Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right A experiência pop-up ‘Stranger Things’ chegou ao Porto. Contamos-lhe tudo
Notícias / Eventos e festivais

A experiência pop-up ‘Stranger Things’ chegou ao Porto. Contamos-lhe tudo

'Stranger Things'
© Cláudio Simões 'Stranger Things'

Os fãs pediram e a Netflix Portugal trouxe a experiência pop-up Stranger Thingsque já passou por Lisboa, ao Porto, mais concretamente, levou-a ao Hard Club, sítio no qual vai poder transportar-se para o universo da série, cuja terceira temporada estreia a 4 de Julho. O portal de acesso é de entrada gratuita e estará de portas abertas este sábado e domingo, entre as 11.00 e as 21.00. No final, vai poder levar brindes para casa. Pins, porta-chaves e chapéus iguais aos de Dustin Henderson (Gaten Matarazzo), uma das personagens, serão alguns dos brindes inspirados na série que pode receber. Se está com dúvidas sobre se vale a pena ir, dizemos-lhe o que vai encontrar.

Barb, interpretada por Shannon Purser, teve pouco destaque em Stranger Things, mas não é esquecida nesta experiência. Aliás, se seguir o percurso recomendado – não é obrigatório -, é exactamente por um memorial dedicado a esta figura, que nunca teve o seu desaparecimento na série resolvido, que começa. Além de um livro, no qual é possível deixar-lhe uma mensagem, esta área é ainda composta por múltiplos adereços, como os óculos que a caracterizam, que pode utilizar para tirar fotografias.

 

Memorial dedicado à Barb
© Cláudio Simões

 

Escritas as homenagens é tempo de partir em direcção a Hawkins, e há lá melhor forma de fazê-lo do que utilizando as míticas bicicletas e skate de Mike Wheeler (Finn Wolfhard), Dustin, Lucas Sinclair (Caleb McLaughlin), Will Byers (Noah Schnapp), Eleven (Millie Bobby Brown) e Max (Sadie Sink)? Não? Então suba para cima delas e pose para a câmara. Se estiver com o seu grupo de amigos não perca a oportunidade de recriar a cena. Para a tornar mais real, sirva-se dos acessórios que por aqui encontra, entre eles a peruca de Eleven e o boné de Dustin.

Terminado o passeio, não deixe de enviar uma mensagem para Will. Como? Utilizando o abecedário que Joyce Byers (Winona Ryder) pintou na parede da sala e as luzes que pendurou para conseguir comunicar com ele. Tudo o que tem de fazer é escrever o que quer transmitir num computador e esperar que as lâmpadas o reproduzam.

 

Sala de estar da família Byers
© Cláudio Simões

 

E agora é hora de deixar de ser um mero espectador para tornar-se numa personagem da série, uma possibilidade conseguida através de um jogo de realidade virtual. Basta ir até um dos televisores com consolas PlayStation disponíveis, colocar os óculos, depois os auscultadores e segurar dois comandos – não se preocupe que o assistente ajuda-o a orientar-se. Depois, é seguir as luzes. O que vai encontrar é um segredo que não lhe podemos revelar, já que estragar-lhe a experiência não está nos nossos planos. Podemos apenas adiantar que tudo parece bastante real e que os corações menos fortes devem estar preparados, porque a probabilidade de se assustar é elevada.

Caso sobreviva ao susto - esperamos que sim - é hora de se dirigir ao mundo paralelo, o chamado Upside Down. Dizemos-lhe já que, contrariamente ao que acontece na série, aqui não há muito para ver, além da porta. Pode abri-la, pode entrar, mas não chegará a lado nenhum, pelo que deve passar para a última paragem desta viagem que o leva a Hawkins, Indiana, onde não param de acontecer coisas estranhas. Esta, será a mais normal de todas elas. Falamos-lhe do baile anual da escola da cidade. Tire uma fotografia em frente ao cenário e aproveite para dar um pezinho de dança para celebrar. Afinal, chegou ao fim do percurso sem ser apanhado por um demogorgon.

+ IndieJúnior 2019 traz seis dias de filmes e actividades para os mais novos

+ Dez estreias de cinema para ver nos próximos meses

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Publicidade
Publicidade