A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lixo
© DR

2019 foi ano de recorde na reciclagem do Porto

Por Bárbara Baltarejo
Publicidade

O centro de gestão de resíduos da Lipor, em Baguim do Monte, superou em 2019 todos os números de 2018, quer no que diz respeito aos resíduos recicláveis, quer aos biorresíduos e ao lixo indiferenciado. Estes dados são referentes ao Porto e a outros sete municípios abrangidos pela Lipor: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

Vamos aos números. Os materiais depositados pelos cidadãos nos ecopontos e ecocentros e entregues através da recolha selectiva foram os que tiveram um aumento mais significativo. Em 2019, foram entregues mais 6.654,96 toneladas de vidro, papel e plástico, o que representa uma subida de 13,58% em relação a 2018.

No ano passado, também chegaram às instalações da empresa intermunicipal mais 1.857,93 toneladas de biorresíduos, ou seja, lixo orgânico, o que representa um aumento de 4,24% face a 2018. Estes biorresíduos serviram para fazer adubo natural.

A última boa notícia é relativa ao lixo propriamente dito, ou seja, aqueles resíduos não recicláveis que vão ser incinerados na Central de Valorização Eléctrica da Lipor. Houve um decréscimo de 0,51% face a 2018, ou seja, chegaram menos 2.077,10 toneladas de lixo comum.

+ A energia do Porto vai ser 100% renovável

+ Sete projectos e movimentos no Porto que ajudam o planeta

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Últimas notícias

    Publicidade