A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

O pão da nova Selvagem Padaria cresce sem pressas

Por Teresa Castro Viana
Publicidade

O pão de fermentação natural está na moda, mas isso já deve saber. O que talvez não saiba é que há um novo padeiro na cidade. Chama-se Luiz Henrique Marcelino, tem 31 anos, é brasileiro e vive no Porto desde o início do ano. Há dois meses lançou oficialmente a Selvagem Padaria, um projecto dedicado ao pão feito de forma selvagem – o nome vem daí –, apenas com farinhas moídas em mó de pedra, água e sal.

Branco (3,50€), multigrãos, com sementes de girassol, abóbora, papoila, quinoa ou linhaça (3,70€), e um especial, que pode ser de queijo da Serra, arandos com castanha do Pará, chouriço ou  azeitonas (entre 3,70€ e 3,90€) são algumas das variedades que pode encomendar e levar para casa.

Os pães têm entre 650 e 750 gramas e há duas fornadas por semana: à quarta-feira (as encomendas devem ser feitas até segunda) e à sexta-feira (as encomendas devem ser feitas até quarta).

Luiz Henrique Marcelino
©João Saramago

Por enquanto, o pão é feito em casa, mas o objectivo é abrir uma padaria, negócio que já vem de família. “O meu avô era do Porto e tinha uma padaria. Quando foi para o Brasil abriu uma lá também”, conta. O bichinho está lá. É dar-lhe tempo para crescer, como Luiz faz com a massa-mãe. 

Encomendas pelo Instagram @selvagem.padaria, pelo email selvagempadaria@gmail.com ou pelo Whatsapp (91 072 8358).

+ As melhores padarias no Porto

+ Alimentos fermentados. Bactérias e leveduras, para que vos quero?

Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Últimas notícias

    Publicidade