A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Schitts Creek
Photograph: Courtesy Pop TV Schitt’s Creek

Sete séries para ver em Novembro

Se já estava difícil conciliar a agenda com tantas séries para ver, em Novembro as contas ficam mais complicadas.

Sebastião Almeida
Escrito por
Sebastião Almeida
Publicidade

Novembro começa com estrondo. Schitt's Creek, a série canadiana vencedora de nove Emmys, chega finalmente à televisão portuguesaMas há muito mais para ver, incluindo um peso pesado: The Crown está de regresso à Netflix para uma quarta temporada. Desta vez, a trama passa-se entre os anos 1970 e 1990 e já conta com a presença de Lady Di. Por outro lado, a AMC estreia no cabo Soulmates, enquanto a HBO estreia dois novos dramas. Damos-lhe uma ajuda a organizar a agenda e dizemos-lhe sete séries para ver em Novembro (The Mandalorian estreou-se no final de Outubro, mas saem episódios novos todas as semanas).

Recomendado: Seis novas séries da Netflix que vale a pena ver

Sete séries para ver em Novembro:

Auga Seca

A cornucópia de mentiras e segredos desta produção luso-galaica continua no ponto em que a deixámos há quase dois anos: o assassinato de Fran, filho de Mauro Galdón (Monti Castiñeras), em frente à esquadra. As descobertas que ele poderá ter feito morrem com ele, para desgosto de Teresa (Victoria Guerra), que se sente culpada por lhe ter contado das suas suspeitas sobre os movimentos da maquinaria de água seca. O suspeito é Abel Furtado (Igor Regalla). Mauro quer vingança e pede a Lázaro (Adriano Luz) que o mate.

RTP1. Qua 21.00. Estreia a 3 de Novembro (T2)/ RTP Play/ HBO. Estreia a 5 de Novembro (T2)

The Premise

Criada e apresentada por B.J. Novak, The Premise é composta por uma série de histórias curtas e independentes umas das outras, como que contos de contornos filosóficos, que ilustram temas de actualidade e questões morais e sociais do nosso tempo: controlo de armas, identidade, fama, justiça social, sexo, redes sociais, capitalismo, tudo num registo em que comédia e drama podem conviver sem problemas. 

Disney +. Estreia a 3 de Novembro

Publicidade

O primeiro original português da Netflix põe o Ribatejo no centro da acção da Guerra Fria, nos anos 1960 e em plena ditadura do Estado Novo, em movimentações de espionagem, contra-espionagem e propaganda entre norte-americanos e soviéticos. João Vidal (Miguel Nunes), filho de um governante da ditadura, está ao serviço do KBG na RARET, o centro de retransmissão gerido pela CIA em Portugal, a tentar perceber o que aconteceu com Mia (Victoria Guerra), que desapareceu sem deixar rasto. São dez episódios realizados por Tiago Guedes e escritos pela equipa de argumentistas liderada pelo criador Pedro Lopes.

Netflix. Estreia a 5 de Novembro

O Assassino Improvável

Esta minissérie de produção sueca explora, sob a forma de ficção, a tese segundo a qual o assassino do ex-primeiro-ministro Olof Palme, a 28 de Fevereiro de 1986, em Estocolmo, foi o designer gráfico Stig Engström, que originalmente se apresentou como uma das testemunhas. Como é que ele, apesar de ter planeado mal o crime e cometido vários erros, conseguiu enganar a polícia até cometer suicídio, em 2000?

Netflix. Estreia a 5 de Novembro

Publicidade

The North Water

Jack O’Connell e Colin Farrell são os principais intérpretes desta série passada em meados do século XIX. Patrick Sumner, um antigo cirurgião do Exército caído em desgraça, inscreve-se como médico de bordo num navio baleeiro que vai zarpar para o Árctico, esperando escapar aos horrores do passado recente. A bordo do navio, conhece o arpoador Henry Drax, um homem brutal e totalmente desprovido de princípios.

HBO. Estreia a 7 de Novembro

Dexter: New Blood

Quando o conhecemos, em 2006, era um técnico forense especializado em padrões de sangue. Um tipo reservado e sem interesse para todos os que trabalhavam naquela esquadra de Miami, com excepção da irmã, Debra Morgan (Jennifer Carpenter), uma detective durona com queda para ignorar a hierarquia. Depois, percebemos que Dexter (Michael C. Hall, saído de Sete Palmos de Terra) tinha jeito com lâminas – e era um serial killer, que perseguia e matava qualquer criminoso que fugisse às teias da justiça. A série pegou de estaca, mas terminaria de forma inglória à oitava temporada. Regressa agora sob o título Dexter: New Blood, após quase uma década, para resolver final tragicamente desinspirado. Camuflado numa outra vida, mas com os impulsos sanguinários de sempre.

HBO. Estreia a 8 de Novembro

Publicidade

La Brea

Numa manhã de trânsito infernal em Los Angeles, uma enorme cratera abre-se no meio de uma estrada, engolindo automóveis, pessoas e edifícios. Os que foram precipitados no colossal buraco vêem-se numa misteriosa e primitiva terra, tendo de se unir aos seus habitantes para sobreviverem. A família Harris é uma das muitas que ficou separada por esta catástrofe, enquanto o resto do mundo tenta perceber o que aconteceu.

