As maiores atracções no Porto

Quem disse que os clichês não são bons é porque nunca conheceu as maiores atracções no Porto

Torre dos Clérigos

O Porto não é só Foz, nem é só Ribeira. É uma combinação de factores que fazem desta a cidade mais bonita do mundo (modéstia à parte, claro). Se anda esquecido dos seus encantos, este artigo é para si. Leia-o com atenção, relembre algumas das razões que fazem os turistas apaixonarem-se pela nossa cidade, e revisite as maiores atracções no Porto.

As maiores atracções no Porto

Fundação de Serralves

O Museu de Serralves foi projectado pelo arquitecto Álvaro Siza Vieira, em 1991. Em 1999 foi inaugurado o novo edifício, que se mistura na perfeição com o Parque e com a Casa de Serralves. Além das exposições itinerantes, há muitas outras permanentes, bem como concertos, performances e espectáculos de dança. Tudo isto faz com que Serralves seja uma boa ideia, em qualquer altura do ano.

 

Comprar bilhetes Ler mais
Porto

Coliseu Porto

Com as portas abertas desde 1941, o Coliseu do Porto é mais do que uma sala de espectáculos. O edifício tem assinatura do arquitecto Cassiano Branco e representa um ícone modernista da cidade. É uma peça fundamental desde o princípio dos hábitos de entretenimento dos portuenses e por lá já passaram figuras como Beatriz Costa, Marcel Marceau, Hermínia Silva e Rudolf Nureyev. O valor estético ninguém lho nega e constitui uma referência nas artes e na própria traça da cidade, mantendo uma agenda preenchida e diversificada.

Ler mais
Santa Catarina
Publicidade

Teatro Nacional São João

Foi inaugurado em 1920 e tem um charme clássico repleto de detalhes sofisticados e ornamentos simbólicos. É, também, uma das salas de espectáculos mais contemporâneas da cidade, com uma programação de escolhas criteriosas e desafiantes. Há visitas guiadas de segunda-feira a sábado, que mostram todo o edifício e em que se contam as suas histórias.

Ler mais
Santa Catarina

Jardins do Palácio de Cristal

Desde o século XIX que as gentes se passeiam por estes oito hectares de jardim que acolhem o Palácio de Cristal. Este destino verde é paragem obrigatória para os viciados em miradouros estratégicos com vista panorâmica para o Douro e a cidade. Há bosques, varandas e muito para explorar, como, por exemplo, a Biblioteca Municipal Almeida Garrett ou a Capela de Carlos Alberto da Sardenha.  

Ler mais
Massarelos
Publicidade

Torre dos Clérigos

É o maior ícone do Porto. Foi projectada por Nicolau Nasoni, o arquitecto italiano que mudou a face da cidade no século XVIII, e destaca-se no horizonte da Baixa, com mais de 75 metros de altura. Além da vista espantosa do seu topo, tem uma igreja, e ainda um museu com colecções de arte religiosa, pintura, mobiliário, escultura e paramentaria.

Ler mais
Baixa

Estação de São Bento

São 20 mil azulejos que relatam a história dos transportes, assim como retratos da vida de Portugal. Este é o maior chamariz da Estação de São Bento, inaugurada em 1916, e projectada pelo arquitecto Marques da Silva, um dos mais influentes da cidade no final do século XIX e primeira metade do século XX. Aproveite para tomar um café no local, enquanto aprecia o espaço.

Ler mais
São Bento
Publicidade

Parque da Cidade

Os seus 83 hectares, parte deles junto ao mar, tornam-no especial. É o sítio certo para fazer jogging, caminhadas, ou piqueniques. Mas se não lhe apetecer andar com a marmita atrás, o restaurante Soundwich mata-lhe a fome com refeições ligeiras idealizadas por chefs. No parque há ainda um núcleo rural onde, aos sábados de manhã, se realizam feiras de produtos biológicos.

Ler mais
Foz

Sé Catedral

Impera sobre a cidade desde o século XII e tem acompanhado a passagem do tempo com altivez. Começou por ser um edifício romano-gótico, mas foi sofrendo várias renovações e ampliações, desde apontamentos em estilo barroco a uma intervenção de Nicolau Nasoni. Depois de visitar a igreja e os claustros, parta à descoberta do casario e das ruelas que a rodeiam.

Ler mais
Publicidade

Palácio da Bolsa

Foi construído no início do século XX para os comerciantes do Porto e é hoje um dos monumentos mais visitados da cidade. É um edifico elaborado, feito com o melhor de diversos ofícios artesanais, e tem como ponto alto o Salão Árabe, que além do tom exótico, é totalmente revestido a folha de ouro. 

Ler mais
Miragaia

Mercado do Bolhão

Surgiu de um lamaçal e já conta mais de um século de história. Este mercado não é apenas feito dos produtos frescos e locais que aqui se vendem, é feito também dos comerciantes que, em alguns casos, o ocupam há várias gerações, e de toda a fiel clientela que há anos enche sacos nestas bancas. E é este enraizar de hábitos, cheiros e cores, que faz do mercado do Bolhão um ponto carismático da cidade e de paragem obrigatória.

Ler mais
Santa Catarina
Publicidade

Igreja de São Francisco

Destaca-se pelo contraste da talha dourada com a simplicidade da estrutura gótica, o que a torna uma das igrejas mais notáveis do Porto. É um espaço grandioso e criado para gerar espanto, por isso, é natural que demore algum tempo a absorver toda a informação. Ao lado, fica a Casa do Despacho, com algumas salas dignas de visita e um cemitério com catacumbas.

Ler mais
Miragaia

Serra do Pilar

Com um miradouro sobranceiro sobre o rio Douro, a serra do Pilar é património da humanidade. Nela nasceu um dos mais importantes edifícios da arquitectura clássica europeia: o mosteiro e a igreja da Serra do Pilar, criados para albergar Frades Agostinhos do Mosteiro de Grijó. As marcas da história já deixaram o edifício em ruínas, mas reergueu-se em 1925 e recuperou-se o conjunto museológico. É no seu terraço que é possível admirar toda a marginal ribeirinha, do Porto e Gaia, até à Ponte da Arrábida.

Ler mais
Vila Nova de Gaia
Publicidade

Livraria Lello & Irmão

É considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo. O seu estilo neogótico enche os olhos de quem a admira com detalhes, curvas e ornamentos, sem esquecer as estantes carregadas de livros. É favor reparar também na fachada e, claro, na icónica escadaria vermelha. Hoje em dia a entrada é paga, para dosear o fluxo de visitantes, mas isso dá direito um desconto na compra de livros.

Ler mais
Galerias

Majestic Café

Se a ideia é viajar no tempo e conhecer o Porto antigo, nada como entrar no Café Majestic. O seu estilo Art Nouveau convida a ficar por ali algum tempo a apreciar o espaço, que tem também um serviço de mesa que acompanha a sofisticação arquitectónica. Qualquer altura do dia é boa para ali entrar, podendo-se tomar um simples café ou ficar para jantar.

Ler mais
Santa Catarina
Publicidade

Casa da Música

Vai de certeza encontrar este edifício de formas estranhas em muitos postais da cidade. A Casa da Música tornou-se um dos ícones do Porto e merece sempre uma visita. Tem concertos constantes de vários géneros musicais, assim como um restaurante sofisticado no topo e um café ecléctico no rés-do-chão. Vale a pena fazer uma visita guiada e conhecer ao detalhe esta obra inspirada do arquitecto Rem Koolhaas.

Ler mais
Boavista

Ponte D. Luís I

É um marco da arquitectura do ferro em plena zona histórica do Porto. Foi concluída em 1887 e projectada por Téophile Seyrig, um discípulo de Gustave Eiffel. O seu tabuleiro superior é um dos sítios mais procurados para fotografar a cidade. Já o tabuleiro inferior, no Verão, serve de prancha para os jovens que mergulham no rio.

Ler mais
Baixa
Publicidade
Ribeira

Ribeira

As ruas estreitas, as casas coloridas e a ligação ao rio fazem da Ribeira uma das zonas mais interessantes do Porto. É uma das mais antigas da cidade e mantém vestígios dos vários tempos que atravessou, podendo-se perceber essa evolução nos materiais expostos na Casa do Infante. Também não lhe faltam restaurantes, bares e lojas para conhecer.

Foz do Douro

Foz do Douro

Quando é de luz e mar que se fala, este é o sítio que os portuenses mais procuram. Aliás, esta zona começou por ser uma estância balnear, no século XIX, mas rapidamente a cidade a absorveu. Hoje é sítio de passeios a pé, de conversas nas esplanadas, de mergulhos no mar e de compras nas muitas lojas, sem esquecer os diversos restaurantes espalhados pela zona. A pérgula, inspirada no sul de França, dá-lhe um toque permanentemente estival.

Publicidade

Explorar o Porto

40 coisas que tem de saber sobre o Porto

Corremos as ruas do Porto à procura de segredos e curiosidades sobre a cidade. O resultado é uma lista de 40 coisas que tem de saber sobre o Porto para impressionar e quebrar o gelo em qualquer situação. Vamos a isto?

Ler mais
Por Editores da Time Out Porto

Os melhores museus no Porto

Nem todas as cidades podem orgulhar-se da quantidade e da qualidade dos seus museus como o Porto. Aqui há museus para todos os gostos e épocas, da escultura à imprensa, do futebol à pintura... Por isso, visitar os melhores museus no Porto devia ser instituído como uma disciplina obrigatória nas escolas do país ou como programa definido aos fins-de-semana.

Ler mais
Por Editores da Time Out Porto
Publicidade

Comentários

0 comments