A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Fariña
©DRFariña

As melhores padarias no Porto

Clássicas ou mais modernas, com regueifa ou pão de fermentação natural, nesta lista estão as melhores padarias no Porto.

Escrito por
Editores da Time Out Porto
Publicidade

Para começar o dia cheio de energia e boa disposição, a escolha de um bom pequeno-almoço pode fazer a diferença. Se acrescentar umas panquecas ou uns ovos, o conjunto até pode ficar ainda mais atractivo, mas o segredo está na escolha do pão, esse ingrediente obrigatório na refeição mais importante do dia. Regueifa, pão de leite, pão de água, bico de pato, pão com passas ou de beterraba são algumas das variedades que se encontram à venda nas melhores padarias no Porto. Barrado com compota, manteiga ou mesmo simples e acabado de sair do forno, um bom pão é sempre bem-vindo.

Recomendado: O melhor pão de fermentação lenta no Porto

As melhores padarias no Porto

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Baixa
  • preço 1 de 4

É uma instituição da cidade e, além de tantas outras coisas boas, tem pão de alta qualidade. Mais de 140 anos de experiência dizem muito sobre uma casa, certo? Na Padaria Ribeiro há pão para todos os gostos, biscoitos, broa e até bolos. Tudo feito na casa. Se tiver dúvidas na hora de escolher pergunte pelo de passas, pela broa de centeio, pelo pão integral ou pelo de nozes. Vai ver que sai bem servido.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Bonfim

Foi em parceria com Gil Fortuna, que Vasco Coelho Santos abriu a Ogy by Euskalduna, uma padaria artesanal de onde saem, todos os dias, pães de trigo e centeio com sementes, baguetes, brioches vegan feitos com azeite, ciabattas e buns de sésamo, entre outros. Todos de fermentação lenta e natural, todos com massa mãe na sua composição, feitos com cereais portugueses, de preferência moídos em mó de pedra, e com uso mínimo de leveduras. Têm também folhados mais doces que vão variando, como o pain au chocolat, o pain suisse, o pain aux raisin e o danish, com diferentes sabores consoante os frutos da época. O croissant, esse, está lá sempre, claro.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Padarias
  • Foz
  • preço 1 de 4

Mesmo em frente à Confeitaria Tavi fica a padaria do grupo. Centeio e malte, pão biju, pão de milho e girassol, pão d'aldeia e pão de com pepitas de chocolate são alguns dos exemplares que pode comprar por lá. E, diga-se, não há melhor maneira de começar o dia: com bom pão e uma bonita vista para o mar, ali tão perto.

  • Restaurantes
  • Baixa

É uma perdição esta “badass bakery”, como Bebiana e Vasco, os donos, gostam de chamar a este cantinho apetitoso na rua de Belomonte. E dá vontade de trazer tudo quanto há atrás das vitrinas gulosas. Há pães de mistura, de nove sementes, de espelta integral e espelta branca, outros especiais como o de maçã e aveia, focaccias tradicionais que levam tomate cereja, azeitonas e manjericão, e ainda pastelaria variada que vai mudando todos os dias. Com sorte, encontra por lá óptimos rolinhos de canela, bolas de Berlim recheadas com diferentes sabores, croissants brioche e cookies de comer até à última migalha.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Padarias
  • Baixa
  • preço 1 de 4

Com mais de 80 anos, a Padaria Cristal funciona todos os dias e tudo o que lá se vende é feito pelos padeiros e pasteleiros da casa. Todas as madrugadas põem a mão na massa para encher as montras da padaria e fornecer o pão para algumas das melhores hamburguerias da cidade, como é o caso da Peebz e da Real Hamburgueria Portuguesa. 

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Grande Porto

É uma das mais conhecidas e reconhecidas padarias de fermentação natural da cidade, onde o tempo e os ingredientes biológicos são pilares fundamentais. Para garantir que não há desperdício de produto, trabalham sempre por encomenda (por mail, whatsapp, sms ou telefone) e têm um menu recheado de tentadoras propostas. Pão de trigo, pão de trigo 100% integral, pão de centeio, pão de mistura de trigo e centeio, pão de trigo com sementes de sésamo ou com azeitonas e alecrim são alguns dos pães que poderá ter à sua mesa.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Baixa

Marina Teixeira, como muito boa gente, começou a fazer pão durante a pandemia. Hoje tem a sua própria padaria onde, todos os dias, vende pão de trigo e pão de trigo e centeio, pão de queijo e um especial que vai mudando: pode ser de espelta, de nozes e passas, de azeite com alecrim, de azeitonas, de sementes, ou de abóbora e nozes. “São pães de massa-mãe, utilizo farinhas biológicas, moídas em mó de pedra para preservar a qualidade do grão, e fermentações naturais e longas”, diz. Os rolinhos de canela, generosos na canela e na doçura, também estão lá sempre. Os brioches aparecem às sextas-feiras e sábados, e os brownies e as cookies de chocolate com pedaços de noz, quando Marina tem um bocadinho mais de tempo. Vale muito a pena uma visita.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Baixa

“A Brites é uma padaria e pastelaria de fabrico artesanal, onde se opta pelo melhor processo e onde se respeita o tempo de cada produto. O tempo é, aliás, o ingrediente mais importante”, explica Verónica Dias, a jovem padeira de 29 anos que abriu, em Janeiro, este espaço onde pães, baguetes e bolos crescem ao seu próprio ritmo. O pão e a viennoiserie, a pastelaria francesa, é toda de fermentação natural e longa. Diariamente vendem pão de trigo, de trigo e centeio, de azeite, baguete de tradição francesa e alguns especiais, como o de aveia, o de sementes, o de mistura ou o de integral e malte. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Padarias
  • Miragaia
  • preço 1 de 4

Dos mesmos donos do Intrigo, a Peneira é uma padaria de fermentação natural com vista para o rio. Todos os dias há diferentes tipos de pão, que pode comprar para levar para casa, ou provar ali mesmo. Também há rolos de canela, croissants e muffins confeccionados com várias horas de fermentação.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Cedofeita

Farinhas biológicas, moagem em mó de pedra e fermentação natural: eis os três pilares da Masseira, a padaria em Cedofeita que vende bom pão de fermentação lenta. O brioche, o pão de trigo e o de mistura com figos e nozes são alguns dos preferidos dos clientes, que são cada vez mais. Portanto, a melhor forma de garantir o seu é reservando-o por SMS (916 767 730).

Publicidade
  • Restaurantes
  • Padarias
  • Foz
  • preço 1 de 4

O cheiro a pão e a decoração a roçar o vintage fazem da Padaria Formosa, na Foz, um sítio onde apetece ir sempre que se sente saudades de casa da avó. Fazem vários tipos de pão, da baguete francesa à broa de Avintes, passando pelo pão de Mafra e pela fogaça (experimente-a torrada com manteiga). Mas não saia sem experimentar a baguete e o pão com sementes de girassol. Fica a dica.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Cedofeita

O projecto existe desde 2010 mas só agora tem um espaço físico. A padaria artesanal Masseira fica na zona de Cedofeita e todos os dias há diferentes variedades de pão de fermentação natural à escolha.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Baixa

Com fama estabelecida em Amarante, onde têm dois estabelecimentos – o primeiro desde os anos 90 –, é de lá que chegam todos os dias de manhã, bem cedo, os doces conventuais de fabrico próprio, típicos daquela cidade; muitos bolos gulosos de invenção própria; e ainda pães, sêmeas e regueifas. Estas, disponíveis apenas ao fim-de-semana, saem às centenas.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Matosinhos
  • preço 1 de 4

É no Mercado Municipal de Matosinhos que Ana Fonseca prepara este pão de fermentação natural, feito com farinhas biológicas, moídas em mó de pedra. Há algumas variedades que pode consumir ali, acompanhado por um café de especialidade, ou levar para comer em casa. Há de mistura, espelta, sementes de girassol, nozes e passas, com preços a partir de 2,50€.

Outras sugestões

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade