Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Seis minisséries da Netflix que vale a pena ver
Madam C. J. Walker
Madam C. J. Walker: Um Vida Empreendedora (2020)

Seis minisséries da Netflix que vale a pena ver

Se não tem paciência para acompanhar duas, três ou mais de dez temporadas, veja estas minisséries na Netflix

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

As minisséries têm vantagens relativamente às séries e aos filmes. Por um lado, não se arrastam demasiado (como um certo drama médico), por outro, permitem desenvolver melhor a história e os personagens. Se não tem paciência para um sem fim de temporadas, mas apetece-lhe fazer uma maratona ao fim-de-semana (ou, por que não, apenas num dia), há pelo menos seis minisséries na Netflix que vale a pena ver. Adaptações de livros ou narrativas inspiradas em casos reais, mistérios policiais ou dramas, há propostas para todos os gostos. Só tem de escolher.

Recomendado: As melhores séries para ver na Netflix

Seis minisséries para ver na Netflix

1. Deep Water (2016)

Apesar de não estar identificada como minissérie na plataforma de streaming, esta produção australiana, inspirada nos casos reais de centenas de assassinatos homofóbicos ocorridos em Sidney nas décadas de 80 e 90, é composta por apenas quatro episódios. A história acompanha os detectives Tori Lustigman (Yael Stone) e Nick Manning (Noah Taylor) na investigação de uma série de assassinatos em Bondi Beach: as vítimas são todas homens homossexuais.

2. Alias Grace (2017)

Baseada no premiado romance histórico de Margaret Atwood, esta minissérie canadiana de seis episódios acompanha a história de Grace Marks (Sarah Gadon), uma jovem irlandesa condenada a prisão perpétua, no Canadá do século XIX, pelo assassinato brutal do seu patrão e da governanta da casa, Nancy Montgomery (Anna Paquin). Apaixonado por Grace, o psiquiatra Simon Jordan (Edward Holcroft), responsável por avaliar se a suposta assassina deve ou não ser perdoada por insanidade, fará de tudo para descobrir a verdade sobre o caso.

Publicidade

3. Godless (2017)

Esta minissérie americana, produzida por Scott Frank, remete para os clássicos do faroeste em sete episódios, num total de sete horas e meia. A narrativa, ambientada na década de 80 do século XIX, acompanha o implacável fora-da-lei Frank Griffin (Jeff Daniels), que aterroriza o Novo México à procura de Roy Goode (Jack O'Connell), um antigo membro do seu bando que encontrou uma nova vida em La Belle, uma cidade que, depois de um desastre numa mina, é habitada praticamente só por mulheres – homens são apenas dois ou três velhos, o xerife cada vez mais míope e desacreditado e o seu assistente.

4. Collateral (2018)

Nesta minissérie britânica, produzida pela BBC e composta por quatro episódios com quase uma hora cada, a detective londrina Kip Glaspie (Carey Mulligan) descobre, ao investigar o assassinato aparentemente aleatório de um entregador de pizzas, uma intrincada conspiração de traficantes de droga, contrabandistas e espiões. 

Publicidade

5. Madam C. J. Walker: Uma Vida Empreendedora (2020)

Baseada em factos reais, esta minissérie de quatro episódios conta como Sarah Breedlove, uma lavadeira afro-americana de origens humildes, construiu um império de produtos de beleza e se tornou milionária. Além de Octavia Spencer no papel da protagonista, o elenco principal conta ainda com Blair Underwood, Tiffany Haddish, Carmen Ejogo, Garrett Morris e Kevin Carroll.

6. The English Game (2020)

Apesar de a expectativa de haver mais do que uma temporada, esta produção britânica, inspirada em factos históricos mas com muitos acontecimentos fictícios, estreou-se este ano como uma minissérie de seis episódios sobre dois futebolistas do século XIX em lados opostos de um fosso social, que enfrentam desafios profissionais e pessoais para mudarem o jogo – e Inglaterra – para sempre. Os protagonistas são o britânico Arthur Kinnaird (Edward Holcroft), considerado por muitos a primeira estrela do futebol, e o escocês Fergus Suter (Kevin Guthrie), reconhecido como o primeiro futebolista profissional.

Mais para ver

Seinfeld dvd cover art
Photograph: Sony Pictures

As 25 melhores séries de comédia

Filmes

As listas, como quase tudo nesta vida, são relativas. Mas depois de enchermos uma espécie de conselho de administração com loucos de séries televisivas e outros consultores da redacção da Time Out, chegámos a estas 25. Portanto, se vai começar a disparar insultos e a pedir justificações para as suas séries de comédia preferidas não estarem aqui avisamos já que não vai ter sucesso. Podiam ser outras, mas são estas. E pedimos desculpa às que ficaram de fora. Mais um alerta à tripulação: estas séries de comédia estão ordenadas apenas por ordem alfabética, que não queremos alimentar ainda mais a polémica. Ria-se connosco.  Recomendado: Séries a não perder este mês

La La Land
©IMDB

Os melhores filmes musicais deste século

Filmes

A exemplo do western, o filme musical é um género clássico cuja morte é regularmente anunciada. Mas a verdade é que continuam a ser feitos musicais nos Estados Unidos e também, a espaços, na Europa. Certo é que a força não é a mesma que fez de títulos como O Feiticeiro de Oz ou Serenata à Chuva pedaços inesquecíveis de cinema, mas se as grandes produções dentro do género continuam a levar gente às salas de cinema e, mais tarde, aos sofás de casa, é um claro sinal de que alguma coisa continua a ser bem feita. Na lista que se segue encontra alguns desses exemplos; cinema bem feito, com um toque fresco, com uma visão diferente, com uma prestação memorável. São os melhores filmes musicais deste século. Recomendado: Os melhores e os piores filmes da Marvel

Publicidade
Leaving Neverland
©IMDB

Oito documentários para ver na HBO

Filmes

A oferta ainda não é muita nesta parcela de entretenimento, mas a HBO caminha para construir uma biblioteca de ofertas cada vez mais variada e espera-se que chegue a Portugal uma boa tranche daquilo que está disponível na plataforma do lado de lá do Atlântico. Para já, há alguns títulos que devem fazer parte da lista de obrigatórios; histórias de crime, de fraude, histórias de impérios que se perdem e voltam a erguer-se, histórias de coragem contra sociedades e governos e mentalidades. Estes oito documentários na HBO são alguns dos melhores que se encontram pelo vasto mundo do streaming, e só tem de sentar-se e vê-los. Recomendado: As melhores séries para ver na Netflix

Piratas das Caraíbas
©DR

12 grandes filmes de piratas

Filmes

Há qualquer coisa de fantástico que nos faz inclinar para a frente sempre que o assunto são piratas. Talvez assim não fosse para todos aqueles que sofreram abordagens à lei da espada – e da bala –, mas quando o assunto é aventura e pilhagens em alto mar, a curiosidade dispara, e a imaginação segue-lhe o caminho. O imaginário da pirataria conquistou a humanidade pelos livros desde o seu começo, e mais tarde, foi o cinema a seguir-lhe o rasto e a transportar aos olhos tudo o que as letras já haviam descrito. Douglas Fairbanks, Errol Flynn, Burt Lancaster, Gene Kelly, Robert Shaw, Johnny Depp e até actrizes como Jean Peters, Genevieve Bujold e Geena Davis interpretam as personagens que nos deliciaram. E estes são os 12 grandes filmes de piratas que o comprovam. Recomendado: Os melhores filmes de luta no cinema

Publicidade
Citizen Kane
©DR

75 dos melhores filmes clássicos de sempre

Filmes

Comédias e westerns, policiais e melodramas, ficção científica e fantástico, sem esquecer o musical, há de tudo nesta lista preenchida com 75 dos melhores filmes clássicos. Nela encontramos obras de alguns dos melhores realizadores da história do cinema, como Buster Keaton, Fritz Lang, Ingmar Bergman, John Ford, Howard Hawks, Federico Fellini, François Truffaut, Jean-Luc Godard, Luchino Visconti ou Martin Scorsese, entre muitos, muitos outros. Pode ser o início de uma colecção de grandes obras do cinema mundial em DVD ou Blu-ray. Ou ainda uma lista para orientação no YouTube, onde se encontram vários destes títulos em boas cópias.    Recomendado: Os melhores filmes musicais deste século

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade