Notícias / Comida

Cinco coisas que não sabe sobre o Estação, o apeadeiro da Maia que virou restaurante

Restaurante Estação Maia
© João Saramago

Por todo país não faltam estações e apeadeiros ferroviários abandonados, outrora lugares de abraços apertados de despedida e de correrias afogueadas. Infelizmente nem todos tiveram a sorte do antigo apeadeiro da Maia. Aqui tem cinco curiosidades sobre o novo restaurante que abriu recentemente neste ponto de paragem.

1. O início. Este apeadeiro, em tempos ponto de paragem na linha Guimarães-Porto, reabriu dia 7 de Abril como restaurante e chama-se Estação. O antigo apeadeiro da Maia, desactivado em 2001, parecia estar condenado ao eterno abandono, mas tudo mudou graças a Hélder Silva, que por ele passava todos os dias durante as suas corridas. Um dia parou, pôs as mãos à obra, e depois de várias reuniões sobre o projecto, nascia o Estação com a ajuda do irmão Jorge.

2. A decoração. O edifício conserva a sua traça original e pelas paredes vai encontrar fotografias de época a preto e branco, malas de viagem espalhadas pelo espaço, e ainda um painel de comboio a carvão a decorar. Na fachada é possível admirar os azulejos originais da construção.

3. A carta. Pode já não ser um apeadeiro, mas é um bom ponto de paragem, especialmente se estiver com sede e com fome. No menu vai encontrar pratos de outras regiões e países. Espanha inspirou as tapas, Portugal está representado por pratos de peixe e pela mítica francesinha, estrela da casa, e da Itália vêm as focaccias. Há ainda muitos hambúrgueres, saladas e tábuas de queijos e enchidos.

 

A Francesinha do Estação
© João Saramago

 

 

4. A cafetaria. Fora das horas de almoço e jantar, o Estação tem disponível o serviço de cafetaria, com scones, croissants e pastelaria variada, e ainda uma carta de vinhos e cocktails.

5. O brunch. Todos os domingos há panquecas americanas, taças de iogurte com granola e fruta fresca, ovos Benedict, entre outras coisas boas. Tudo a partir de 12€. Boa viagem.

 

Cannolis com creme de morangos e coulis de hortelã é umas sobremesas que pode encontrar no Estação
© João Saramago

 

+ Dez restaurantes para famílias no Porto

+ Há um brunch no Porto bem à moda de Paris

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments