Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Na casa de... Ana Morais
Ana Morais
© DR Ana Morais é a fundadora da Casulo

Na casa de... Ana Morais

Fiel ao estilo boémio e minimalista, é da casa da fundadora da Casulo que saem as bonitas peças da marca.

Por Margarida Ribeiro
Publicidade

Há seis anos, quando tinha um bebé a caminho e uma licença de maternidade pela frente, Ana Morais decidiu que não queria ficar em casa a olhar para as paredes. Estava à procura de um passatempo, de algo diferente e criativo, e foi nessa altura que encontrou o macramé. Aprendeu sozinha com a ajuda de algumas revistas. “Nem sequer existiam tutoriais no YouTube”, relembra.

Pouco tempo depois nasceu a Casulo, uma loja online onde vende, até hoje, peças originais de decoração feitas em macramé.

É formada em Jornalismo e Comunicação e trabalhava na área de marketing. Quando não conseguiu conciliar tudo, optou por se dedicar à sua loja. Foi aí que começou a lançar duas colecções por ano e a fazer trabalhos por encomenda para hotéis e casamentos.

Recomendado: Na casa de... Maria Valente

Na casa de... Ana Morais

Ana Morais
© DR

Mais tarde, e a pedido de muitos clientes, começou a dar workshops por todo o país. Seguiu-se, depois, o Casulo Loft, um apartamento no Porto decorado ao estilo boémio e minimalista que caracteriza a marca. Está disponível para alojamento local, sessões fotográficas, workshops e outros eventos. Paralelamente, a Casulo também conta com serviços de consultoria online, decoração e home staging, actividade de decoração de casas para venda.

A sua, em Espinho, por exemplo, serve de montra, já que a decora com as suas criações em macramé. Aliás, muitas vezes cria as peças só para si, mas quando as partilha nas redes sociais recebe vários pedidos e acaba por vendê-las.

As peças são, desde sempre, feitas por Ana, do design à confecção, no estúdio que tem em casa. Por vezes, também aposta em parcerias com artistas de outras áreas. A mais recente, lançada no final do ano passado, foi com Anna Westerlund. A colecção, com o nome Jellyfish, consiste em 10 alforrecas feitas em macramé e cerâmica.

A última novidade foi o lançamento de um novo separador no site. A Curated Goods é uma loja com produtos de decoração de outros criadores. E o próximo projecto é a abertura de um segundo espaço de alojamento no Porto. Vai chamar -se Casa Molenga.

Na casa de... Ana Morais

Ilustração
© DR

Ilustração

A Catita Ilustrations é uma loja online de ilustração. Lá encontra a opção de criar uma peça personalizada. É o caso da ilustração que está em destaque na casa de Ana. “Somos nós os três [Ana, o marido e a filha]. Adoro e vai ficar para sempre”, diz.

À venda a partir de 50€ em pt.catitaillustrations.com.

The New Bohemians
© DR

Livro

“Comprei este livro na altura em que comecei a fazer macramé. É uma selecção de casas boémias e com espírito livre.”

À venda por 26,90€ em wook.pt

Publicidade
Base para copos
© DR

Bases para copos

“Era uma coisa que queria ter e que não encontrava em lado nenhum. Então decidi fazê-los.”

À venda por 28,90€ em c-a-s-u-l-o.com

Porta-revistas
© DR

Porta-revistas

“É um dos bestsellers da loja. É uma peça intemporal e muito especial.”

À venda por 85,90€ em c-a-s-u-l-o.com

Publicidade
Tapete
© DR

Tapete

“Trouxe-o de uma viagem que fizemos a Marrocos. Foi um dos sítios que mais me inspirou. Está pendurado na parede para lembrar a viagem e dar alguma cor.”

Outras casas para conhecer

Bárbara Marques
© João Saramago

Na casa de... Bárbara Marques

Compras

Uma das memórias mais bonitas de Bárbara Marques é a de brincar no armário da avó. “Com cinco anos, chegava a casa dela, vestia-me com a sua roupa, calçava sapatos de salto alto e até me maquilhava”, relembra. Posto isto, não foi difícil de prever que a moda viesse a ter um papel importante na sua vida. Formou-se em Direito, mas quando saiu da faculdade começou a sentir falta de alguma cor na sua vida. Vai daí, o blogue My Kind of Joy nasceu há seis anos com o objectivo de animar os seus dias. Por lá conta, de segunda a sexta-feira, peripécias suas e mostra os looks do dia. 

A sala de Fernando Marques de Oliveira
©João Saramago

Na casa de... Fernando Marques de Oliveira

Compras

Um cadeirão em tecido brocado com uns braços de madeira aconchegantes, do tempo de Napoleão III, ocupa o centro da sala. Há peças da Companhia das Índias sobre a mesa em frente ao sofá, e outras mais recentes, como os quadros de Fernando Marques de Oliveira pendurados pelas paredes cheias. “Gosto muito de peças antigas. Estou sempre atento aos leilões e leio imensa literatura sobre o assunto. Tenho uma predilecção por objectos dos séculos XVIII e XIX, que geralmente pertenceram a casas com história, carregadas de afectos”, conta o artista plástico, que fez recentemente uma exposição antológica da sua obra na Cooperativa Árvore e no Museu Soares dos Reis, e da qual resultou o livro “Fernando Marques de Oliveira – Espaços Imprevisíveis”. 

Publicidade
No armário de... Rita Matos
© Marco Duarte

No armário de... Rita Matos

Compras

Treze é o seu número da sorte. Porquê? Porque Rita Matos nasceu no dia 13, às 13.00, no quarto número 13. Mais tarde decidiu criar um blogue de moda, ao qual chamou de Thirteen, e foi há quase dois anos que a sua filha Benedita nasceu também no quarto número 13. Superstições à parte, vamos à história que interessa. Rita é enfermeira, viveu em Londres e, em 2014, por sugestão da irmã, que já lhe conhecia o gosto por moda, decidiu criar um blogue onde começou a partilhar o seu dia-a-dia com quem a lia. Tal como naquela altura, hoje continua a seguir a mesma filosofia, diz. “Gosto de mostrar a quem me segue o que vesti em determinado dia e a minha realidade.” 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade