A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Presépio do século XVIII na Igreja de São José das Taipas
© DRPresépio do século XVIII na Igreja de São José das Taipas

O presépio mais antigo do Porto já pode ser visitado

O presépio, datado do século XVIII, pode ser visto na igreja de São José das Taipas, junto ao jardim da Cordoaria, até 6 de Janeiro. No exterior da igreja há uma novidade – um painel de seis metros com um presépio pintado pelo artista urbano Kilos.

Por Ana Patrícia Silva
Publicidade

O presépio que se julga ser o mais antigo da cidade do Porto, datado do século XVIII, está na Igreja de São José das Taipas, onde pode ser visto até 6 de Janeiro. A autoria desta obra de arte é atribuída à escola de Machado de Castro, um dos grandes escultores europeus do barroco. 

Por norma, esta obra não está acessível ao público, devido a questões de segurança e de conservação, mas este ano a Irmandade das Almas de São José das Taipas decidiu presentear a cidade com a sua exibição. O presépio pode ser visitado diariamente de manhã, entre as 11.00 e as 12.30, ou à tarde, entre as 15.30 e as 17.00. Existe ainda a possibilidade de realizar visitas noutros horários, mediante agendamento prévio.

Este presépio tem uma particularidade: em vez dos habituais três reis magos, tem quatro. Os três reis são representantes dos três continentes (Europa, Ásia e África) que eram conhecidos à data da criação do primeiro presépio, em 1223, por S. Francisco de Assis. O presépio da igreja de S. José das Taipas é de um tempo em que a humanidade já tinha conhecimento de um quarto continente (América), daí a representação de um quarto rei, na figura de um chefe índio sul-americano.

Presépio do século XVIII na Igreja de São José das Taipas
© Irmandade das TaipasPresépio do século XVIII na Igreja de São José das Taipas

Mas este ano há uma novidade no exterior da Igreja de São José das Taipas: um presépio pintado num painel de seis metros, que representa a visão do artista urbano Kilos, a quem a Irmandade das Almas de São José das Taipas lançou o convite. A base de inspiração foi a mensagem da Carta Apostólica do Papa Francisco sobre o significado do presépio, divulgada em 2019. A Igreja de São José das Taipas espera, com esta acção, "trazer às pessoas um pouco mais de alento num ano particularmente difícil", segundo a nota de imprensa.

Painel pintado por Kilos
© Irmandade das TaipasPainel pintado por Kilos

+ As novas intervenções de arte urbana no Porto

+ Os melhores mercados de Natal no Porto

Leia aqui a edição online e gratuita da Time Out Portugal desta semana

Últimas notícias

    Publicidade