A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Porta-Jazz
© Porta-JazzPorta-Jazz apresenta Blind Dates

Maus Hábitos vai servir jazz à mesa

A partir de 15 de Dezembro, as noites de terça-feira no Maus Hábitos acolhem um novo ciclo de concertos com a curadoria da associação portuense Porta-Jazz.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

A partir de 15 de Dezembro, o Maus Hábitos apresenta uma nova rubrica de Jazz à Mesa, em colaboração com a Porta-Jazz. "Blind Dates" é o nome deste projecto, criado a convite do espaço portuense, que irá substituir as noites de poesia que durante seis meses trouxeram improvisos guiados por Ana Deus e, mais recentemente, Adolfo Luxúria Canibal.

Na nova rubrica de jazz, todas as semanas serão sorteados publicamente pequenos grupos de músicos, previamente convidados a inscrever-se, para apresentarem parcerias musicais inéditas. A cada semana, os músicos sobem ao palco sem ensaios, sem nada previamente combinado, para sessões de improviso. Pode reservar o seu lugar online, mediante a compra de um menu de snacks e bebida no valor de 6,50€.

Há muito mais a acontecer em Dezembro na sala portuense. Na rubrica Sons à Mesa, que agora passa a acontecer às sextas-feiras, estão previstas actuações de Palmiers (4 Dezembro), um novo projecto a solo do baterista Jorge Queijo chamado Adufes & Pandeiros (11 Dezembro) e a violinista Helena Silva (18 Dezembro). As noites de Comédia à Mesa passam a acontecer às quintas-feiras e tomam a forma de apresentações finais, a solo. 

Agora com portas abertas às segundas, a aposta para o início das semanas volta a estar entregue a Miguel Bandeirinha que, para além de uma noite de fados (14 Dezembro), apresenta duas sessões de Cabaré à Mesa, com transformistas reconhecidas da cena portuense (21 e 28 de Dezembro).

Em Dezembro haverá também uma segunda mostra de curtas no âmbito do curso Death and Documentary promovido pela ESMAD e a Universidade do Texas (2 Dezembro), assim como novas noites com o Shortcutz Porto (16 Dezembro) e o Porto Femme (30 Dezembro). 

A dupla sessão de exibição do filme Eldourado XXI de Salomé Lamas acontece a 9 e 23 de Dezembro e integra a programação paralela da exposição Contracto Natural, com curadoria de Bruno Leitão/Hangar. Está patente até 30 de Dezembro na sala de exposições e inclui a apresentação da performance Death Grip, de Diana Policarpo, no dia 9 de Dezembro às 19.00.

A artista brasileira Lyz Parayzo apresenta Cuir Popcreto, que reflecte sobre a emancipação dos corpos dissidentes, a orientação sexual e diferença de género. A abertura está prevista para o dia 4 de Dezembro, às 15.00, no estúdio A Leste, e às 18.00 na oficina do Maus Hábitos. A exposição tem entrada livre e fica patente em ambos os espaços até 8 de Janeiro. 

+ Exposição no Maus Hábitos questiona a sociedade capitalista e extractivista

+ O Porto tem uma nova noite de transformismo

+ Vícios de Mesa lança kit com pizzas para fazer em casa

Leia aqui a edição online e gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade