A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Trend Circle
© DR Trend Circle

Trend Circle: a nova plataforma online com peças e acessórios de luxo em segunda mão

Além de poder comprar, também pode alugar artigos de luxo de marcas portuguesas e internacionais.

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

Francisca Barroso e Rita Araújo conhecem-se e são amigas desde o primeiro ano de faculdade. Ao longo dos anos, mantiveram sempre percursos e interesses semelhantes, entre eles a economia circular, a sustentabilidade, a moda de luxo e a vontade de criar um projecto inovador. Então decidiram juntar-se para criar a Trend Circle, uma plataforma online de venda e aluguer de peças e acessórios de marcas de luxo, em segunda mão. 

A ideia nasceu em 2019, ano em que concorreram à bolsa StartUp Voucher, que ajuda a desenvolver ideias de negócio de jovens empreendedores. Infelizmente, não conseguiram apoio nesse ano. Depois de alguma reorganização e de uma viagem até Barcelona para estudar e investigar o mercado de segunda mão na Europa, em Março de 2020 candidataram-se novamente ao mesmo programa e foram bem-sucedidas. Durante os dez meses seguintes, desenvolveram o seu negócio com o apoio e mentoria da ANJE

"[A Trend Circle] nasceu da nossa paixão relativamente à indústria da moda, e também pelo desejo de tornar esta indústria mais sustentável. Efectivamente, o mercado de segunda mão pode ser uma grande ajuda para o nosso planeta, visto que contribui para a redução da produção exagerada de vestuário e consequentemente reduz os efeitos negativos provocados pela indústria têxtil", explica Francisca. 

Trend Circle
© DRModelo com colete da Burberry

Para a sua plataforma, decidiram unir duas ideias distintas de ambas. Rita pensou inicialmente criar um negócio de roupa de luxo em segunda mão, já Francisca tinha a ideia de criar algo relacionado com moda, mas mais ligado ao aluguer de peças. Foi ao juntar estes conceitos que criaram a Trend Circle. 

Optaram por apostar em artigos de luxo devido à sua qualidade e durabilidade. Além de serem a paragem certa para as pessoas interessadas em comprar este tipo de artigos a preços acessíveis, são também a loja ideal para quem quer um "armário rotativo". "Damos a oportunidade aos nossos clientes de obter um armário infinito, baseado numa comunidade de partilha, mediada pela Trend Circle", acrescenta. 

Quanto ao stock de peças disponíveis, esse vem de clientes privados, que querem dar uma nova vida ao que já não usam, através da venda à consignação. Além disso, também têm parcerias com lojas de segunda mão, outlets e designers que queiram vender os restos de colecções de anos anteriores – algo que permite vender alguns artigos nunca usados com descontos até 80%. Tudo isto à venda na loja online. 

Existe também a possibilidade de alugar uma selecção de peças – "o cliente escolhe o que mais lhe agrada e uma data de entrega (pode ser por períodos de 4, 7 ou 14 dias), paga, recebe o seu produto em casa, utiliza o produto e no final a nossa transportadora faz a recolha no local indicado pelo cliente", esclarece Francisca. Só precisa de duas coisas para conseguir usufruir deste serviço: ter mais de 18 anos e um cartão de crédito, já que fica uma quantia bloqueada no cartão, durante o período de aluguer, que é capturada no caso de danos irremediáveis ou furto.

Trend Circle
© DRModelo com vestido Ana Baldaque

O catálogo é aliciante para qualquer amante de moda, com nomes sonantes como Burberry, Gucci, Louis Vuitton, Prada, Balenciaga, Carolina Herrera, Versace, Ralph Lauren, Valentino, Chloé, Yves Saint Laurent, entre muitas outras, em peças, acessórios e carteiras, para mulher e homem. Mas também estão representados nomes portugueses como Anabela Baldaque e Luís Buchinho. Criar mais parcerias com criadores nacionais é, aliás, um dos objectivos a longo prazo do projecto.

"Queremos ser uma plataforma que os designers possam usar para divulgar os seus produtos e escoar os stocks que tenham de colecções passadas ou os produtos que não possam comercializar por terem sido utilizados em desfiles, por exemplo", explica Francisca. 

Quanto a preços, pode encontrar os produtos à venda entre 10% e 50% do valor original. No caso do aluguer, os preços são, aproximadamente, 5% do valor original. Todos os valores variam de acordo com o estado do produto, marca, material, popularidade, antiguidade e modelo do artigo.

O futuro da Trend Circle não passa por criar lojas físicas, as fundadoras acreditam mais no potencial do online, mas têm o objectivo de desenvolver uma aplicação móvel. "Queremos que a Trend Circle seja associada a qualidade e inovação, pelo que queremos sempre ir acrescentado funcionalidades que façam sentido com o mercado em que estamos inseridas."

Têm um escritório no Porto, na Rua da Alegria, que está de portas abertas para receber clientes por marcação, para ver e experimentar peças. De vez em quando, também organizam showrooms abertos ao público.

+ Cinco lojas vintage do Porto que vendem online

Lojas online do Porto que tem de conhecer

Descubra a edição desta semana, digital e gratuita, da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade