A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Viva Porto
©DRViva Porto

Viva Porto tem nova carta com forte aposta na cozinha portuguesa e de conforto

Da comida de tacho e de conforto, que lembra a das nossas mães e avós, aos pratos de partilha, para se dividir com quem mais se gosta, há muito para descobrir.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Depois de dois anos de incerteza, o Viva Porto, em Miragaia e de olhos postos no Douro, inaugura um novo capítulo com uma nova carta. Nesta nova fase do restaurante do grupo hoteleiro NEYA Hotels, na Invicta, a aposta é no melhor que a cozinha portuguesa tem: da comida de tacho e de conforto, que lembra a das nossas mães e avós, aos pratos de partilha para se dividir com quem mais se gosta. Apresentam agora um novo menu feito e pensado pelo chef Diogo Pimentel, o timoneiro das cozinhas do grupo, onde aplicam modernas técnicas de confecção.

Trata-se de “uma carta diversificada, com raízes portuguesas, de conforto e de partilha, com técnicas e sabores originais da nossa gastronomia tradicional, mas com novas abordagens e uma visão mais contemporânea, mas onde procuramos respeitar os produtos e as suas origens”, explica em comunicado.

 Chef Diogo Pimentel
©DRChef Diogo Pimentel

Se está com vontade de embarcar numa viagem pelo património gastronómico português, tem bom remédio. Reserve uma mesa no Viva Porto e peça os peixinhos da horta e emulsões do chef (8€) ou o camarão, coentros e coco (13€) como entradas. Para pratos principais, opte pelo arroz de polvo (18€), pelo lombo de bacalhau à Gomes de Sá (24€) ou pelo leitão cozinhado a baixa temperatura (22€). Para rematar a refeição em beleza, aposte em sobremesas como a rabanada com leite-creme e noz (6€) ou em outras mais arrojadas, feitas à base de azeitona (6€).

Além do sabor, a sustentabilidade é também outra das grandes preocupações deste restaurante, premissa que se reflecte na escolha dos ingredientes e nos métodos de confecção. “Os restaurantes Viva estão inseridos num grupo hoteleiro que tem na sua génese a preocupação com o ambiente e a sustentabilidade, pelo que a nossa preocupação e metodologia de trabalho passa por fomentar a aquisição de produtos locais, mas também pela sua optimização e rentabilização, evitando sempre o desperdício”, remata.

Peito de pintada, texturas de milho e espargos
©DRPeito de pintada, texturas de milho e espargos

Rua de Monchique, 35 (Miragaia). 21 841 3066. Seg-Dom 08.00-10.30; 12.30-15.00; 19.30-22.00.

+ Entre na onda do novo Escama, o restaurante na Baixa onde o peixe e o marisco são reis

Os novos restaurantes no Porto que tem de conhecer

Últimas notícias

    Publicidade