Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Igreja do Carmo: conheça os seis novos espaços que tem de visitar

Igreja do Carmo: conheça os seis novos espaços que tem de visitar

A Tribuna do Senhor dos Passos, o Salão Nobre, a Sala dos Paramentos, a Sala dos Hábitos, o Auditório e a Sacristia são os espaços da Igreja do Carmo que agora já pode visitar

Por Patrícia Santos |
Publicidade
1/5
© João SaramagoSala dos paramentos da Igreja do Carmo
2/5
© João Saramago"Casa mais estreita do Porto", de acordo com Rui Barbosa
3/5
© João SaramagoTribuna do Senhor dos Passos da Igreja do Carmo
4/5
© João SaramagoSacristia da Igreja do Carmo
5/5
© João SaramagoSalão Nobre da Igreja do Carmo

Em Abril de 2018 “a casa mais estreita do Porto”, situada entre a igreja do Carmo e a igreja das Carmelitas, abriu as portas à cidade. Desde então, todos os interessados puderam visitar o edifício que nasceu sem um propósito e acabou por servir de habitação a capelães, sacristães e artistas, bem como a acolher reuniões secretas durante as Invasões Francesas, durante as Guerras Liberais e até durante o Cerco do Porto, segundo Rui Barbosa, provedor da Ordem do Carmo.

É o próprio que conta à Time Out que o motivo da existência desta casa se deveu a uma falha arquitectónica. Quando a Igreja do Carmo foi construída já existia a das Carmelitas, e era suposto estas tocarem-se, mas as capelas interiores, nas traseiras da mais antiga, criavam saliências que o impossibilitaram. No espaço vazio construiu-se, então, este edifício com três pisos e três aposentos: um quarto, uma sala de estar e uma sala comum com cozinha. Esteve fechado durante muitos anos e passou despercebido a grande parte de quem por ele passava diariamente. Tudo mudou com a sua integração no circuito turístico da Ordem, que inclui também a igreja e as catacumbas.

O sucesso alcançado acabou por ditar, cerca de um ano depois, a abertura ao público de novos espaços. Um deles é a Tribuna do Senhor dos Passos, inaugurada em 1858, nas traseiras do altar, de modo a permitir que os fiéis pudessem beijar o pé do Senhor. Segue-se o Auditório, onde é possível assistir a um breve documentário sobre a história da Ordem. Passando pelas catacumbas (aqui pode apreciar o valioso espólio de prata), encontra o Salão Nobre, local onde se reunia a Mesa que dirigia a Instituição.

A sala dos paramentos, com uma exposição permanente dos paramentos utilizados pelos sacerdotes e duas cadeiras de parto do antigo hospital; a Sala dos Hábitos, onde se guardam os hábitos e as varas usados pelos membros da Mesa em cerimónias públicas; e a Sacristia são os outros novos espaços que não deve deixar de conhecer, em visitas autónomas (3,50€) ou guiadas. As segundas obrigam a reserva (preço sob consulta).

Mais para fazer no Porto

Museu de Farmácia do Porto
© João Saramago
Coisas para fazer, Exposições

Os melhores museus no Porto

A oferta cultural portuense é vasta, apesar de, por vezes, escapar ao radar dos mais distraídos. Não nos faltam livrarias, nem galerias de arte e, no que aos museus diz respeito, também não podíamos estar melhor servidos, já que a quantidade e a qualidade falam por si só. Estão espalhados por todos os recantos da Invicta e há para todos os gostos e épocas, da escultura à imprensa, e do futebol à pintura, pelo que visitá-los devia ser instituído como uma disciplina obrigatória nas escolas do país ou como programa não-facultativo aos fins-de-semana. Para lhe facilitar a vida, preparámos-lhe o roteiro dos melhores museus no Porto, para (re)descobrir a História e as estórias que conservam.

Coisas para fazer

As maiores atracções no Porto

O Porto não é só Foz, nem é só Ribeira, mas sim uma combinação de factores que se juntam para tornar esta cidade na mais bonita do mundo (modéstia à parte, claro). Se anda esquecido dos seus encantos, entre os quais se contam lugares como a Fundação Serralves, o Teatro Nacional São João, a Torre dos Clérigos, a Livraria Lello & Irmão, e a Serra do Pilar, este artigo é para si. Leia-o com atenção, relembre algumas das razões que fazem os turistas apaixonarem-se pela Invicta, e revisite as maiores atracções no Porto.

Publicidade
Viola
©Casa Museu Teixeira Lopes
Arte, Obra-prima

16 obras de arte para ver no Porto

Provavelmente nunca reparou, mas há muitas obras de arte espalhadas pela cidade e, algumas delas, estão mesmo debaixo do seu nariz. A pensar na sua cultura geral e artística, reunimos 16 obras de arte para ver no Porto, de visita obrigatória. Da pintura à escultura, passando pela arte urbana, onde aparecem murais grafitados, até colecções únicas de soldadinhos de chumbo em museus, aqui tem um pouco de tudo. Para admirar sozinho ou acompanhado, com amigos ou em família, pegue nesta lista, dê um passeio pela cidade e aplauda os artistas da Invicta.

You may also like

    Publicidade