A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pizza do Eça Pizza
©Tó Mané PhotographyPizza do Eça Pizza

Pizzas napolitanas, cocktails e literatura do século XIX no novo Eça Pizza, em Vila Nova de Gaia

O novo restaurante instalado na estação de comboios da Granja é especializado na confecção de pizzas napolitanas artesanais, feitas com ingredientes seleccionados e de forma sustentável.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Se vinha de comboio ou não, não sabemos, mas o certo é que era nas águas do mar da Praia da Granja, em Vila Nova de Gaia, que Eça de Queirós se banhava quando o Verão chegava. Pelo menos é esse o mote e a história que sustentam a vibe deste novo Eça Pizza, instalado na estação ferroviária da Granja, numa das zonas balneares mais exclusivas e bem frequentadas do país no final do século XIX. 

“Uma elite de intelectuais, nos quais se incluíam Eça de Queirós, Ramalho Ortigão, Oliveira Martins ou Guerra Junqueiro, reuniam-se na Assembleia aqui perto, um espaço onde havia bailes, concertos, festas, jogos, onde se encontravam estes e outros intelectuais que gostavam de frequentar a renomada e exclusivista praia nortenha. Era onde os pensadores colocavam as suas teorias em prática, onde analisavam as problemáticas do país e onde conviviam”, conta Gonçalo Pina, o mentor do projecto, em comunicado.

Pizza do Eça Pizza
©Tó Mané PhotographyPizza do Eça Pizza

O espaço ocupa agora uma parte da antiga estação, um edifício centenário que esteve abandonado durante vários anos. Lá dentro são muitos os quadros de Eça de Queirós que adornam as paredes, e os livros do escritor realista podem ser lidos e levados para casa emprestados.

Feitas as apresentações, falemos da comida. Temos sérias dúvidas que o autor de Os Maias tenha alguma vez espetado o dente numa pizza italiana, mas o mais provável é que tivesse gostado e muito. Especialmente as deste restaurante, perito na confecção de pizzas napolitanas artesanais, feitas com “ingredientes seleccionados ao pormenor” e de forma sustentável. A massa, por exemplo, fermenta no mínimo 48 horas, entre os 5 e os 6,5 graus, de forma a originar uma pizza com uma base de “degustação suave e digestão fácil”, referem.

Esplanada do Eça Pizza
©Tó Mané PhotographyEsplanada do Eça Pizza

Nuno Magalhães, gerente do espaço, chegou inclusivamente a alojar-se durante duas semanas numa pequena aldeia perto de Nápoles com o objectivo de aprender a verdadeira arte da pizza napolitana com um mestre pizzaiolo de 70 anos — da confecção e abertura da massa à montagem dos ingredientes na pizza.

“Só usamos produtos DOP. Alguns vêm de Itália, naturalmente, e outros são portugueses, como os chouriços de fumeiro tradicional, ou os cogumelos biológicos, criados numa quinta aqui perto. As frutas e legumes são comprados na zona da Granja e da Aguda, a produtores locais. Outro exemplo é o alecrim, que vem de uma quinta no Douro, devido ao seu cheiro, textura e sabor únicos. Temos muito cuidado com todos os produtos que utilizamos, pois é aí que a qualidade do que oferecemos começa”, conta Gonçalo, acrescentando que as pizzas, todas com nomes de livros do escritor, cozinham num forno eléctrico Izzo durante 45 ou 50 segundos.

Cocktail do Eça Pizza
©Tó Mané PhotographyCocktail do Eça Pizza

Além destas, há saladas para descobrir, muitas sobremesas e cocktails para desfrutar na esplanada ao som de bossa nova ou blues. Durante a semana há um menu executivo disponível ao almoço (12€) e a possibilidade de reservar o espaço para grupos com um menu que inclui, entre outras coisas, pizza à descrição (30€/pessoa). 

Rua da Estação, Praia da Granja (Vila Nova de Gaia). 22 731 2251 / 96 808 5002. Qua-Qui 12.30-15.30; 19.30-22.30. Sex-Sáb 12.30-15.30; 19.30-00.00. Dom 12.30-15.30; 19.30-22.00.

Musubu, o novo ateliê de comida japonesa nas traseiras da Coração Alecrim

simplesmente... Vinho organiza jantar e cinco provas pop-up

Últimas notícias

    Publicidade