Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Banzai: no novo espaço da Invicta vai poder testar os seus limites

Banzai: no novo espaço da Invicta vai poder testar os seus limites

Teste os seus limites. Reúna os amigos, a família ou os colegas de trabalho e vá até este novo espaço na Baixa que põe à prova as suas capacidades físicas, sensoriais e intelectuais. Aguenta a pressão?

Banzai
© João Saramago Banzai Challenge
Por Patrícia Santos |
Publicidade

Se há muito tempo que não reúne os amigos para uma saída, que tal garantir que na próxima vez esta seja épica? Tudo o que tem de fazer é guiá-los em direcção ao número 24 da Rua Dr. António Emílio Magalhães, onde abriu o Banzai, espaço onde encontra dois jogos que prometem testar os seus limites ao máximo. A estrela da casa é o Banzai Challenge, uma mistura de escape game com game show japonês, Jogos Sem Fronteiras, jogo de computador e programa de televisão. O resultado é um live action game, que Joaquim Valente, um dos responsáveis pelo projecto, afirma ser o passo seguinte, "em termos de conceito", dos jogos de fuga. Contamos-lhe tudo.

Recomendado: Seis escape rooms no Porto para conhecer

Banzai. No novo espaço da Invicta vai poder testar os seus limites

Banzai Challenge
© João Saramago

A ideia

Um escape game, um game show japonês, os Jogos Sem Fronteiras, um jogo de computador e um programa de televisão entram num bar. O resultado? Um live action game, que Joaquim Valente afirma ser o passo seguinte, "em termos de conceito", dos jogos de fuga. A ideia, conta, chegou depois de alguns anos à frente da Porto Exit Games junto com Thais Nomi Valente, a esposa, e de terem participado em "centenas" de jogos do género espalhados por "quatro continentes". Puseram mãos à obra e surgiu o Banzai, que Joaquim diz tratar-se de um projecto "único no mundo". Aqui, "o objectivo não é escapar, mas completar uma série de missões e ganhar o máximo possível de pontos", explica. De momento, tem dois jogos à sua espera – com o tempo vão aparecer mais –, que conceberam de raiz com a ajuda da equipa da Porto Exit Games. São eles o Banzai Challange, a estrela da casa, e o Banzai Bomb.

Banzai Challenge
© João Saramago

Banzai Challenge

Os cinco sentidos de cada elemento da equipa (entre duas e dez pessoas) vão ser explorados ao longo de cinco missões, que deverão ser completadas com o maior número de pontos possível. "Pelo meio disso, há uma série de armadilhas, penalidades e desafios que os jogadores têm de resolver", explica. Além da visão, da audição, do tacto, do olfacto e do paladar, os jogadores vão ser ainda testados, individualmente e colectivamente, em termos de coordenação motora, agilidade, precisão, criatividade, sentido de humor e energia, por exemplo. Apesar de ser um desafio físico, está adaptado a todas as idades, "dos oito aos 80".

Publicidade
Banzai Bomb
© João Saramago

Banzai Bomb

Nesta prova, a sua equipa (entre dois e sete elementos) vai poder colocar-se na pele de uma unidade de minas e armadilhas e tentar desarmar uma bomba antes que esta expluda. Para isso, o grupo vai ter de dividir-se: uma parte fica com a bomba e a outra com uma série de manuais sobre como desarmar estes objectos, mas sem saber qual o que corresponde ao tipo da bomba em causa. "Comunicando por walkie-talkie, os que estão com a bomba tentam explicar como ela é e os que estão com os manuais tentam perceber qual é o indicado e fazem perguntas para ajudar. No final, os jogadores trocam de posição, mas também muda a bomba, pelo que tudo volta à estaca zero."

Banzai
© João Saramago

Preços

Quanto maior for a equipa, menor será o valor que cada elemento tem de pagar. No Banzai Challenge, os preços variam entre os 14,50€/pessoa (grupo de dez jogadores) e os 27,50€/pessoa (uma dupla). Já no Banzai Bomb, a quantia a pagar começa nos 10,90€/pessoa (quatro participantes, três tentativas) e estende-se até aos 14,90€/pessoa (dois participantes, quatro tentativas). Caso a sua equipa opte por disputar os dois jogos no mesmo dia, o valor combinado de ambos é mais económico.

Mais coisas para fazer no Porto

Galeria da Biodiversidade
© João Saramago
Coisas para fazer

20 coisas grátis para fazer no Porto

Visitar museus e exposições, passear por jardins, pintar um mural, admirar a arte que existe pelas ruas, aproveitar uma aula de ioga ao ar livre ou participar numa sessão de poesia. Estas são algumas das ideias que pode encontrar nesta lista, onde a Time Out reuniu várias coisas grátis para fazer no Porto, sem gastar um tostão. Se estiver disposto a gastar até 5€, também não faltam opções. Por enquanto, vá juntando as moedas para mais tarde, encontre boa companhia e saia de casa sem se preocupar com o dinheiro. Não tem de quê.

Noite de comédia na Fábrica Nortada
© DR
Comédia

Conheça três sítios com noites de stand-up comedy no Porto

"Um dia sem riso é um dia desperdiçado", disse Charlie Chaplin. E nós concordamos. Dificilmente há melhor programa para se libertar do stress de uma semana de trabalho ou para organizar uma saída diferente com os seus amigos e aproveitar as noites amenas de Verão. Não faltam palcos para a arte da comédia no Porto, muitos deles com programação regular e acesso gratuito. Se está a precisar de dar umas boas gargalhadas enquanto desfruta de uma bebida fresca e de um petisco, passe os olhos por esta lista de rir e chorar por mais. Aqui tem três sítios com noites de stand-up comedy no Porto.

Publicidade
Parque canino
© João Saramago
Coisas para fazer, Caminhadas e passeios

Os melhores parques e jardins no Porto

O Porto está particularmente bem servido neste departamento. Sim, não nos poupamos de elogios à cidade. Do Parque de Serralves ao Jardim das Virtudes, é difícil cansarmo-nos dos espaços verdes espalhados um pouco por todo o lado. Cada um tem a sua história, a sua identidade, e o seu melhor ângulo para a fotografia nas redes sociais. É fácil perceber porque é que estes são os melhores parques e jardins no Porto: são boas opções para juntar a família e passear ao fim-de-semana, para levar o seu melhor amigo de quatro patas a fazer algum exercício fisico ou até para reunir os amigos no final do dia de trabalho.

Publicidade