A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pestana Porto – A Brasileira café
© Pestana Porto – A BrasileiraFotografia de arquivo, antes da pandemia

Café histórico A Brasileira reabre no Porto

Na Rua Sá da Bandeira, a histórica A Brasileira volta a abrir as portas com café de especialidade, chás, bolos, menu de pequeno-almoço e refeições ligeiras.

Por
Ana Patrícia Silva
Publicidade

"O Melhor Café é o da Brasileira", anunciavam os cartazes e painéis pintados por toda a cidade para divulgar este sabor que Adriano Telles importou do Brasil. O fundador d'A Brasileira abriu um café no Porto no dia 4 de Maio de 1903. No final dos anos 1990, o espaço assumiu diferentes proprietários e em 2018 transformou-se em hotel de cinco estrelas sob propriedade do Grupo Pestana, que retomou o papel de cafetaria histórica.

Agora, após vários meses encerrado devido à pandemia, volta a abrir as portas ao público. Continua a oferecer café de especialidade, oriundo de Minas Gerais e desenvolvido com a colaboração da Vernazza Coffee Roasters. Os grãos são moídos no momento e podem ser servidos em espresso (1,80€), cappuccino (3,20€), americano (1,90€), macchiato (1,90€), mocha (3,30€) ou latte (2,30€). Se preferir fazer o café em casa, pode comprar pacotes de 250g (desde 9,50€) ou 10kg (desde 34€), com grãos moídos na hora.

Pestana Porto – A Brasileira
© Pestana Porto – A Brasileira

Há também chás da Compagnie Coloniale, tisanas, vinhos, sumos naturais, sangrias, produtos de pastelaria, gelados artesanais, panquecas, waffles e uma carta renovada para refeições ligeiras. O menu de pequeno-almoço (12€) é servido entre as 08.00 e as 11.00 e inclui tábua de queijos e fumados, pão, croissants, compota do dia, ovos mexidos, sumo de laranja natural, café ou chá.

Para a hora do chá, sugere-se o crumble de maçã, a pastelaria tradicional, uma selecção de doces com origem francesa ou o bolo 4 de Maio (2,50€), que remonta ao dia da inauguração desta casa, com receita original de 1903, desenvolvida pelo fundador d'A Brasileira. É composto por frutos secos, damasco, cenoura, canela e limão, diferenciando-se por não ter qualquer tipo de açúcar.

+ A Brasileira reabriu com cafetaria, restaurante de autor e hotel

+ 28 cafés no Porto que tem de conhecer

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade