Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right A Menina e Moça é a nova livraria-bar da cidade
Notícias / Arte

A Menina e Moça é a nova livraria-bar da cidade

Menina e Moça
© Valéria Martins Menina e Moça

Menina e Moça, uma livraria-bar capaz de alimentar o corpo e a alma, chegou de Lisboa cheia de vontade de encantar o Porto. Com a literatura lusófona e a traduzida como grandes apostas, neste novo espaço na Baixa cerca de cinco mil livros preenchem as estantes. Neste café literário com vista para o Jardim da Cordoaria, pode ainda beber um dos cocktails de autor, por exemplo, que pode acompanhar com tostas, empadas, croquetes ou tábuas de queijos. Contamos-lhe tudo.

Os livros

Cerca de cinco mil livros preenchem as estantes deste café literário, no qual as histórias, tanto as que encontra no interior das obras como as que se partilham à mesa, são as protagonistas. Quem o diz é Álvaro Vieira, responsável por este espaço que tem na literatura lusófona e na traduzida as suas grandes apostas. Não faltam, portanto, títulos de José Saramago, Fernando Pessoa, Camilo Castelo Branco, Vergílio Ferreira, Eça de Queirós, Mia Couto, Aquilino Ribeiro, Pepetela e José Eduardo Agualusa, só para referir alguns. Mas aqui, os escritores internacionais também têm lugar, assim como exemplares que pertenciam à biblioteca do físico e divulgador científico António Manuel Baptista, pai de Cristina Ovídio, mentora da Menina e Moça.

O bar

Neste dois-em-um, além de viajar através dos livros, também pode visitar outras latitudes pedindo um dos cocktails inspirados em países lusófonos. O Criolofogo, com grogue, ponche de mel e limão, e o Amarula Sahara, feito com café, Amarula, Frangelico e Campari (ambos a 6€), por exemplo, transportam-no até Cabo Verde e Moçambique, respectivamente. Se preferir algo mais tradicional para matar a sede, atire-se aos chás, ao chocolate quente, às cervejas, aos sumos ou às limonadas naturais. Para saciar a fome, há tostas, empadas, croquetes, tábuas de queijos e vários doces.

A decoração

Na construção desta casa, nada foi deixado ao acaso e a decoração é só uma das provas disso mesmo. Ilustrações de Mariana Rio, que retratam episódios do imaginário de muitos leitores, adornam as paredes e o tecto. Já o desenho de luz, o mobiliário e o bar, tudo bastante colorido, são obra do arquitecto Henrique Vaz Pato. Nesta empreitada, as casas de banho também foram pensadas ao pormenor: António Vaz Pato desenhou as das mulheres e Carlos Santos as dos homens. Conheça-as. Um piano e uma máquina de escrever, que está convidado a experimentar, dão um toque especial a esta Menina e Moça.

© Valéria Martins

+ As melhores livrarias no Porto

+ Os melhores bares no Porto

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Publicidade
Publicidade

Latest news