A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Coleção Távora Sequeira Pinto
© Coleção Távora Sequeira Pinto

Extensão do Museu da Cidade no Matadouro vai receber colecção de Távora Sequeira Pinto

São mais de mil peças de pintura, escultura, mobiliário, têxteis e objectos de uso quotidiano, entre outro tipo de peças e obras.

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

O Museu da Cidade conta com um total de 17 espaços, espalhados pela cidade, entre eles o Matadouro Industrial de Campanhã. Apesar de o espaço ainda não estar concluído, já foi anunciado que, no futuro, será a casa da colecção particular de Távora Sequeira Pinto. 

São mais de mil peças de pintura, escultura, mobiliário, têxteis, objectos de uso quotidiano, entre outro tipo de peças e obras que foram adquiridas, ao longo dos anos, por Álvaro Sequeira Pinto. “O espectro temporal e geográfico é também ele vasto, entre a Índia, a China e o Japão, ou outros países em que a presença dos portugueses foi historicamente importante, tendo incidência nos séculos XV e XIX, mas ampliando-se à antiguidade clássica e a outras épocas”, descreveu Nuno Faria, director artístico do Museu da Cidade, em reunião de Câmara

Nuno Faria explicou também que esta é uma colecção com enfoque humanista que assenta na ideia da "contaminação e de fusão de formas, de motivos e de materiais que dão corpo a um sincretismo religioso, espiritual e cultural". O município lançou um vídeo onde é possível ver alguns dos itens que vão estar em exposição.

Álvaro Sequeira Pinto, que marcou presença na mesma reunião camarária, afirmou que ter estas peças numa exposição aberta ao público “abrirá a colecção a novos diálogos, a colocará à fruição e serviço do público e a submeterá abertamente ao mundo e à ciência”. 

Alguns dos artigos do catálogo, que remonta à década de 80, já foram apresentados em várias instituições internacionais, como na Europália 91', na Bélgica, no V&A Victoria and Albert Museum, em Londres, nos Museus Capitolinos, em Roma, e ainda no Asian Civilisations Museum, em Singapura.

O plano é que as obras no Matadouro Industrial de Campanhã comecem em Setembro deste ano e a previsão é que estejam concluídas em 2023. O projecto está a cargo da empresa Mota Engil e o objectivo é que este seja um projecto âncora para o desenvolvimento da zona oriental da cidade, um pólo de actividade económica e empresarial, com valências culturais e de dinamização social. 

+ Cartão Porto. vai dar acesso gratuito a museus e descontos nos teatros e piscinas municipais

Galeria Municipal do Porto reabre com novo calendário de exposições

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Continua apaixonado pelo Porto? Participe no Time Out Index e conte-nos o que sente pela sua cidade

Últimas notícias

    Publicidade