre uma plataforma online e uma galeria em Braga. Logo 
à entrada, um café-bar convida a entrar. Lá dentro,
 o espaço convida 
a ficar, por entre salas de exposições e actividades como workshops e aulas de pintura e desenho gratuitos. Com a curadoria de Helena Mendes Pereira, mostra-se o que de novo se produz em pintura, ilustração, desenho, escultura e fotografia. Todas as obras estão disponíveis para aquisição no site.

Publicidade