Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Exposição assinala os 100 anos de Sophia de Mello Breyner Andresen
Notícias / Vida urbana

Exposição assinala os 100 anos de Sophia de Mello Breyner Andresen

Sophia de Mello Breyner Andresen
© DR

Os leitores de Sophia de Mello Breyner Andresen reconhecem o Jardim Botânico do Porto como lugar de inspiração de muitos dos seus contos e poemas. A pensar nisso, Jardim de Sophia foi o nome dado à programação que assinala os 100 anos da escritora nascida na Invicta, onde se insere a exposição Pour ma Sophie

Com a inauguração marcada para esta quinta-feira 24, às 18.30, a exposição dá a conhecer mais de 300 livros da biblioteca pessoal da escritora, com dedicatórias de outros autores, e ainda manuscritos inéditos, captados em fotografia por Oxana Ianin. 

Tudo isto foi descoberto por Martim Sousa Tavares, neto de Sophia e curador da exposição, entre 2015 e 2018. "A biblioteca da minha avó encontrava-se dividida entre dois lugares: na casa da Meia Praia em Lagos e o resto guardado em Lisboa. Foi durante as férias de Verão que me interessei pela primeira vez por esses livros", explicou ao portal de notícias da Universidade do Porto.

Carlos Drummond de Andrade, Miguel Torga, José Saramago, Jorge de Sena ou Herberto Helder são alguns dos autores presentes nas dedicatórias. Quanto aos manuscritos, conte com textos e ensaios inéditos, cartas e traduções.

Até sábado 22 de Fevereiro, pode visitar a exposição na Galeria da Biodiversidade todos os dias, excepto às segundas-feiras, entre as 10.00 e as 18.00. A entrada é gratuita. 

+ O que tem a Galeria da Biodiversidade?

+ Os melhores museus no Porto

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Publicidade
Publicidade