A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Antigo Matadouro Industrial de Campanhã
© Câmara Municipal do Porto

Já começaram as obras no antigo Matadouro de Campanhã

O antigo Matadouro Industrial de Campanhã, desactivado há mais de 20 anos, vai ser reconvertido num centro empresarial, cultural e social.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

O antigo Matadouro Industrial do Porto, situado na freguesia de Campanhã, foi criado em 1910 e desactivado há mais de 20 anos. Tem agora uma vida nova pela frente, com um projecto assinado pelo arquitecto japonês Kengo Kuma, em parceria com o gabinete portuense OODA. Com um investimento de mais de 40 milhões de euros, vai nascer uma área para a instalação de empresas, galerias de arte, museus, auditórios e espaços para acolher projectos de coesão social. 

No terreno, as obras já arrancaram – nesta fase preparatória, os trabalhos concentram-se na remoção de entulho e na demolição dos elementos em avançado estado de degradação. A obra de reconversão do antigo Matadouro tem um prazo previsto de conclusão de dois anos, e o ponto de partida para a contagem terá início no advento de 2022, anuncia o site da Câmara Municipal.

O investimento de mais de 40 milhões de euros é integralmente assegurado pela Mota Engil, que venceu o concurso público lançado pela Câmara do Porto. No final dos 30 anos da concessão, o equipamento regressa à esfera municipal. De uma área de cerca de 26 mil metros quadrados, o contrato prevê a utilização de cerca de 20.500 m2 de edificado, dos quais cerca de 12.500 m2 se destinam a espaço empresarial (a ser explorado pela Mota Engil), e quase 8000 m2 de espaços a serem explorados pelo município.

Na área a ser gerida pela autarquia, haverá espaços com valências culturais e de dinamização social, nomeadamente: uma nova extensão do Museu da Cidade,  uma extensão da Galeria Municipal, um acervo e depósito de obras de arte, um espaço educativo, outro espaço de cultura e práticas sociais, e uma área para o projecto Ateliers Municipais.

Será ainda disponibilizado um edifício para as novas instalações da esquadra da PSP (3.ª Divisão Policial do Comando Metropolitano do Porto). O projecto incluirá também a construção de uma ponte pedonal que passará por cima da VCI para ligar o Matadouro à estação de metro do Dragão.

+ Projecto do Matadouro de Campanhã vai finalmente avançar

Cinco coisas que tem de saber sobre a reconstrução do Matadouro de Campanhã

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade