A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

O Festival Internacional de Artes de Rua de Santa Maria da Feira começa hoje

Por Bernardo Gonçalves
Publicidade

Imaginarius, o maior festival de artes de rua de Portugal, regressa entre os dias 23 e 25 de Maio a Santa Maria da Feira, com uma edição dedicada às memórias. Durante três dias, intervenções de 247 artistas de 12 países estarão espalhadas pela cidade.

Santa Maria da Feira vai servir de palco a 196 apresentações de teatro, dança, circo, música e realidade virtual, todas com entrada gratuita. O centro histórico da cidade será ocupado por espectáculos em locais como a Biblioteca Municipal, os Claustros do Convento de Lóios, o Cineteatro António Lamoso, entre outros. 

Com um cartaz que “reflecte a complexidade da memória”, a programação traz a performance da companhia holandesa Close-Act Theatre. Globe explora as recordações antigas e saudosas vivenciadas na infância através de uma apresentação interactiva que mescla dança, projecções e pirotecnia. A intervenção terá lugar nas Piscinas Municipais nos dias 24 e 25 de Maio, às 23.30.

A companhia inglesa Ockham’s Razor apresenta Belly of the Whale nos dias 24 e 25 de Maio, às 17.00 e 22.00, na Igreja Matriz. Imersa num cenário dinâmico, a performance de dança problematiza o passado enquanto agente de mudança no ser humano.

Da França chega a Fheel Concepts que performa Hold On nos dias 24 e 25 de Maio no Cineteatro António Lamoso. O espectáculo circense promete uma apresentação interactiva que "permitirá ao espectador vivenciar o risco, a adrenalina e a alegria de subir ao palco". 

Já a companhia espanhola Efimer traz La Gran Empesta, uma experiência sensorial que aborda a metáfora da “tempestade” enquanto vector de transformação humana. Em estreia nacional, a instalação pode ser visitada nos dias 24 e 25 de Maio das 15.00 às 00.00 na Casa do Moinho.

Desde 2001, o Imaginarius dá lugar a grandes produções nacionais e internacionais. Em quase duas décadas, o evento segue com o mote de estimular a criação e experimentação dos artistas locais. A edição de 2019 apoia 11 criações próprias e o Mais Imaginarius, concurso que desafia artistas emergentes a apresentar suas obras em festival.   

The Last One to Grab Fall First é uma das criações próprias em estreia nacional no festival, podendo ser vista de 23 a 25 de Maio no Rossio. O espectáculo circense da companhia Salto aborda a metáfora da vida contemporânea numa apresentação que combina força, equilíbrio e rapidez.

Destaque também para As Baquetas Misteriosas, uma performance que utiliza o som como fio condutor de memórias pessoais, e Curve, um espectáculo da companhia turca Cie. du Paon, vencedora do Mais Imaginarius 2018. A apresentação de dança explora os paradoxos da vida e o acto de envelhecer. 

E, como já é habitual, o programa foi concebido para toda a família, incluindo os mais pequenos, com diversas actividades para interagir e experimentar o espaço.

+ Territórios dramáticos volta a Famalicão para reinventar os formatos e espaços do teatro

+ Blaya e GNR actuam nas festas do Senhor de Matosinhos

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Últimas notícias

    Publicidade