TVCine Action. Estreia a 10 de Novembro. Qua 22.10

Dopesick

Inspirada no best-seller escrito por Beth Macy, esta série criada por Danny Strong (Empire) atira-se à pior epidemia de drogas da história dos EUA: a epidemia dos opióides. Com Michael Keaton, Peter Sarsgaard, Michael Stuhlbarg e Rosario Dawson no elenco, Dopesick centra-se nos efeitos devastadores que a ganância das grandes farmacêuticas e a procura do lucro a qualquer custo tiveram no país, a partir de uma comunidade mineira na Virgínia. Na data de estreia, serão disponibilizados dois dos oito episódios. A partir daí, há um novo todas as quartas-feiras. Barry Levinson (que tem um Óscar por Encontro de Irmãos) realiza.

Disney+. Estreia a 12 de Novembro

Publicidade

The Shrink Next Door

Paul Rudd e Will Ferrell são os principais intérpretes desta série de comédia negra sobre a estranha relação entre um célebre psiquiatra, o Dr. Isaac Herschkopf (Rudd), e um seu paciente de longa data, Martin “Marty” Markowitz (Ferrell), em que o clínico acabou por se insinuar na casa e na vida profissional deste. The Shrink Next Door é inspirado em acontecimentos reais descritos no podcast com o mesmo nome.

Apple TV+. Estreia a 12 de Novembro

O Mundo Segundo Jeff Goldblum

Jeff Goldblum (sim, o actor de Parque Jurássico e A Mosca) cruza os EUA de costa a costa à procura de fãs apaixonados, especialistas e cientistas que matem a sua curiosidade insaciável. Nesta segunda temporada, parte em busca do Big Foot nas misteriosas florestas da Califórnia, dança com um leão-marinho e tenta que a dupla Penn & Teller lhe revele os segredos da magia. E ainda tem tempo para conhecer o animador que partilha com ele a ficha técnica de Parque Jurássico: Phil Tippet (vencedor de um Óscar por esse trabalho).

Disney+. Estreia a 12 de Novembro (T2)

Publicidade

Tiger King

Série sensação no ano passado, Tiger King está de volta para nos embrenhar na vida peculiar do mais excêntrico dos zoólogos, Joe Exotic, agora atrás das grades. E se achávamos que já nada nos surpreenderia, esta segunda temporada vem provar o contrário. Há segredos, homicídio, caos, loucura e o regresso de “aminimigos” de Joe (ou mesmo inimigos clássicos) como Jeff Lowe, Tim Stark, Allen Glover e James Garretson.

Netflix. Estreia a 17 de Novembro (T2)

A Roda do Tempo

Eis o próximo épico a tentar ocupar o espaço deixado vago por A Guerra dos Tronos. Trata-se de uma série de fantasia baseada na saga homónima de Robert Jordan, 15 best-sellers publicados entre 1990 e 2013 (os últimos três completados por Brandon Sanderson após a morte do autor, em 2007). A história cruza mitologias orientais e ocidentais, numa eterna e cíclica luta entre o Bem e o Mal. A primeira temporada centra-se em Moiraine (Rosamund Pike), que pertence a uma poderosa organização de mulheres, as Aes Sedai, e vai acompanhar cinco jovens numa viagem pelo mundo. Um deles profetizado como Dragão Renascido, ou seja, alguém que poderá salvar ou destruir a humanidade.

Amazon Prime Video. Estreia a 19 Novembro

Publicidade

Cowboy Bebop

O western espacial mais querido – e famoso, e cool – da anime japonesa está prestes a estrear-se em modo live action. John Cho (Star Trek) dará corpo ao janota – e mortífero – Spike Spiegel, um caçador de recompensas no encalço de criminosos em fuga. A série, no entanto, centrar-se-á mais na história de Spike, e no seu passado com o perigoso Sindicato, do que em adaptar cada perseguição da versão original. O restante bando será interpretado por Mustafa Shakir (Luke Cage), como Jet Black, e Daniella Pineda (Mundo Jurássico: Reino Caído), como Faye Valentine. André Nemec (Tartarugas Ninja: Heróis Mutantes) é o showrunner e a banda sonora é do compositor da série original, Yoko Kanno.

Netflix. Estreia a 19 de Novembro

The Great

Com Peter (Nicholas Hoult) a dar lugar a Catarina (Elle Fanning) no trono russo, está aberto o caminho para esta conquistar o epíteto com que ficou na História: A Grande. No entanto, o seu idealismo vai levar um banho de realidade, porque não é propriamente fácil “libertar” um país que não quer ser libertado. A relação do casal também se vai alterar, à medida que Catarina tem de se confrontar com a corte e com a própria mãe (Gillian Anderson).

HBO. Estreia a 20 de Novembro (T2)

Publicidade

The Beatles: Get Back

A promessa de Peter Jackson (O Senhor dos Anéis) é de deixar em pulgas os mais refestelados e tranquilos dos fãs de Beatles: uma série documental “feita inteiramente a partir de imagens restauradas nunca antes vistas”. Em causa estão as sessões de gravação de Janeiro de 1969 – ou seja, as de Let It Be –, que culminariam no famoso concerto no terraço da sede da Apple Corps, em Savile Row, Londres. O material esteve meio século guardado e vai poder ser visto em três dias consecutivos, para dar um retrato intimista de John, Paul, George e Ringo e mergulhar no processo criativo da banda, que chegaria ao fim em Setembro desse ano, depois de gravarem ainda um outro álbum, Abbey Road.

Disney+. Estreia a 25, 26 e 27 de Novembro

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade