A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Filme, Cinema, Caça-fantasmas 2 (1989)
©DRCaça-fantasmas 2 de Ivan Reitman

Os melhores filmes de passagem de ano

Já em contagem decrescente para o réveillon, eis cinco filmes de passagem de ano em que as 12 badaladas são fundamentais.

Escrito por
Eurico de Barros
e
Tiago Neto
Publicidade

A passagem de ano serve, há décadas, de pano de fundo para cenas e momentos marcantes no pequeno e no grande ecrã. E habituamo-nos a pautar a altura com essa ajuda, por entre risos eufóricos e melancolia alimentada a doçaria e a álcool. Comédias românticas, dramas, policiais e filmes fantásticos, todos eles têm uma coisa em comum: as badaladas do relógio a marcar o passo para a acção. Na lista que se segue damos-lhe algumas das obras obrigatórias à passagem do ano e ao começo do novo. Mate saudades da confusão benigna de réveillons passados, enquanto vê um destes filmes em que a passagem de ano serve de pano de fundo.

Recomendado: Cinco séries para ver na noite de passagem de ano

Os melhores filmes de passagem de ano

O Apartamento

O enredo desta comédia negra e cínica realizada por Billy Wilder, a partir de um argumento de I.A.L. Diamond, desenreda-se entre a quadra natalícia e a passagem de ano. Jack Lemmon faz de empregado de uma grande empresa que empresta o apartamento aos chefes para eles estarem com as amantes. É uma maneira de subir na vida e na carreira que lhe parece tão boa como qualquer outra, até que uma das amantes, interpretada por Shirley MacLaine, por acaso a colega por quem ele está apaixonado, se tenta suicidar.

Os Onze de Oceano

Muito antes de Steven Soderbergh convidar George Clooney para dar corpo a Danny Ocean, o papel pertenceu a Frank Sinatra, nesta fita rodada por Lewis Milestone em 1960. E, no lugar de Brad Pitt e companhia, ao seu lado estavam outras figuras do chamado rat pack, como Dean Martin, Peter Lawford, Sammy Davis Jr. ou Joey Bishop, e mais uns quantos nomes, nos papéis de 11 veteranos da II Guerra Mundial que se reúnem para roubar simultaneamente cinco casinos em Las Vegas. Na véspera de Ano Novo.

Publicidade

Os Caça-Fantasmas 2

Cinco anos depois do primeiro Caça-Fantasmas (1984), Bill Murray, Ernie Hudson e os argumentistas Dan Aykroyd e Harold Ramis voltaram a vestir a pele de Peter Venkman, Winston Zeddemore, Raymond Stantz e Egon Spengler, neste filme de Ivan Reitman. A acção passa-se mais uma vez em Nova Iorque e, apesar desta sequela ficar aquém do original, tem uma coisa que o primeiro não tem: o argumento culmina na noite da passagem de ano, e até temos direito a uma interpretação de "Auld Lang Syne" quase no final.

Os Amigos de Peter

Por altura da passagem de ano, Peter (Stephen Fry) reúne os seus velhos amigos e colegas do grupo teatral da Universidade de Cambridge na mansão que herdou do pai. À medida que as horas passam, neste filme realizado, produzido e interpretado por Kenneth Branagh, percebemos que a vida adulta não tem corrido de feição a todos e que cada um está a lidar com os seus problemas. E isto é antes de Peter revelar a razão pela qual os convidou para passarem o ano juntos.

Publicidade

Quatro Quartos

É um dos grandes filmes ambientados no último dia do ano, altura em que o empregado de um hotel (Tim Roth) entra nos quatro quartos que dão o nome ao filme. E em cada um encontra uma história diferente. Allison Anders, Alexandre Rockwell, Robert Rodriguez e Quentin Tarantino filmam cada um o seu quarto, e o elenco inclui, entre outros actores, Madonna, Jennifer Beals, Antonio Banderas, Bruce Willis e o próprio Tarantino.

Mais filmes para ver

  • Filmes

Primeira conclusão: há menos polícias – e os que há nem sempre são dos bons ou têm um papel importante – do que bandidos no cinema policial. Segunda conclusão: há muitos figurões, movendo-se na zona cinzenta da sociedade, manipulando o mal, mostrando as muitas formas do crime. Mais coisa menos coisa é assim neste género tão apreciado por Hollywood, por produtores de outras paragens, e principalmente pelo público, que tantas vezes simpatiza com o malfeitor, ou pelo menos com os seus motivos, como acontece em boa parte dos 20 filmes que seguem e que ao longo do tempo marcaram o cinema. Recomendado: 12 grandes filmes de piratas

  • Filmes

Se é de um filme bem-disposto que anda a precisar, pare já esse scroll infinito pela lista da Netflix. Juntamos alguns dos melhores feel good movies (como dizem lá na América) que pode assistir agora no serviço de streaming. Não são necessariamente comédias românticas. Há, por exemplo, quem se divirta ao máximo com atribuladas aventuras em mundos apocalípticos (sim, zombies) ou com um Pai-Natal animado e todo tatuado. Nesta lista encontra vários géneros do cinema que em comum têm aquela vontade de nos fazer abraçar a boa disposição. E a pessoa do lado. Recomendado: As melhores séries para ver na Netflix

Publicidade
  • Filmes

Há qualquer coisa de fantástico que nos faz inclinar para a frente sempre que o assunto são piratas. Talvez assim não fosse para todos aqueles que sofreram abordagens à lei da espada – e da bala –, mas quando o assunto é aventura e pilhagens em alto mar, a curiosidade dispara, e a imaginação segue-lhe o caminho. O imaginário da pirataria conquistou a humanidade pelos livros desde o seu começo, e mais tarde, foi o cinema a seguir-lhe o rasto e a transportar aos olhos tudo o que as letras já haviam descrito. Douglas Fairbanks, Errol Flynn, Burt Lancaster, Gene Kelly, Robert Shaw, Johnny Depp e até actrizes como Jean Peters, Genevieve Bujold e Geena Davis interpretam as personagens que nos deliciaram. E estes são os 12 grandes filmes de piratas que o comprovam. Recomendado: Os melhores filmes de luta no cinema

  • Filmes

Os anos 80 estão hoje na cabeça de todos: uma explosão violeta de sons de sintetizador, filmes de acção e as maiores superproduções de Verão de todos os tempos. Foi uma década que aperfeiçoou a obra-prima de ficção científica em versão Hollywood, mas a nossa lista dos melhores filmes dos anos 80 inclui alguns clássicos mais intemporais de realizadores canónicos como Martin Scorsese e David Lynch, que são tão parte da história daquela época como os filmes que levaram multidões às salas. Para ver e rever. Recomendado: 75 dos melhores filmes clássicos de todos os tempos

Publicidade
  • Filmes

Já se fez muito bom cinema erótico. O Porteiro da Noite, de Liliana Cavani, História de O, de Just Jaeckin, ou A Pianista, de Michael Haneke, foram rodados entre os anos 70 e o início do século XXI, e são alguns dos filmes eróticos e de temática sadomasoquista que entraram para a história do cinema pela sua ousadia e qualidade. Mas não são os únicos. Com argumentos originais ou baseados em livros, com uma pitada de realidade ou fruto do génio criativo, mais e menos polémicos, eis nove filmes eróticos e de sadomasoquismo indispensáveis. Recomendado: 75 dos melhores filmes clássicos de sempre

  • Filmes

Comédias e westerns, policiais e melodramas, ficção científica e fantástico, sem esquecer o musical, há de tudo nesta lista preenchida com 75 dos melhores filmes clássicos. Nela encontramos obras de alguns dos melhores realizadores da história do cinema, como Buster Keaton, Fritz Lang, Ingmar Bergman, John Ford, Howard Hawks, Federico Fellini, François Truffaut, Jean-Luc Godard, Luchino Visconti ou Martin Scorsese, entre muitos, muitos outros. Pode ser o início de uma colecção de grandes obras do cinema mundial em DVD ou Blu-ray. Ou ainda uma lista para orientação no YouTube, onde se encontram vários destes títulos em boas cópias.    Recomendado: Os melhores filmes musicais deste século

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade