A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Dona Maria - The Lodge
©Gonçalo F. SantosDona Maria - The Lodge

O Dona Maria quer que você se aqueça nesse Inverno

Instalado no The Lodge, hotel com cinco estrelas em Vila Nova de Gaia, este restaurante aposta no receituário português, acompanhado de bons vinhos, e é o refúgio ideal para a estação.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Talvez por ficar do outro lado do rio, na margem sul, mais perto da linha do Equador, é que este Dona Maria é tão caloroso — tanto na arte de receber, como na carta aconchegante, perfeita para os dias frios de Inverno, ou no espaço, decorado com cores quentes, poltronas de veludo cor de caramelo e uma vista sobre o Douro e o Porto que aquece corações. Instalado no The Lodge, hotel com cinco estrelas em Vila Nova de Gaia, o Dona Maria aposta no receituário português, acompanhado de bons vinhos, claro, não estivéssemos nós paredes meias com as caves onde se armazena um dos mais famosos e cobiçados fortificados do mundo.

Dona Maria - The Lodge
©Gonçalo F. SantosCroquetes de Leitão

Portanto, se procura um jantar intimista, um almoço de família, um evento privado (de referir que o espaço possui duas faustosas salas, a sala dos Vinte e a sala dos Trinta, que podem ser reservadas em exclusividade) ou um pequeno-almoço com vista e amigos, faça check-in aqui. No restaurante Dona Maria, com um nome que é um tributo às mulheres — das hábeis cozinheiras que passam conhecimentos culinários de geração em geração, às princesas e rainhas que deixaram legados gastronómicos na nossa biblioteca histórica, como o Livro de Cozinha da Infanta D. Maria de Portugal —, faz-se comida como a das nossas avós, inspirada em receitas tradicionais do Porto e do norte do país. Exemplo disso são as famosas tripas à moda do Porto (15€/dose individual ou 28€/para partilhar) ou o bacalhau à Zé do Pipo (22€/44€), que terá sido inventado por um portuense com o mesmo nome, dono de um restaurante na cidade nos anos 1960. Ambos os pratos são servidos apenas ao fim-de-semana.

Um carrinho com pães diversos aproxima-se da mesa. Sobre ela colocam manteigas e azeites para os acompanhar e, a pedido, trazem também tábuas de queijos e enchidos. À parte das sopas — umas mais tradicionais, como a canja de galinha e a de milho com amêijoas, e outras mais exóticas, como o creme de carabineiro com coco e pérolas de yuzu (entre os 5€ e os 8€) — quase todos os pratos foram pensados para serem partilhados. Croquetes de leitão bem recheados e salada asiática com maionese de lima (10€/17€), peixinhos da horta com maionese de caril (9€/16€) e camarão ao alho (11€/19€) são alguns dos petiscos ainda antes das entradas. E há duas: carpaccio de bacalhau com salada de citros e couve (10€) e cabeça de xara com texturas de couve-flor (8€).

Dona Maria - The Lodge
©Gonçalo F. SantosVitela estufada com arroz de enchidos

Se não for uma pessoa decidida, avisamos já que a escolha do prato principal será difícil (leve o cardápio bem estudado). Arroz de robalo com berbigão e pimentos (28€/39€), arroz de frango pica no chão (16€/27€) ou vitela estufada com arroz de enchidos, bem saboroso e com a carne a desfazer-se na boca (21€/30€), abrem a secção dos pratos mais robustos. Depois, seguem-se os de mar, representados pelo bacalhau confitado com puré de grão-de-bico, pezinhos de coentrada e molho salsa (22€), pela cataplana de peixe e marisco (28€/46€) ou pelo carabineiro com cevadinha e sua emulsão (32€).

Chanfana de cabra assada a baixa temperatura durante 48 horas com batata trufada e grelos (15€); bife à portuguesa (22€); posta mirandesa com batata rosti e grelos salteados (21€/35€); e costeletão de vitela grelhada com migas de feijão-frade e chouriço de porco preto (46€) são os pratos de carne disponíveis, sendo os dois últimos preparados na brasa.

Dona Maria - The Lodge
©Gonçalo F. SantosCarabineiro com cevadinha e sua emulsão

Nas sobremesas, prove o tártaro de manga e abacaxi com sopa de maracujá, yuzu e sorvete de coco (7€), que já se tornou uma espécie de ex-líbris do Dona Maria. Mas as outras não lhe ficam atrás. Pannacotta de iogurte grego aromatizada com citronela, sopa de pêssego, especiarias e hortelã; pastel de nata com gelado de canela e molho de caramelo ou as texturas de chocolate e avelã (entre os 6€ e os 9€) imprimem um final mais fresco à refeição. O que não calha nada mal, já que aqui faz um calorzinho bom.

Dona Maria - The Lodge
©Francisco Almeida DiasDona Maria - The Lodge

Rua de Serpa Pinto, 60 (Vila Nova de Gaia). 22 015 7540. Seg-Dom 07.00-10.30 (pequeno-almoço); 12.30-15.00 (almoço); 19.30-23.00 (jantar).

 + Fevereiro é mês de marisco em Matosinhos a preços especiais

Leia aqui a nova edição gratuita da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade