A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

A 20ª edição do Correntes d'Escritas traz 140 escritores de 20 países e muitas actividades ao longo de 12 dias

Por Bárbara Baltarejo
Publicidade

O maior e mais antigo festival literário do país está de regresso à Póvoa de Varzim a partir de sábado 16 e até quarta-feira 27. O programa é, segundo a organização, o "maior de sempre". Ana Luísa Amaral, João Tordo, Lídia Jorge, Miguel Sousa Tavares ou Valter Hugo Mãe são alguns dos nomes portugueses entre os 140 escritores de 20 países que vão estar presentes no festival.

Na programação, destaque para a entrega dos quatro prémios literários do festival durante a cerimónia de abertura (terça-feira 19, às 11.30), que vai contar com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. O galardão Casino da Póvoa, que já premiou obras como A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón, ou A Génese do Amor, de Ana Luísa Amaral, vai distinguir este ano um livro de poesia e tem como foco as obras editadas em Portugal e escritas por um autor de língua portuguesa ou castelhana/hispânica. 

Conte ainda com o Correntes d’Escritas Papelaria Locus, entregue a um conto ou poema inédito escrito por jovens entre os 15 e os 18 anos, com o Conto Infantil Ilustrado, para alunos do quarto ano de escolaridade, e com o Fundação Dr. Luís Rainha, para premiar obras inéditas sobre a cidade que acolhe o festival.

Conversas literárias, exposições, uma Feira do Livro e muitas actividades

O Centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen vai dar tema às Mesas, as conversas literárias que partem "do que sugerem os versos para o debate, a reflexão e a conversa". Assim, todas as conversas vão partir dos versos da escritora portuense. 

A ligação da literatura a outras formas de expressão artística é também uma das vertentes do Correntes d'Escrita. Por isso, não estranhe se encontrar exposições de fotografia, escultura ou ilustração por vários pontos da cidade como o Cine-Teatro Garrett ou a Biblioteca Municipal. 

E porque um festival literário não se faz sem livros, pode encontrar uma Feira do Livro nas salas Mar e Mar Novo das Galerias Euracini 2. Mas há muito mais para descobrir. Consulte a programação completa e cultive-se.

+ Coisas para fazer no Porto em Fevereiro

+ 31 coisas incríveis para fazer no Porto

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Últimas notícias

    Publicidade