Festival LeV: para ler em movimento

Este ano o LeV – Literatura em Viagem é dedicado às cidades. Pegámos no mapa e dizemos-lhe quais os principais destinos desta edição

Este ano chega-se à 12ª edição do festival LeV – Literatura em Viagem. O evento tem já um modelo bem definido, continuando a contar com escritores de todo o mundo para discutir temas propostos pela organização ou para uma entrevista de vida. Mas também há fotografia, actividades com crianças e outras opções a ter em conta. Tudo isto entre quinta-feira 10 e domingo 13, com o epicentro na Biblioteca Municipal Florbela Espanca e ramificações noutros espaços de Matosinhos.

Tema
A nova edição do LeV será “O Romance das Cidades”. É um tema sem fim, como se pode imaginar, pelo que a organização escolheu cinco metrópoles do Património Imaterial Mundial, entre as quais Nova Iorque, Rio de Janeiro e Jerusalém. E é a partir destas que são definidos os pontos de partida para as conversas com os vários escritores presentes.

Mesas
Os maiores destaques de um evento literário vão sempre para as mesas redondas, como será de esperar, e o LeV não foge à regra. Acontecem no Auditório da Biblioteca Florbela Espanca, contam sempre com autores conceituados e um tema por sessão. São diálogos moderados por figuras conhecidas e nos quais o público tem uma palavra a dizer. Entre os exemplos deste ano estão as mesas:

Cidade Maravilhosa – Rio de Janeiro, com Adriana Calcanhotto e Alexandra Lucas Coelho (sábado 12 às 17.00);

A Cidade Que Não Dorme – Nova Iorque, com João Tordo e Isabel Lucas (sábado 12 às 18.00);

As Cidades da Dramaturgia – Matosinhos, Porto, Madrid, Mindelo e São Paulo, com Jorge Louraço, Inmaculada Alvear Valero-Bernabé, Cecília Ferreira, Caplan Bernardo Costa Neves e Luis Miguel González Cruz (sábado 12 às 19.00);

As Cidades Literárias, com Sjón e Francisco José Viegas (domingo 13 às 17.00); 

A Cidade Santa – Jerusalém, com o Sheikh David Munir e Miguel Miranda (domingo 13 às 18.00).

Pelo meio, ainda há tempo para o lançamento do livro Nómada, de João Luís Barreto Guimarães, com a participação de Pedro Abrunhosa (sábado 12 às 16.00), e uma entrevista de vida com o britânico Jonathan Coe, conduzida por Tito Cunha e Hélder Gomes (domingo 13 às 16.00).

Exposição
Sandra Barão Nobre mostra as imagens do seu Acordo Fotográfico, um projecto na forma de blogue que tem registado o acto de ler em todo o tipo de locais e situações. Já atravessou vários países e no ano passado
 o blogue deu origem a um livro, Uma Volta ao Mundo com Leitores, esse num registo
 de diário misturado com relatos sobre os leitores encontrados nos 14 países que visitou.

Palavras à solta
As palavras ditas terão no LeV dois focos 
de atenção. O primeiro será num local inesperado, a Romaria do Senhor de Matosinhos, onde se realiza a sessão
 Poesia Mal-dita, com Isaque Ferreira e 
Rui Spranger (sábado 12 às 22.00). No
 dia seguinte, o auditório da Biblioteca Florbela Espanca recebe leituras encenadas do Teatro Reactor de Matosinhos, com textos de Jorge Louraço, Inmaculada Alvear Valero-Bernabé, Cecília Ferreira, Caplan Bernardo Costa Neves, Luis Miguel González Cruz e Fábio Brandi Torres (domingo 13 às 15.50).

Escolas
O LeV promove ainda a visita de escritores a escolas de Matosinhos, entre segunda-feira 7 e sexta 11, incentivando assim o gosto pela leitura.

Ler mais sobre o Porto

As melhores livrarias no Porto

"Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de livraria". A frase é de Jorge Luís Borges, poeta e escritor argentino, autor de obras como A Biblioteca de Babel ou O Jardim de Veredas que se Bifurcam. Como queremos a sua felicidade, fizemos-lhe uma lista com as melhores livrarias no Porto para que se sinta como se estivesse no Éden.

Ler mais
Por Mariana Morais Pinheiro

Saiba quais são os melhores livros sobre o Porto

São páginas e páginas repletas de curiosidades, de expressões que só se usam por cá e de histórias mirabolantes que o vão fazer ver a Invicta com outros olhos. Nesta lista vai encontrar desde lendas, a histórias de imperadores ou de assassinatos. Saiba quais são os melhores livros sobre o Porto.

Ler mais
Por Inês Bastos
Publicidade

Sete livrarias no Minho que tem de conhecer

O mundo precisa de mais livrarias. Já não existem muitos livreiros e alfarrabistas no Minho, mas os que sobrevivem merecem uma (ou várias, merecem várias) visitas. 

Ler mais
Por Ana Patrícia Silva

Comentários

0 comments