A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Maus Hábitos
© Maus Hábitos

Maus Hábitos entra em 2021 com programação de segunda a sexta

Em 2020, o Maus Hábitos reinventou-se com uma programação cultural servida à mesa e a luta continua em 2021. Vêm aí concertos, cinema, comédia, cabaré e exposições.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

Depois de um ano de luta, em que as casas de música ao vivo foram asfixiadas pela pandemia, o Maus Hábitos soube reinventar-se com uma programação diversa. A cultura passou a ser servida à mesa e os petiscos da casa foram saboreados ao jantar com concertos, sessões de fado, noites de literatura, cinema, stand-up comedy e noites de cabaré.

A casa portuense vai entrar em 2021 com a mesma vontade de oferecer uma programação cultural à mesa, de segunda a sexta-feira. As segundas de Janeiro serão preenchidas, de forma intercalada, com cabaré e fado, em noites curadas por Miguel Bandeirinha. No dia 4, o Cabaré à Mesa traz a palco uma das transformistas mais antigas do circuito, Nany Petrova, à qual se junta Roberta Kinsky.

Às terças, o palco da sala de espectáculos dá continuidade às sessões de improviso da Porta-Jazz e às quintas pode contar com concertos como o rock psicadélico dos Don Pie Pie (7 Janeiro), as guitarradas western do projecto O Bom, o Mau e o Azevedo (14 Janeiro), a electrónica experimental dos Ghost Hunt (21 Janeiro) e o projecto @c de Pedro Tudela e Miguel Carvalhais, com o convidado Stereoboy (28 Janeiro). 

Ricardo Couto volta a apresentar, todas as sextas, diferentes espectáculos de stand-up comedy, ora a solo, ora trazendo novos talentos do circuito. A entrada nas rubricas Cabaré à Mesa, Sons à Mesa e Comédia à Mesa tem um valor de 10€ por lugar e inclui um menu de snack e bebida. Já a entrada nas noites de Fado à Mesa custa 22€ por lugar e inclui jantar de comida tradicional. Podem ser adquiridas na loja online do Maus Hábitos, onde também se encontram disponíveis as reservas de mesa para a rubrica Jazz à Mesa, cuja entrada é livre. 

Mas há mais: o Maus Hábitos e a Saco Azul apresentam a 6 de Janeiro o mini-documentário Cuir PopCreto por Liz Parayzo, parte integrante da residência artística realizada pela artista Lyz Parayzo, cujo resultado se encontra em exposição até dia 12 de Janeiro no espaço A Leste e na oficina do Maus Hábitos. Ao Porto Femme, cuja sessão está programada para dia 20, juntam-se novas parcerias. A 13, o festival BEAST apresenta a sessão UNCHARTED TERRITORIES: Good Morning, Transnistria e, a 27, a 5ª edição do IndieJúnior Allianz passa pela sala de espectáculos. A entrada nestas noites de cinema é livre, mas com possibilidade de reserva de mesa.

Há duas novas exposições para descobrir no quarto andar. A partir de 19 de Janeiro, pode visitar ENCÓMIO | Aos ossos, à bravura e ao sono dos cetáceos de Flávio Rodrigues. Na Mupi Gallery, António Caramelo expõe, entre 14 de Janeiro e 17 de Fevereiro, Comércio Ilícito, no Ciclo “Poético ou Político?”, com curadoria de João Baeta. A entrada é livre.

+ A arte do transformismo tem uma nova noite no Porto

+ Estas obras de arte a preços de amigo dão Má Impressão no Maus Hábitos

+ Leia aqui a edição gratuita da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade