A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
The Orthodox
©Marco DuarteThe Orthodox

Do mundo para a comunidade. The Orthodox é o novo café cool de Miguel Bombarda

Com uma carta curta, mas bem composta, têm boas opções para começar o dia e especialidades de outras latitudes para provar ao almoço – além de boa música, bom ambiente e boas bebidas preparadas com café.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

O néon no vidro da fachada do The Orthodox está desligado, mas percebe-se. À noite tem muito mais impacto. Durante o dia, brilha o sorriso de contentamento de Fanis, mesmo que tapado pela máscara cirúrgica. Quem passa pelo número 418 da rua Miguel Bombarda facilmente se deixa seduzir pelo seu interior. As poltronas vintage, o gira-discos antigo com música a tocar baixinho, o ruído da máquina de café e o cheiro que fica a pairar no ar convidam a sentar, de preferência de frente para a pequena vitrina que exibe croissants, cookies, queques recheados com creme, buns e focaccias acabados de fazer por Andrey. 

A dupla é inusitada, mas interessante. Fanis é cipriota, e apressa-se a apresentar-nos um doce típico do seu país, cortado em finas fatias, parecido com a nossa marmelada, e que deve ser acompanhado por uma bebida espirituosa bem forte de lá. À falta dela, põe-nos dois shots de bagaço à frente. Andrey, mais sério e ponderado, é russo e trabalhou em restaurantes fine dining na Indonésia e em Taiwan, até decidir que queria dar um outro rumo à vida. “Fui pai e, juntamente com a Irina, a minha mulher [que trata do design do café], decidimos procurar um país que fosse culturalmente mais parecido connosco. Queríamos voltar para a Europa, mas não para a Rússia. Até que apareceu uma oportunidade para vir trabalhar para o Porto”, conta Andrey. 

The Orthodox
©Marco DuarteOvos gregos

Foi na Invicta, num trabalho anterior, que os dois se conheceram. Com um sonho em comum, em Agosto abriram este espaço que, avisam, “não é um sítio de brunch, nem um sítio de almoço”. “Uma coffee shop não é apenas um sítio para tomar café. É um ponto de encontro, de convívio, que pode ser o que tu quiseres. Como este”, explica, acrescentando que gostam de se intitular de “café de bairro”. “Queremos ser aquele sítio onde entras e encontras sempre alguém que conheces.”

The Orthodox
©Marco DuarteFlatbread de ovo

A carta é curta, mas bem composta. Têm papas de aveia ou de trigo-sarraceno (5-6€), para começar bem o dia; especialidades russas, como o syrniki, um parente da panqueca, com sour cream, baunilha e frutos vermelhos (7€), ou de influência cipriota, como os ovos gregos, com tomate, pimentão, queijo feta e azeitonas (8€), que se comem muito por lá. Os flatbreads têm também muita saída. São uma boa opção de almoço, por exemplo, e há-os nas versões com ovo, espinafres ou carne (8-10€). Para acompanhar, peça uma cerveja russa ou uma bebida de café e remate com um docinho, claro, escolhido da vitrina.

The Orthodox
©Marco DuarteFanis e Andrey

Rua de Miguel Bombarda, 418 (Cedofeita). Qua-Sex 09.00-16.00. Sáb 10.00-21.00. Dom 10.00-16.00.

+ Os melhores sítios de café de especialidade do Porto

+ Lojas de design e decoração de interiores no quarteirão das artes

+ Time Out Love Local Awards: escolha os seus locais preferidos no Porto

Leia aqui a edição digital e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade