Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia traz 24 espectáculos e 150 artistas
Notícias / Eventos e festivais

Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia traz 24 espectáculos e 150 artistas

Festival de Teatro Cómico da Maia
©DR Tem saudades de soltar umas boas gargalhadas? O Festival de Teatro Cómico da Maia pode resolver o problema

De 4 a 13 de Outubro, a Maia volta a servir de cenário ao único Festival Internacional de Teatro Cómico do país que, na 24ª edição, apresenta 24 espectáculos, nos quais estão envolvidos cerca de 150 profissionais das artes de palco. A iniciativa, resultado de uma colaboração entre a Câmara Municipal da Maia e o Teatro Art ́Imagem, conta com a presença de dez companhias nacionais e 11 provenientes de outros países. A Itália, a Espanha, a Argentina, a Ucrânia e os EUA vêm celebrar o teatro através do humor e do riso, “numa diversificada gama de propostas artísticas que atravessam várias disciplinas e técnicas”, diz a organização.

Os espanhóis Kanbahiota Troup são os responsáveis pelo arranque do evento, com Vaya Circo (dia 4, às 21.30, na Praça do Município), um espectáculo de circo contemporâneo “onde o humor, as acrobacias aéreas e a destreza técnica e artística dos intérpretes" fazem com que o público sinta "bons momentos de alegria e tensão”, diante das suas divertidas e arriscadas proezas.

Segue-se, depois, a estreia nacional de Humor Próprio (dia 4, às 22.30, no Grande Auditório do Fórum da Maia), uma peça que comemora os 40 anos da vida artística do actor portuense Óscar Branco, presença constante em todas as edições do festival.

Da programação, vale ainda a pena destacar Mundos de Papel (dia 5, às 21.30, no exterior do Fórum da Maia), da companhia andaluza Vol'e Temps. A peça trata a história de um homem solitário e abandonado que percorre os corredores vazios de um lugar em tempos cheio de vida, dos quais só restam os sonhos dos seus antigos donos, que o protagonista usa para escrever um longo épico em que a realidade e a fantasia se confundem.

Na agenda da iniciativa há actuações todos os dias, excepto no domingo 6, dia de eleições. A maior parte dos espectáculos tem entrada gratuita.

+ 'Já podemos entrar em pânico?' é a exposição que quer apelar à consciência ambiental da população

+ Nova Arcada Braga Blues regressa à cidade dos arcebispos

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments