A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Rio Leça
Fotografia de Pedro CaetanoRio Leça

Rio Leça vai ter vigilância ainda este ano

Vai ser destacada uma equipa de guarda-rios, constituída por funcionários de quatro municípios, para monitorizar o rio.

Por
Margarida Ribeiro
Publicidade

Os representantes das Câmaras Municipais de Matosinhos, Santo Tirso, Valongo e Maia reuniram-se, recentemente, para a primeira Assembleia Geral do Corredor do Rio Leça, da Associação de Municípios, uma associação intermunicipal, pioneira em Portugal, que tem como objectivo recuperar o rio que une estes municípios. Durante esta sessão ficou decidido que, ainda este ano, o rio vai transformar-se num local vigiado por uma equipa de guarda-rios, formada por funcionários das quatros cidades. 

A formação de uma equipa para percorrer e monitorizar o rio não foi a única decisão tomada durante esta assembleia, presidida pelo Bispo Auxiliar de Lisboa, D. Américo Aguiar. Também foram aprovados "o orçamento e o plano de actividades para 2021 da associação, que, ainda este Verão, deverá instalar-se num espaço do Centro Empresarial da Lionesa, em Leça do Balio", lê-se em comunicado

A associação responsável por estas novidades "surgiu com os objectivos de recuperação ecológica do rio e a valorização paisagística, cultural e socioeconómica do território que ele atravessa, desde a nascente até à foz, bem como a promoção de conhecimento, novas oportunidades de mobilidade suave, lazer e estadia ao longo do rio, sensibilização ambiental, valorização do contacto com a natureza, dos serviços de ecossistema e da vida ao ar livre".

+ As melhores praias fluviais no Porto e arredores

As melhores praias no Porto e arredores

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade