Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Herói local: Américo Pinto, dono da Cervejaria Gazela, vende cerca de 800 cachorrinhos por dia

Herói local: Américo Pinto, dono da Cervejaria Gazela, vende cerca de 800 cachorrinhos por dia

Publicidade

Em 1970, com 14 anos, tornou-se funcionário da Cervejaria Gazela. “Nessa altura a tendência era as pessoas deixarem os estudos e irem trabalhar”, explica. Foi isso que fez. Quando chegou ao Porto, vindo de uma aldeia do concelho de Armamar, em Viseu, já trazia o objectivo de trabalhar na casa que hoje dirige, até porque, “embora não conhecesse o espaço, uns familiares já lá tinham trabalhado”.

Os anos foram passando, até que houve a oportunidade de comprar o estabelecimento. E foi assim que Américo Pinto se tornou o proprietário da casa de cachorrinhos mais famosa da Invicta. Quase 50 anos depois, pouca coisa mudou (e ainda bem!). Os cachorrinhos mantêm a receita original: são feitos com pão fininho e estaladiço, salsicha e linguiça de grande qualidade, e queijo derretido, tudo pincelado com manteiga e molho picante.

O que não se mantém igual é o espaço, que tem crescido de dia para dia. Prova disso foi a nomeação para os The World Restaurant Awards na categoria dos House Specials. “Inicialmente não me apercebi. Foi o cozinheiro de um restaurante que veio falar comigo”, conta. Américo não deu grande importância à questão, até perceber que estava nos cinco finalistas. “Aí fiquei surpreendido”, confessa. A Cervejaria Gazela foi o único restaurante português a concurso.

Outra prova de mérito deste espaço foi a visita do chef e apresentador americano Anthony Bourdain em 2017. Sentou-se ao balcão da Batalha, comeu cachorrinhos e gravou imagens para o programa Parts Unknown. Américo recorda o dia com um sorriso: “Foi um momento fantástico.” Para ter uma ideia do sucesso, por dia são feitos cerca de 800 cachorrinhos nas duas casas. Sim, porque o balcão da Travessa Cimo da Vila deixou de ser suficiente para o número de clientes famintos e, em Junho de 2018, abriu a segunda casa na rua de Entreparedes. 

 

Por dia são feitos 800 cachorrinhos nas duas casas.
© Marco Duarte

 

+ Os melhores cachorrinhos no Porto

+ Mais cachorrinhos e uma francesinha especial no novo Gazela

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email. 

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade