A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
A Vida em Cores
Gavin ThurstonA Vida em Cores

Cinco séries novas da Netflix que tem de ver

Nos últimos meses multiplicam-se as estreias no serviço de streaming. Estas são as melhores séries novas da Netflix.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Não é possível falar de séries sem falar da Netflix. Afinal, é muito graças à forte aposta deste serviço de streaming na produção audiovisual que o panorama televisivo melhorou nos últimos anos. É a nova era dourada da televisão e todas as semanas se estreiam séries e filmes que só se encontram na Netflix. O difícil muitas vezes é, na verdade, acompanhar o ritmo. Como escolher o que ver quando há tantas e tão variadas opções? Damos-lhe uma ajuda, apontando as séries novas da Netflix que vale a pena ver. 

Recomendado: Minisséries da Netflix que vale a pena ver

Séries novas da Netflix que vale a pena ver:

1. The Woman in the House Across the Street From the Girl in the Window

Comédia dramática criada por Hugh Davidson, Larry Dorf e Rachel Ramras, os mesmos de Nobodies. Kristen Bell, que também participou nessa série, dá aqui corpo a uma mulher de coração partido, Anna, que passa o tempo deprimida à janela, de copo na mão. Até que o novo vizinho lhe desperta o interesse – talvez a vida volte ao normal. Mas um horrível homicídio que Anna julga ter testemunhado transforma esta minissérie de sátira em thriller. 

2. Arquivo 81

Terror e policial combinam-se em Arquivo 81, que se centra em Dan Turner, um arquivista que aceita restaurar uma colecção de cassetes de vídeo danificadas, feitas por Melody Pendras, uma documentarista que investigava uma obscura e perigosa seita. À medida que avança no seu trabalho, Turner começa a ficar obcecado por descobrir o que terá acontecido à documentarista. Produzido por James Wan (Saw – Enigma Mortal).

Publicidade

3. A Jornalista

Anna Matsuda é uma prestigiada e respeitada repórter de um grande jornal japonês, conhecida como “a rebelde da comunicação social”, pela determinação e inflexibilidade que põe nas suas investigações, para conseguir chegar à verdade que está por trás de cada história. Confrontada com escândalos políticos e casos de corrupção, Anna faz questão de os denunciar, contra todos os obstáculos que lhe ponham à frente.

4. Iguarias Divinais: México

A premissa desta nova série da Netflix sobre hábitos gastronómicos é, no mínimo, inusitada: a comida que os mexicanos odeiam adorar. Em seis episódios, testam-se estômagos com micheladas, batatas fritas (mas "épicas"), doces fritos, pão com gelatina, burritos do tamanho de bebés, tortas selvagens e pão doce. Tudo é possível nesta cozinha. Tudo é exagero. Tudo é pornograficamente apelativo. "Não há regras", diz uma das entrevistadas. Haja apetite – e imaginação.

Publicidade

5. Gente Ansiosa

Apresentada como uma comédia dramática, esta minissérie sueca adapta o bestseller homónimo de Fredrik Backman. É a história de um segredo partilhado por uma agente imobiliária grávida, um milionário suicida, dois entusiastas do IKEA e um “coelho”, todos eles sequestrados durante uma sessão imobiliária de casa aberta por um assaltante que roubou um banco sem dinheiro. Dois agentes da polícia, pai e filho, tomam conta do caso.

6. Fica Por Perto

Um fotojornalista, uma dona de casa e mãe de três filhos, e um detective de homicídios guardam segredos daqueles que lhes são mais próximos. Quando uma velha amiga daquela traz uma notícia que os afecta a todos, o passado regressa para os assombrar, ameaçando arruinar as suas vidas e as dos que os rodeiam. O que irão eles fazer para o impedir? Com Richard Armitage, James Nesbitt, Cush Jumbo e Sarah Parish.

Publicidade

7. Murderville

O detective Terry Seattle (Will Arnett), da Brigada de Homicídios de Los Angeles, tem que resolver um crime em cada episódio desta série de comédia, com a ajuda de uma celebridade convidada, um verdadeiro parceiro de luxo, como Conan O’Brian ou Ken Jeong. Só que estas nunca chegam a receber os guiões dos episódios nem fazem ideia do que lhes está a acontecer, e por isso têm que improvisar ao lado de Terry.

Mais séries para ver:

  • Filmes

As listas, como quase tudo nesta vida, são relativas. Mas depois de enchermos uma espécie de conselho de administração com loucos de séries televisivas e outros consultores da redacção da Time Out, chegámos a estas 25. Portanto, se vai começar a disparar insultos e a pedir justificações para as suas séries de comédia preferidas não estarem aqui avisamos já que não vai ter sucesso. Podiam ser outras, mas são estas. E pedimos desculpa às que ficaram de fora. Mais um alerta à tripulação: estas séries de comédia estão ordenadas apenas por ordem alfabética, que não queremos alimentar ainda mais a polémica. Ria-se connosco.  Recomendado: Séries a não perder este mês

  • Filmes

Começou timidamente em Portugal, com uma mão cheia de bons conteúdos e algumas apostas menos conseguidas. Com o passar dos anos, ganhou terreno, fez muitos de nós trocar as noitadas na rua pelas noites no sofá e na cama, e é difícil imaginar a vida sem saber que a temos ali. Filmes, séries, documentários, docusséries, há muito material para ver e fazer verdadeiras maratonas visuais sem sair de casa (e mesmo se o quiser fazer, é só levá-la no telefone). Junte-se à febre do streaming e conheça as melhores séries para ver na Netflix. Recomendado: As 25 melhores séries de comédia

Publicidade
  • Filmes

Ter menos coisas é sinónimo de mais tempo e liberdade para fazer o que lhe dá prazer. Mas ser minimalista não significa abdicar de todas as suas posses materiais nem deixar de consumir. Significa, sim, livrar-se do que não é essencial e aprender a consumir melhor. Para o ajudar a pôr a vida em ordem, reunimos duas séries e dois documentários sobre o poder do menos. Desde Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, do movimento The Minimalists, até à guru da organização Marie Kondo, estes são os professores e as lições de que precisa para aprender mais sobre minimalismo, organização, casas pequenas e desperdício zero.

Recomendado: Três documentários sobre sustentabilidade para ver em casa

 

  • Filmes

É verdade que os serviços de entrega de comida continuam a levar o melhor dos restaurantes às nossas casas, mas não é a mesma coisa. Ainda bem que existem séries e documentários que ajudam a matar saudades das histórias dos chefs, das paredes dos restaurantes, e muito mais. Há de tudo nesta ementa: desde clássicos modernos, como Anthony Bourdain: No Reservations e Jiro Dreams of Sushi, a fenómenos mais recentes, como Ugly Delicious. E sim, bem sabemos que o efeito destas incursões audiovisuais não é propriamente o que queremos, tendo em conta que há pouco mais a fazer do que fazer rusgas ao frigorífico. Esta lista é para comer tudo com os olhos e nada com a boca. O que já não é pouco.

Recomendado: 80 restaurantes no Porto com entregas take-away

Publicidade
  • Filmes

Há cada vez mais e melhores séries de super-heróis na televisão. Dos personagens da DC no chamado Arrowverse do canal CW – Arrow, The Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl – à comitiva da Marvel na Netflix – Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, Os Defensores e O Justiceiro –, passando pelos inúmeros vigilantes (e não só) que se desdobram por outros canais e plataformas, sem se inserirem num complexo universo partilhado, com Watchmen da HBO à cabeça.

Mas não é de agora que há super-heróis na televisão: há uma ou outra velha série que merece ser revista. A começar pelos desenhos animados de Batman dos anos 90.

Recomendado: 12 grandes filmes de piratas

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade