Os 23 melhores cafés no Porto

Corremos as ruas da cidade à procura dos melhores cafés no Porto. Tome nota, não vá dar-lhe uma quebra de cafeína
A Brasileira
© Marco Duarte Vá ver como ficou A Brasileira depois de recuperada
Por Inês Bastos e Bárbara Baltarejo |
Publicidade

Beber um café é um hábito antigo que, hoje em dia, pode ser feito com muito mais estilo nos novos espaços da cidade. Falamos de coffee houses e de cafés onde sabe bem comer ou ouvir discos. Mas não só. O simples acto de beber um café ficou ainda mais arrojado com o aparecimento dos lattes e dos cafés artesanais, dos cappuccinos e dos americanos. Dos clássicos aos mais recentes, aqui tem uma lista com os melhores cafés no Porto e uma boa desculpa para marcar aquele cafezinho há muito adiado. 

Recomendado: Dez cafés com internet para trabalhar no Porto

Os 23 melhores cafés no Porto

1
Fábrica Coffee Roasters
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Fábrica Coffee Roasters

icon-location-pin Baixa

O café de especialidade já não é algo desconhecido para os portuenses. E menos será agora que a Fábrica Coffee Roasters chegou ao Porto, vinda da capital. Neste espaço, além de beber café, também o pode comprar para levar para casa.

2
BOP
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

BOP

icon-location-pin Baixa

Mal abriu o BOP, na Baixa, mostrou que vinha para ficar. A identidade própria e muito ligada à música - a começar pelo grande armário cheio de vinis atrás do balcão, uma das imagens de marca da casa - chamou muitos curiosos e as boas cervejas agarraram-nos. A música é realmente boa neste espaço e ainda sabe melhor quando é acompanhada por uma cerveja mexicana, jamaicana ou até uma japonesa. No que aos cafés diz respeito, não espere o típico café americano ou de saco. 

Publicidade
3
Café Progresso
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Café Progresso

icon-location-pin Baixa

Reabriu renovado mas continua a ser um clássico da cidade, com o café (expresso e de filtro) como especialidade. Para acompanhar há panquecas doces e salgadas, pratos italianos, saladas, tostas e smoothie bowls. Tudo bonito e quase tudo saudável.

4
Café Velasquez
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Café Velasquez

icon-location-pin Bonfim

Com mais de cinco décadas de vida, o Café Velasquez é um dos mais emblemáticos do Porto. As várias referências ao clube da cidade não escondem a paixão clubística do café das Antas onde já se sentaram José Maria Pedroto, Jorge Nuno Pinto da Costa e até alguns treinadores.

Publicidade
5
Majestic Café
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Majestic Café

icon-location-pin Santa Catarina

É possivelmente o café mais fotografado da cidade, mas isso não faz do Majestic um café para turista ver. Abriu a 17 de Dezembro de 1921 e é, segundo Fernando Barrias, o dono, um “exemplar único de Arte Nova”. 

6
Mercador Café
Fotografia: Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Mercador Café

icon-location-pin Flores

A Rua das Flores é uma das ruas com mais pinta da cidade. Por isso, não é de estranhar que tenha um espaço como o Mercador Café, que ocupa um antigo armazém de atoalhados. Da vida passada do número 180 da Rua das Flores mantiveram-se os vitrais coloridos, um grande armário de parede e alguns dos objectos que fazem parte da decoração. 

Publicidade
7
A Bolacheira na Foz
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

A Bolacheira

icon-location-pin Foz

Desde que abriu, A Bolacheira tornou-se uma referência para os clientes mais gulosos. A verdade é que o nome não engana e este espaço da Foz é especialista em bolachas caseiras. Manteiga e flor de sal, avelã e Nutella, lima e coco...Empanturre-se.

8
Brando Casa do Café
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Brando Casa do Café

icon-location-pin Bonfim

O ano de 2017 começou muito bem, para quem vive na zona do Bonfim, com a abertura do Brando Casa do Café. A ideia é simples: café de boa qualidade e um espaço tão agradável que faz com que seja difícil pedir para levar e beber pelo caminho. Sim, há essa possibilidade. A lista é grande, com capuccinos, lattes, macchiatos ou americanos, que podem ser pedidos quentes ou gelados, dependendo da altura do ano. E agora, a melhor parte: não tem de acordar tarde, nem de esperar pelo fim-de-semana para devorar um brunch. Aqui serve-se diariamente e a qualquer hora do dia. 

Publicidade
9
Moustache Coffee House
Fotografia: Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Moustache Coffee House

icon-location-pin Baixa

Para efeitos históricos é importante dizer que o Moustache, na Baixa, é a coffee house mais antiga do Porto. Começou em 2012 a mudar a cultura de café da cidade, depois de dois anos a estudar coffee houses por esta Europa fora. E é comum ver pessoas a trabalhar nas mesas do Moustache, até porque é difícil sair graças à quantidade de bolos espalhados pelo balcão. 

10
Mercearia do Miguel
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Mercearia do Miguel

icon-location-pin Foz

A Mercearia do Miguel, na Foz, é muito mais do que um café. Tal como o nome indica, além de rechear o estômago, ainda pode ir para casa com a despensa cheia. À venda tem legumes, frutas, bolachas e até especiarias a granel. Mas não precisa de ir já embora, pode ficar mais um pouco. 

Publicidade
11
Attelier Coffee Shop
Fotografia: Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Attelier Coffee Shop

icon-location-pin Cedofeita

Esta coffee shop podia fazer parte de uma casa de bonecas: é pequena, em tons pastel, com o chão em mosaicos e com muitos bolos e biscoitos caseiros. O espaço, que fica perto do Hospital Santo António, contrasta com os cafés mais tradicionais da zona. 

12
Vogue Café
© DR
Restaurantes, Cafés

Vogue Café

icon-location-pin Galerias

O Vogue Café traz à cidade do Porto um conceito de café, bar e restaurante de luxo, com uma carta de comida diversificada, repleta de pratos nacionais e internacionais. Com uma decoração em tons de preto, pérola e dourado, o Vogue Café tem ainda um pátio interior onde se pode sentar a apreciar um dos muitos cocktails de autor que têm na carta.

Publicidade
13
The Traveller Caffé
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

The Traveller Caffé

icon-location-pin Santa Catarina

É impossível não perceber as referências a viagens que se espalham por este espaço na Baixa. E se é para viajar, então que seja com todos os sentidos, a começar pelo café vienense...

14
Leitaria da Quinta do Paço
Fotografia: Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Leitaria da Quinta do Paço

icon-location-pin Baixa

Em primeiro lugar, um espaço onde são feitos diariamente 2500 éclairs por dia (quantidade que duplica ao fim-de-semana) é sempre uma boa opção para tomar um café. Depois, é importante saber que a Leitaria da Quinta do Paço, que nasceu em 1920 como fábrica de lacticínios, continua a respeitar a tradição e a seguir à risca as suas receitas. Posto isto, acompanhe o café com um éclair com doce do Porto. Uma maravilha.

Publicidade
15
A Brasileira
© Marco Duarte
Restaurantes, Português

A Brasileira

icon-location-pin Santa Catarina

Funciona como cafetaria (que à noite vira bar) e restaurante de autor assinado pelo chef Rui Martins. D'A Brasileira original ainda sobrevivem o chão do restaurante, os candeeiros, e os espelhos da cafetaria. Vale a pena dar lá um salto.

16
Café Guarany
© DR
Bares, Cafés/bares

Café Guarany

icon-location-pin Aliados

O Café Guarany foi fundado em 1933, após uma remodelação projectada pelo arquitecto Rogério de Azevedo, contando com a participação do escultor Henrique Moreira que executou o famoso alto-relevo em mármore do Índio. A sua decoração relembra os indígenas guarany da América Meridional (daí o seu nome) e a sua evocação tropical é alusiva ao Brasil do século XX como primeiro produtor mundial de café. Está localizado em plena Avenida dos Aliados e é considerado um dos cafés históricos do Porto.

Publicidade
17
Mesa 325
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Mesa 325

icon-location-pin Bonfim

Apesar de não ficar no coração da Baixa, o Mesa 325 conquistou muitos clientes assíduos em pouco tempo. Principalmente os amantes de bom café, já que o que aqui se vende é artesanal. Por outro lado, também são muitas as pessoas que gostam de estudar ou trabalhar fora de casa. Durante as pausas, aproveite para espreitar as revistas ou provar os bolos, as tartes, ou os bagels recheados (ainda não muito comuns na cidade) que aqui servem. 

18
Spirito Cupcakes & Coffee
© João Saramago
Restaurantes, Geladarias

Spirito Cupcakes & Coffee

icon-location-pin Galerias

Em Fevereiro, a Spirito lançou a sua gama de café de especialidade. Desenvolvido em parceria com a 7groaster, o blend de expresso Spirito tem notas de chocolate e frutos vermelhos e inclui três origens. Brasil, Colômbia e Panamá. 

Publicidade
19
Casinha Boutique Café
© Luís Ferraz
Restaurantes, Cafés

Casinha Boutique Café

icon-location-pin Baixa

Podíamos começar a falar do pequeno jardim nas traseiras, mas vamos directos ao assunto. Tudo o que vem para mesa é caseiro, dos cheesecakes, cookies ou muffins, aos gelados, tostas e crepes. Como vê, só boas razões para dar um salto a este espaço na Boavista. 

20
Café Ceuta
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Café Ceuta

icon-location-pin Baixa

Boa parte dos portuenses tem uma mãe ou um pai, uma avó ou um avô que se sentou várias vezes no Ceuta. Este café faz parte da mobília da cidade. Nasceu em 1953 e era frequentado sobretudo por uma classe média/alta, composta por médicos, advogados, empresários, escritores e políticos. Francisco Sá Carneiro e Ramalho Eanes eram clientes assíduos. 

Publicidade
21
Os painéis de azulejos são uma imagem de marca no Sical.
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

Sical

icon-location-pin Galerias

O Sical é um dos cafés mais famosos da Baixa do Porto. Nasceu em 1947 e começou por importar café. Sim, porque aqui o café é levado bem a sério, já que se continua a vender café moído para consumo na casa ou, então, para levar para fora. 

22
The Coffee Room
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

The Coffee Room

icon-location-pin Taipas

Ter um café cheio de estilo dentro de uma concept store é sempre uma boa ideia. É isso que acontece na The Feeting Room, onde foi criado um espaço dedicado ao café artesanal. O The Coffee Room é o espaço ideal para quem quer parar no coração da Baixa para trabalhar ou, então, para relaxar durante uns minutos. A esplanada no largo também convida a sentar. Aqui serve-se café da Guatemala, da marca Combi, que é torrado no Porto e moído no The Coffee Room. 

Publicidade
23
noshi coffee
©Marco Duarte
Restaurantes, Cafeteria

Noshi Coffee

icon-location-pin Clérigos

O Noshi serve comida saudável e café de especialidade de várias origens, como o Brasil, a Costa Rica, a Colômbia ou as Honduras, com grão 100% arábica. Acompanhe-o com uma das panquecas da carta.

A Time Out diz

Para gastar energia

Marginal Gaia
© Cláudia Paiva
Coisas para fazer

Os melhores sítios para correr no Porto

Numa cidade tão bonita como o Porto é impossível ficar em casa sem fazer nada. Se nenhuma das nossas sugestões de coisas para fazer sozinho no Porto lhe agradarem, calce as sapatilhas e conheça os melhores sítios para correr no Porto. Há opções para todos os graus de dificuldade e ainda por cima a vista ajuda a esquecer o cansaço.

vista dos jardins do palácio de cristal
© João Saramago
Coisas para fazer, Caminhadas e passeios

Os melhores parques e jardins no Porto

O Porto está particularmente bem servido neste departamento. Sim, não nos poupamos a elogios à cidade. Do Parque de Serralves ao Jardim das Virtudes, é difícil cansarmo-nos dos espaços verdes espalhados um pouco por todo o lado. Cada um tem a sua história, a sua identidade, e o seu melhor ângulo para a fotografia nas redes sociais. 

Publicidade
Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com